— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

Aula 4 Mike

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aula 4 Mike

Mensagem por Mike J. Tanner em Sab Ago 30, 2014 11:35 am

A Última Aula

Acordo na enfermaria da instituição. — Está melhor Mike? — Pergunta a enfermeira com o prontuário nas mãos. — Como vim para aqui? O que aconteceu? – fico nervoso, até então não sabia o que havia acontecido anteriormente, apenas lampejos vinha na memória sobre a aula de sobrevivência. Com a mão direita no rosto sentia-me cansado e fraco.

— Você pegou uma grande infecção, por sorte, chegou aqui a tempo... — dilatando a pupilas a mesma diagnosticava a minha visão. — Tudo ok, sentirá tonto, mas sei que vai melhora seus ferimentos não pude ajudar muito, mas por sorte sua habilidade conseguiu afetar a estrutura do seu corpo. Resumindo para o bom português. Você consegue curar.  

— Agradeço.

— Esse é meu trabalho. — ela parou pensativa, algo escondia. — Porque está pensativa? — pergunto levantando com pouco de dificuldade na marca. — Você ficou aqui durante alguns dias, e por sorte ou azar acordou justo no dia que Logan fará a última avaliação do curso, caso você perca hoje, você será reprovado... — a voz emitia a tristeza. — Não posso deixá-lo ir nesse estado, mesmo que eu tenha avaliado você precisa de repouso.

— Mas... — preocupado fico, não poderia deixar tudo acaba desse jeito. — Ok. Diga onde ele está?

— No hangar.

Primeiro me pergunto como ela sabia de tudo isso, e segundo pego minha corrente sobre o balcão, sabia que era suicida ir para aula de sobrevivência naquele estado, mas também sei que é loucura deixar todo meu trabalho ir pelo ralo abaixo, a propósito a enfermeira deixara avisada que estou melhor, apenas um repouso para recupera a energia que faltava. — Sei que está disposto a participar da ultima aula, mas, por favor, não se esforce muito. — Diz ela olhando para janela da enfermaria.

— Pode deixar. Tomarei cuidado.

Dito isso, uso a minha velocidade que faz alguns papeis voarem ao sair.

Chego ao hangar em poucos minutos. Ali vários estudantes ocupavam os seus devidos lugares no objetivo de escutar Logan com muita atenção. Como dito pela enfermeira, Logan explicava que a última aula de sobrevivência será em uma ilha. Muitos dos alunos não estavam a fim de perde suas vidas, já bastava a aulas do professor Deadpool, eles não agüentariam mais uma. “Repouso eu preciso de repouso”

Entro na aeronave e sento na poltrona colocando o cinto de segurança. A espera dos outros adentrarem, eu repouso um pouco de olhos fechados, estava preocupado caso não conseguisse cumprir o prometido a enfermeira. Após a chegada de todos, à aeronave começava a flutuar dando inicio a viagem ao céu.  

— Aqueles que estão dormindo. Acorde! —Vociferou Logan. — Aqui não é avião de turismo, além do que já chegamos.

Acordo e saiu da aeronave seguindo uma fila indiana. Do lado de fora, pego a mochila com os matérias para sobreviver ao ambiente, e sigo juntamente a fada que guiava alguns alunos para um lugar específico. — Mike, eu lhe deixo aqui, o mapa esta em sua mão, tudo que você precisa está na mochila, seu relógio ele sinalizará a sua localização caso algo que não possa resolver aparecer, boa sorte.

Observo o pessoal distanciando do ponto onde eu estou localizado.  

“Tenho que analisar o local antes de tudo, não posso usar minha velocidade agora sem ao menos sabe onde eu estou realmente.”

Caminho atentamente os diversos lugares, não havia movimento apenas sons de pássaros que chegavam ao sul, talvez minha sensação ruim seja apenas coisas da minha cabeça. Continuo olhando as diversas arvores no caminho, o vento forte chegava ao norte, deduzir que seguir aquela corrente de ar acharia algo para comer ou um abrigo, não pergunte por que, mas sentia de alguma forma. Paro e equilibro apoiando em uma árvore, tonto eu fico minha visão escureciam aos poucos e a voz da enfermeira avisando sobre os perigos da minha falta de recuperação alastrava em minha mente. “É apenas um mal estar, já estou melhor”

Meus cabelos esvoaçavam, a corrente de ar aumentava. Piso em falso, meu corpo embolava com a terra úmida da ilha, caiu de uma altura de dois metros. — Droga, quem em com juízo perfeito segue a corrente de ar... — Falo comigo mesmo. — É claro. Mike James Tanner. — Limpo minha roupa suja de terra.

Estrondo fazia a terra tremer. Ali em frente diversos dinossauros de pescoços longos comiam as diversas folhas de árvores altas. — São Sauropodomorfos. — fico pasmo e animado, nunca imaginei que encontraria dinossauro tão de perto, distraído quase não notei aproximação de um, afastando em grande velocidade, sentir meus pés flutuarem após a pisada do enorme animal que andava no solo. — Preciso ver de perto, sei que Logan... Mas.  

Aumentando a minha velocidade em seu nível máximo, tento chegar próximo do bando agrupado a sessenta metros de distância. Minha mão gelava ao tocar na pele do dinossauro. Mesmo com perigo emitente a sensação agradável em está próximo de animais extintos consumia minha mente.

“Tenho que acha água e um abrigo. Se eu seguir esses dinossauros eu consigo alimentos e abrigo”

Sigo a trajetória dos Sauropodomorfos tendo cuidado para não ser esmagado pelo mesmo. Um rio encontrava a frente. Vários dinossauros de diversas espécies inofensivas bebiam daquela água, abro a mochila e pego o cantil, recolho um pouco d’água e guardo novamente. — Eu já tenho água, onde vocês devem dormir? — Pergunto avaliando o rio. — Deve existi algum abrigo no final dessa correnteza.

Saiu dali orgulhoso de ter encontrado os Sauropodomorfos.

A noite havia chegado. Cansado fico. Mesmo usando a velocidade seguindo a correnteza do rio, nada encontrei apenas árvores altas e campos abertos onde encontrava diversos dinossauros. Era preocupante não podia usar minhas habilidades em ambientes que não conhecia, poderia correr em círculos.  Minha barriga roncava de fome.

— Não comi nada desde a saída da enfermaria. — Digo triste. Parando.

A frente encontrava um pequeno abrigo envolto de algumas árvores de parte pequeno. Olhando dava par passar pelo menos uma noite naquele lugar, sem movimento a avista adentro o local colocando a mochila como travesseiro e durmo na tentativa de esquecer a fome que aumentava.

Acordo sentindo cheiro de terra molhada, a água do cantil saciou a minha sede e a fome a noite inteira. Poderia comer o feijão enlatado, mas meu metabolismo encontrava acelerado e precisa de muito mais que algo enlatado para recuperar minhas energias.  Caminho bebendo o restante do cantil. Era tarde, o relógio indicava meio dia, era estranho dormir tanto em um local não apropriado.

Coloco o cantil de volta na mochila e agacho para olhar o mapa. Movimentos encontravam no lugar, gruídos ecoavam no lugar, virando o meu pescoço em um ângulo de 180° visualizava vários velociraptors, os seus olhos mirava em minha direção, tentei ficar parado no intuito de que eles saíssem, mas uma sensação ruim baixou. Pisadas fortes por trás aproximavam, esquivo-me sentindo o bafo do animal, a mochila ficara no chão é o mesmo pisava rasgando com seus dentes. Não dava para contar à quantidade que existiam mais aproximavam rapidamente, sem escolha tive que correr aumentando a minha velocidade aos poucos tentava despistar os animais, mas minha velocidade encontrava reduzida devido ao cansaço e a fome sem contar que ainda existia o fato da minha recuperação da infecção que aos poucos se curava.

Em momento de pânico algo pontiagudo e resistente rasgava meu tênis perfurando meu tornozelo esquerdo. Cambaleei e encostei imediatamente em uma árvore. Cheiro de sangue aumentava naquele local, meu tornozelo estava extremante ferido, agora era o fim, se os dinossauros estivessem ainda a minha procurar eu seria um alvo fácil já que meu sangue não parava de jorra    

— Isso não está acontecendo, não aqui.

Lembro-me no passado a primeira vez que acidentei e um corte aconteceu no tornozelo, era um corte simples, mas doía muito a ponto de ficar extremamente tonto, a partir dali deduzir que era um local sensível.  

Rasgo um pedaço da camisa e amarro no local do sangramento que aos poucos destacava. Não podia levantar a dor seguia em todo meu corpo paralisando-me, me sinto inútil, poderia apertar o botão para sinalizar o perigo que estava acontecendo. Mas eu sentiria mal sabendo que não conseguir encontrar o caminho. Retiro o relógio do pulso e jogo para bem longe. “Não importa o que acontecera comigo, se eu morrer aqui isso mostrar que sou fraco”

A dor cada vez mais consumia o meu corpo, tentando ser mais forte que ela, minha visão escurecia e logo desfalecia.

No dia seguinte. Já conseguia levantar, ainda mancando usava um pedaço de galho resistente para equilibrar. A dor lacerante da noite anterior havia diminuído. “O mapa está indicando o sul dessa área.” Penso continuando o caminho. As únicas coisas desde então que estar na minha mão é o mapa, nada de comida, nada de cantil e nada de faca, os matérias que Logan colocara na mochila já não existiam.

– Espero que aqueles dinossauros não apareçam. Preciso de tempo para cura o ferimento.

Cada pisada que dava dificultava o meu equilibro. Sigo de acordo com o mapa, e em poucos segundos conseguia encontra um clima mais agradável. O ar encontrava calmo, não existiam movimentos hostis e pássaros voavam por ali, ao longe notava uma aeronave, não poderia ser miragem já que eu não estava no deserto, caminho até o ponto olhando alguns alunos praticamente sujo e feridos. — Mike? — Disse a tutora Fada. — O que ouve? — ela envolvia seus braços em meu corpo e sentia a fraqueza e a febre que percorria cada molécula do meu corpo, tento falar algo, mas minha garganta fechava. Com o ferimento grave e a fome não tinha força para fazer mais nada apenas aguarda a volta.

Deito no chão e desejo voltar logo para casa.

“Pai estou bem, não foi dessa vez que lhe encontrei. Prometo que não vou desperdiça a vida que o senhor me deu, obrigado.”

Thanks Thay Vengeance @ Cupcake Graphics

___________________________________________________






Mike {James} Tanner

X-MEN - ULTIMATES HABILIDADES: MANIPULAÇÃO DE VELOCIDADE  SUPER VELOCIDADE  
avatar
Mike J. Tanner

Mensagens : 20
Data de inscrição : 29/07/2014
Idade : 20
Localização : X-Factor

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Manipulação de Velocidade e Super Velocidade (+2 DEF)
Reputação:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum