Docas do Rio de Janeiro

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Jack Kirby em Sex Dez 28, 2018 3:07 pm

Docas do Rio de Janeiro Porto_do_Rio_3

Docas da cidade do Rio de Janeiro. Local de carga e descarga de importações e exportações brasileiras para o mercado nacional e internacional. De uns tempos para cá a segurança fora reforçada e as docas da cidade são protegidas como uma instalação militar.  


Última edição por Jack Kirby em Seg Fev 04, 2019 5:03 pm, editado 2 vez(es)

Ficha X-Marvel
Level : 20
Poderes:
Mensagens :
297

Data de inscrição :
12/05/2015

Ver perfil do usuário
here's Jack Kirby
Jack Kirby
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Jack Kirby em Sex Dez 28, 2018 3:52 pm


FUGA DAS DOCAS
Resgate abaixo de tiros.


Figura misteriosa das sombras:

Docas do Rio de Janeiro 8462946_orig

Ubiratã consegue seguir os dois veículos que levavam as pessoas sequestradas até as docas da cidade. Se esgueirando e utilizando a noite para correr despercebidamente, o índio transforma seu corpo e corre pelas areias da praia, sem ser visto por ninguém. Ele consegue chegar até as docas, onde vê os veículos entrarem até um local mais afastado, após passarem pela entrada. Ubiratã consegue saltar facilmente pela cerca do lugar e se esgueirar até o local onde os furgões haviam estacionado. De uma distância segura, Ubiratã vê homens armados saírem dos furgões e levarem os moradores de rua raptados para fora dos veículos.

Após colocarem seus reféns ajoelhados no chão, um dos soldados, talvez com patente mais alta, puxou um radio de seu bolso e comunicou que "o pacote estava em posição de extração". Porém, antes que eles levassem os reféns para algum lugar, ou antes mesmo de Bira resolver tomar alguma providência, todas as sirenes do local começaram a entoar fortemente por todos os cantos das docas. Ao olhar para outro canto daquele região das docas, não muito distante de onde os soldados mantinham os reféns no chão, uma gigantesca comporta começa a se abrir do chão do lugar. Do interior daquela imensa comporta saiam grandes volumes de fumaça e fogo. Em pouco menos de um minuto Ubiratã vê uma imensa criatura de ferro se balançar e disparar fortes rajadas de metralhadora de seus braços contra dois homens que estavam em sua frente.


------------------------------------------


Thago e Davi veem a grande corporta se abrir e, quando percebem, estavam no meio das docas do Rio de Janeiro. Ao seu redor centenas de imansos conteiners de carga estavam empilhados para todos os lados, mas não estavam sozinhos lá. Davi percebe que cerca de 50 metros detrás do imenso robô estavam um grupo de soldados fortemente armados com um grupo do que parecia ser outros reféns, ajoelhados á sua frente. O Irom Monger, agora já equilibrado e recuperado dos ataques anteriores, inicia mais uma vez uma onde de disparos contra Davi e Thiago, com suas metralhadores embutidas nos braços.



mensagem aos viajantes:


✦ Objetivo 1: Vencer Iron Monger;

✦ Objetivo 2: Salvar os reféns;

✦ Objetivo 3: Fugir com os reféns das docas (dois mutantes escondidos detrás da câmara criogênica e 4 reféns que foram retirados dos furgões;

✦ ÚLTIMA ETAPA DA NARRAÇÃO!

✦ O inimigo irá atacar com 3d10 contra Thiago e Davi


//////////////////

Capitão Brasil: Aperfeiçoamento físico
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 26/40
C: 3/8 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3 (dano em todos os movimento de ataque)
DEF: 3 (proteção em todos os movimento de defesa)
Itens: Nenhum

#turno 10!

Perícias:
COMBATE CORPO-A-CORPO/ARTES MARCIAIS
O personagem, por qualquer que seja o motivo, é expert em combate desarmado e tem um conhecimento muito amplo acerca de artes marciais e técnicas de luta. Os personagens com essa perícia dominam o combate direto como ninguém, infligindo dano com mais eficácia em seus inimigos do que as pessoas normais.
Desvantagens:
✦ CÓDIGO DE HONRA
Você segue um código de honra muito rígido e específico, e ferir qualquer uma de suas cláusulas é passível de auto-punição. Seu código de honra é o de sempre defender as pessoas, e de não deixar ninguém para trás, amigo, refém e cidadão em perigo. Ele deve sempre se erguer contra injustiça, independente de quem esteja sendo opressor.

✦ VÍCIO
Você é viciado em algo e isso lhe consome, a necessidade do seu vício faz você muitas vezes sair do seu caminho. Capitão Brasil é viciado em seu remédio analgésico, pois os experimentos com ele foram feitos com tecnologia roubada e ainda não muito masterizada, então ele sofre de muitas dores, e apenas essa droga minimiza os efeitos.

✦ PONTO FRACO
Você possui um ponto fraco que ao ser atingido lhe causa um dano maior e bastante dor. Devido aos experimentos de reconstrução da coluna vertebral, o Capitão Davi Rocha possui uma fragilidade muito grande em sua lombar, que é sustentada por implantes robóticos, mas que caso seja atingida com força, lhe causa dores insuportáveis.

///////////////////////////////////

Thiago Gatti: Possessão espiritual
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 36/40
Energia: 2/6 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 0/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3
DEF: 2
Itens: Nenhum

#Turno 4


Poderes:
✦ O padre foi acometido por uma maldição na qual ele sofre possessão de  espíritos diferentes com diferentes poderes e personalidades. A princípio são conhecidos 7:

✦ Um anjo celestial com asas, superforça. (2)
✦ Um lutador de MMA com 4 braços com habilidades aprimoradas: força, destreza, sentidos e raciocínio (3)
✦ Um psicopata assassino com a capacidade de ressoar as moléculas do corpo fazendo mudar de fase permitindo atravessar qualquer material. (4)
✦ Um músico bêbado com gravitocinese. (5)
✦ Um político corrupto com capacidade de controlar as emoções e sentimentos das suas vítimas. (6)
✦ Um soldado paranóico com pirocinese. (7)
✦ Um ninja com supervelocidade. (8 ).

Para ser possuído por um dos espíritos é necessário o gasto de um ponto de energia e a escolha de qual espírito irá surgir é feita de forma aleatória através de rolagem de dados, inicialmente 1d8. Caso o resultado seja 1, a possessão falha e o padre precisa aguardar no mínimo 2 turnos para tentar novamente. Em batalha cada possessão dura exatamente 5 turnos, pois há um desgaste espiritual para mantê-las, mas no dia a dia a posse pode acontecer sem que o padre invoque, podendo durar dias e ele não consegue lembrar de nada que os espíritos fazem.
Perícias:
✦ Quando não está sob possessão, pois as vezes falha, o padre teve que aprender a se virar e com isso adquiriu habilidades com armas brancas e pontaria para utilizar a sua besta. Para cada espírito existe uma perícia diferente:

(2) Mestre das curas
(3) combate corpo-a-corpo/artes marciais
(4) Caçador
(5) Jogo Sujo
(6) Lábia
(7) Armas de Fogo
(8 ) Furtividade
Desvantagens:
✦ Amaldiçoado: A possessão ao mesmo tempo que é um dom é uma maldição e como revés, ao acessá-la tem que ser gasto um ponto de energia, sendo que nem sempre funciona.

✦ Marcado: O padre possui a marca de uma cruz no peito devido a um ritual que foi submetido para retirar a maldição.

✦ Devoto: O padre é devoto à sua religião Católica Apostólica Romana e sempre que ele vê um dos objetos sagrados da igreja ele faz o sinal da cruz, mas quando está sob posse ele não consegue

///////////////////////////////////

Bira: Mimetismo do Folclore Brasileiro
Valor dos dados por movimento: Nível 1 - 1d2
EXP: 0/10 (necessário para subir de nível)
HP: 10/10
Energia: 4/4 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 3/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 1
DEF: 3
Itens: Nenhum

#Turno 2


Poderes:
✦ Mimetismo do Folclore Brasileiro

Ubiratã foi abençoado com o gene mágico (mutante) de sua tribo, nascendo com habilidades de transformação, ou mimetismo. Em específico, seus poderes tornam-lo capaz de se transformar em seres místicos do folclore brasileiro e incorporar seus poderes. Até agora, consegue controlar as seguintes sete formas:

1 - O Lobisomem > Físico e sentidos aprimorados > lobo humanoide
2 - Boitatá > Pirocinese > serpente em chamas
3 - Capelobo > Físico aprimorado, grande aumento na velocidade > humanoide coberto de pelos, cabeça e focinho de tamanduá-bandeira, patas redondas
4 - Corpo-seco > Contato/toque putrefato > assume a forma de um morto-vivo, ligeiramente lento
5 - Ipupiara > Todos atributos melhorados na água, seu canto pode encantar > Forma de um homem-peixe
6 - Mapinguari > Superforça e resistência aprimorada > símio, pele de jacaré, garras pontiagudas
7 - Saci > Manipulação de magia, nível médio > garoto negro com uma única perna
Perícias:
✦ Rastreador
Desvantagens:
✦ Marcado [Possui uma tatuagem negra nas costas que simboliza seu exílio da tribo];

✦ Devoto [É devoto às entidades/criaturas místicas que fazem parte do folclore brasileiro, particularmente da região amazônica];

✦ Ponto fraco [A marca nas costas foi fruto de uma magia druídica lançada pelo Pajé de sua tribo, tornando a região mais vulnerável que o comum].



////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Mutante 1
HP:1
dano: 1d2

Mutante 2
HP: 2
DANO: 1d2

////////////////////////////////////////////////////////////////////////

INIMIGO(S):

Irom Monger Armor
HP: 34/90
Nível: 9
Dano: 3d10
exp: 90

Soldado 1
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 2
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 3
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 4
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5


CAPTAIN MARVEL


Última edição por Jack Kirby em Sex Dez 28, 2018 3:53 pm, editado 1 vez(es)

Ficha X-Marvel
Level : 20
Poderes:
Mensagens :
297

Data de inscrição :
12/05/2015

Ver perfil do usuário
here's Jack Kirby
Jack Kirby
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sex Dez 28, 2018 3:52 pm

O membro 'Jack Kirby' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D10' : 8, 2, 9
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Spectrum em Sex Dez 28, 2018 9:12 pm


In nomine patris
Que Deus nos proteja


N
ovamente a estratégia utilizada por Mathias nos traz bons resultados e com a ajuda do homem com braço mecânico, fazemos com que o robô fraqueje e arqueie a ponto de cair... Quanto mais alto, maior a queda, como diz o ditado. Mas aquilo de alguma forma acionou os alarmes do local e antes mesmo que pudéssemos finalizar a batalha, sinto o chão se mover e acima de nós uma clareira se abre.

Ao que parecia estávamos sendo içados e levados a algum lugar na superfície. Quando a plataforma finalmente para, pude perceber que estávamos numa espécie de doca com diversos contêineres e alguns guindastes. O robô aos poucos se reequilibra e nos ataca novamente com rajadas de tiros. Me lanço para o lado rolando até me esconder atrás de um contêiner.

Aguardava o movimento do outro homem para calcular meu próximo ataque. Se o robô não conseguir enxergar quem ele ataca, fica mais fácil de nos esquivarmos. Sendo assim, eu solto um assovio para o cara com braço mecânico para que ele olhe para mim:

- Cumpade, seguinte... Você consegue me jogar lá em cima, usando esse teu braço aí? Depois que eu foder com a parte dos olhos dele, você tenta lançar um desses guindastes na direção dele, morô?

Tão logo o homem entenda o plano, corro em sua direção e salto sob seu braço mecânico para que ele me impulsione e me arremesse no robô para que eu alcance e agarre sua cabeça. Vibrando minhas mãos tento perfurar em forma de X a cabeça do robô acertando os dois olhos e em seguida me seguro nele aguardando o ataque do outro homem.

Movimentos:

Movimento 1: Rolar para trás de um dos contêineres para fugir dos tiros. + 2 DEF

Movimento 2: Ao ser lançado por Davi, vou usar 1 ponto de energia para vibrar minhas mãos e cortar os olhos do robô num golpe em X. +3 ATK



#GloriaaDeuxxx

Lorde, The Hunger Games.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes:
Mensagens :
19

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
here's Spectrum
Spectrum
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sex Dez 28, 2018 9:12 pm

O membro 'Spectrum' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D3' : 2

--------------------------------

#2 '1D5' : 2
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Davi Rocha em Sab Dez 29, 2018 2:12 am

Pátria amada, Brasil  
Ouviram do Ipiranga às margens plácidas de um povo heróico um brado retumbante, e o Sol da liberdade em raios fúlgidos brilhou no céu da pátria nesse instante.


___________________________________________________________________


"Caralho, não vai parar de acontecer merda hoje?"

Ao derrubar o robô juntamente com o loiro de sunguinha cor de pele, uma sirene alta começa a tocar e o local onde estávamos começa a subir, da mesma forma que a salinha de interrogatório onde eu estava havia descido há alguns minutos.

A subida nos revelou o local onde estávamos: as docas. E não estávamos sozinhos, agentes do governo e mais reféns estavam ali naquele mesmo local. O Brasil tava virando de cabeça pra baixo, e não tinha ninguém pra manter a ordem.

Antes que eu pudesse pensar em mais algo pra fazer, o monstro metálico começa a disparar mais vezes contra mim e meu companheiro de luta. Não consegui me esquivar, me ferindo mais um pouco nesse combate.

Me recomponho, levantando-me com esforço, e em seguida escuto o plano do loiro.

— Vem cá, tu é chei de marra. Gostei de você.

Ele corre em minha direção, e eu faço pezinho pra ele, só que com a força de um membro biônico para ajudar no impulso, em seguida, sem ver no que se deu, corro até uns containers e começo a escalá-los, pois acima deles estavam aqueles guindastes que seguravam e guiavam as grandes caixas metálicas.

Lá em cima, entro rápido na cabine de um, que estava vazio, tento de qualquer jeito, forçar os controles, que me pareceram bem intuitivos, então tentei derrubar o que quer que estivesse sendo segurado pelo guindaste em cima do bicho gigante.

"É como jogar videogame. Todas essas horas de call of duty tem que servir pra alguma coisa."

MOVIMENTOS:

1 - Arremessar o padre pro alto pra melhorar seu movimento. 2 Conhecimento
2 - Tento derrubar um dos guindastes forçando os controles dele para cima do bicho. Sem conhecimento
Lembra dessa cena :try:
https://youtu.be/Ja_wcfSu8H0?t=500






Ficha X-Marvel
Level : 6
Poderes:
Mensagens :
54

Data de inscrição :
04/05/2014

Ver perfil do usuário
here's Davi Rocha
Davi Rocha
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sab Dez 29, 2018 2:12 am

O membro 'Davi Rocha' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D5' : 5, 5

--------------------------------

#2 '1D3' : 3
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Bira em Seg Dez 31, 2018 7:54 pm


AWAETÉ
gente de verdade
T
omou a decisão certa quando esperou, percebeu. Ubiratã não queria acreditar naquilo tudo, era demais para ser verdade. - E dizem que o Rio de Janeiro continua lindo - brincou, sozinho. Do subsolo surge uma máquina-homem, ou vice-versa, e mais duas pessoas numa súbita aparição barulhenta. As sirenes não paravam de soar e os homens armados pareciam tão confusos (ou não) quanto o índio. Não pensou duas vezes e avançou enquanto ainda estava em sua forma de Lobisomem.  

Primeiro precisava garantir que os reféns fossem postos em locais seguros, até porque mencionaram uma extração. Provavelmente aquelas não eram pessoas comuns e tinham um valor diferente para a sociedade, pensava Bira.  Num salto rápido, usou seus poderes para invocar apenas o píleo vermelho do Saci, a Sétima Forma, e arremessá-lo entre os homens com armas. Uma névoa escura escapava de dentro em velocidade, e ela fazia as pessoas vivenciarem pesadelos enquanto estivessem no interior da magia. Logo que a magia foi lançada, o píleo desapareceu como apareceu. Precisava distraí-los de alguma forma, enquanto protegia os hostages.

Independentemente de ter sido um sucesso o estratagema, seu objetivo era resgatar os reféns. Quando pousasse, tentaria agarrar o máximo de vítimas possíveis e bater em retirada para um local mais escondido, como detrás de um container. Estava confortável naquela situação, já que as magias não o afetariam. No momento em que os três outros indivíduos apareceram, uma visão clareou a mente de Bira. Ele estava certo de que muita merda aconteceria com aquelas figuras, ele incluso.






Ações:


Ação 1: Magia do Saci Pererê, pesadelos reais. Funciona enquanto alvos estão na área da névoa. – 2 pontos em Energia +3 DEF

Ação 2: Retirar quantos reféns puder carregar para detrás de algum container próximo. +3 DEF


Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
49

Data de inscrição :
05/05/2013

Idade :
1760

Ver perfil do usuário
here's Bira
Bira
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Seg Dez 31, 2018 7:54 pm

O membro 'Bira' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 1, 1

--------------------------------

#2 '1D2' : 1
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Jack Kirby em Ter Jan 08, 2019 12:48 am


FUGA DAS DOCAS
Resgate abaixo de tiros.


Monge de Ferro:

Docas do Rio de Janeiro 8462946_orig

Thiago é arremessado contra a cabeça do Iron Monger e desfere um golpe certeiro contra o inimigo. Ele corta boa parte do que poderia ser o capacete do robô, causando grande dano em sua estrutura. Enquanto isso, depois de ter arremessado por Thiago. Davi salta rapidamente pelos contêineres do local e em segundos consegue alcançar o guindaste que utilizavam para mover as pesadas peças de metal. Enquanto Thiago se segurava com todas as forças na cabeça do adversário, Davi movia um dos contêineres para acertá-lo. O robô balançava-se bruscamente, pois agora sem seu visor, danificado pelo golpe de thiago, estava sem rumo.

Spectrum salta da cabeça do grande robô assim que vê um imenso contêiner de metal vindo em sua direção. Ele cai no chão, rolando para amortecer sua queda, mas consegue ver o Iron Monger ser duramente golpeado pelo enorme bloco de metal que o lança na direção de uma série de outros contêineres da doca. Sua queda faz com caíssem como um efeito dominó, causando uma grande destruição no local. Inúmeros produtos de exportação eram lançados para todos os lados, um grande alarme começou a entoar e todos os soldados que estavam nas mediações começaram a correr.

----------------------------

Ubiratã vê nesse momento a hora certa de ajudar os reféns que haviam sido levados pelos homens armados. Ele salta de onde se escondia e cai em meio aos soldados armados, criando uma névoa que cobriu rapidamente todo o local.  A névoa faz com que ambos soldados, assim como os reféns, entrassem em um estado de pavor, fazendo com que os soldados se distraíssem. Infelizmente o mesmo aconteceu com os reféns que, tomados pelo pavor da misteriosa névoa, saíram correndo para cantos distintos das docas. Ubiratã consegue pegar apenas um, antes que o mesmo saísse correndo. Ele então o leva para detrás de um contêiner para que o mesmo ficasse em segurança.

----------------------------

Os soldados então, após serem atingidos pela maldição da névoa de Ubiratã, olham na direção de Thiago que, caído no chão das docas. após saltar da cabeça do grande robô, imaginaram que o mesmo fosse uma ameaça. Um deles imaginou Thiago como um palhaço assassino, meio palhaço, meio monstro. Outro imaginou sendo o estuprador que o havia molestado quando criança. Outro imaginou seu padrasto, um homem extremamente violento, que o espancava todos os dias de sua infância e fora o verdadeiro assassino de sua mãe. O último o imaginou sendo uma criatura de fogo, manifestando sua fobia pelo elemento.

Assim que ambos veem thiago caído, visualizando essas ilusões criadas pela magia de índio, todos travaram suas miras no mutante e iniciaram uma bateria de disparos contra ele, já que todo o grupo estava totalmente apavorado com as visões que possuíram suas mentes.


mensagem aos viajantes:


✦ Objetivo 1: Vencer Iron Monger;

✦ Objetivo 2: Salvar os reféns;

✦ Objetivo 3: Fugir com os reféns das docas (dois mutantes escondidos detrás da câmara criogênica e 4 reféns que foram retirados dos furgões;

//////////////////////

✦ Bira, nesse sistema nós não precisamos nos defender antes que o narrador diga que o inimigo atacou. É por isso que cada um tem direito a dois movimentos por turno, pois podem usar um deles para se defender, ou os dois para se defender, ou ignorar a defesa e atacar com ambos movimentos. Por tanto vou ignorar que tu usou teus movimentos em forma de defesa, como eu interpretei no teu post, e vou deixá-los interpretativos. Como eu não vi no teu post algo que me levasse a entender que teu personagem teria condições de carregar 4 homens amarrados até um local seguro, interpretei que ele conseguiu retirar apenas 1 deles.

✦ Os três reféns estão em:
         - > 1 correu para um estacionamento cheio de carros para se esconder (um carro irá explodir e irá matá-lo caso ele não seja salvo em dois turnos);
         - > 2 Correu apavorado e caiu do pier da doca. (irá morrer afogado se não for salvo em dois turnos);

         - > 3 Foi em direção a batalha entre Thiago, Davi e o Iron Monger (Irá morrer caso seja morto pelos disparos do Iron Monger);

✦ Os disparos dos soldados irão ser direcionados para Thiago e para o refém, que está na linha de tiro. O resultado será dividido entre os dois;

✦ Vocês estão livres para decidirem quem salvará os reféns, quem lutara contra os soldados e quem protegerá o refém que está na linha de tiro;

✦ Para salvar 1 refém, o personagem que for salvá-lo terá que utilizar um de seus movimentos para isso;

✦ Vocês tem um turno antes que o Iron Monger consiga se levantar dos contêineres;

#paz

[/color]


//////////////////

Capitão Brasil: Aperfeiçoamento físico
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 16/40
C: 1/8 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3 (dano em todos os movimento de ataque)
DEF: 3 (proteção em todos os movimento de defesa)
Itens: Nenhum

#turno 11!

Perícias:
COMBATE CORPO-A-CORPO/ARTES MARCIAIS
O personagem, por qualquer que seja o motivo, é expert em combate desarmado e tem um conhecimento muito amplo acerca de artes marciais e técnicas de luta. Os personagens com essa perícia dominam o combate direto como ninguém, infligindo dano com mais eficácia em seus inimigos do que as pessoas normais.
Desvantagens:
✦ CÓDIGO DE HONRA
Você segue um código de honra muito rígido e específico, e ferir qualquer uma de suas cláusulas é passível de auto-punição. Seu código de honra é o de sempre defender as pessoas, e de não deixar ninguém para trás, amigo, refém e cidadão em perigo. Ele deve sempre se erguer contra injustiça, independente de quem esteja sendo opressor.

✦ VÍCIO
Você é viciado em algo e isso lhe consome, a necessidade do seu vício faz você muitas vezes sair do seu caminho. Capitão Brasil é viciado em seu remédio analgésico, pois os experimentos com ele foram feitos com tecnologia roubada e ainda não muito masterizada, então ele sofre de muitas dores, e apenas essa droga minimiza os efeitos.

✦ PONTO FRACO
Você possui um ponto fraco que ao ser atingido lhe causa um dano maior e bastante dor. Devido aos experimentos de reconstrução da coluna vertebral, o Capitão Davi Rocha possui uma fragilidade muito grande em sua lombar, que é sustentada por implantes robóticos, mas que caso seja atingida com força, lhe causa dores insuportáveis.

///////////////////////////////////

Thiago Gatti: Possessão espiritual
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 30/40
Energia: 3/6 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 1/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3
DEF: 2
Itens: Nenhum

#Turno 5


Poderes:
✦ O padre foi acometido por uma maldição na qual ele sofre possessão de  espíritos diferentes com diferentes poderes e personalidades. A princípio são conhecidos 7:

✦ Um anjo celestial com asas, superforça. (2)
✦ Um lutador de MMA com 4 braços com habilidades aprimoradas: força, destreza, sentidos e raciocínio (3)
✦ Um psicopata assassino com a capacidade de ressoar as moléculas do corpo fazendo mudar de fase permitindo atravessar qualquer material. (4)
✦ Um músico bêbado com gravitocinese. (5)
✦ Um político corrupto com capacidade de controlar as emoções e sentimentos das suas vítimas. (6)
✦ Um soldado paranóico com pirocinese. (7)
✦ Um ninja com supervelocidade. (8 ).

Para ser possuído por um dos espíritos é necessário o gasto de um ponto de energia e a escolha de qual espírito irá surgir é feita de forma aleatória através de rolagem de dados, inicialmente 1d8. Caso o resultado seja 1, a possessão falha e o padre precisa aguardar no mínimo 2 turnos para tentar novamente. Em batalha cada possessão dura exatamente 5 turnos, pois há um desgaste espiritual para mantê-las, mas no dia a dia a posse pode acontecer sem que o padre invoque, podendo durar dias e ele não consegue lembrar de nada que os espíritos fazem.
Perícias:
✦ Quando não está sob possessão, pois as vezes falha, o padre teve que aprender a se virar e com isso adquiriu habilidades com armas brancas e pontaria para utilizar a sua besta. Para cada espírito existe uma perícia diferente:

(2) Mestre das curas
(3) combate corpo-a-corpo/artes marciais
(4) Caçador
(5) Jogo Sujo
(6) Lábia
(7) Armas de Fogo
(8 ) Furtividade
Desvantagens:
✦ Amaldiçoado: A possessão ao mesmo tempo que é um dom é uma maldição e como revés, ao acessá-la tem que ser gasto um ponto de energia, sendo que nem sempre funciona.

✦ Marcado: O padre possui a marca de uma cruz no peito devido a um ritual que foi submetido para retirar a maldição.

✦ Devoto: O padre é devoto à sua religião Católica Apostólica Romana e sempre que ele vê um dos objetos sagrados da igreja ele faz o sinal da cruz, mas quando está sob posse ele não consegue

///////////////////////////////////

Bira: Mimetismo do Folclore Brasileiro
Valor dos dados por movimento: Nível 1 - 1d2
EXP: 0/10 (necessário para subir de nível)
HP: 10/10
Energia: 4/4 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 3/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 1
DEF: 3
Itens: Nenhum
#Turno 3


Poderes:
✦ Mimetismo do Folclore Brasileiro

Ubiratã foi abençoado com o gene mágico (mutante) de sua tribo, nascendo com habilidades de transformação, ou mimetismo. Em específico, seus poderes tornam-lo capaz de se transformar em seres místicos do folclore brasileiro e incorporar seus poderes. Até agora, consegue controlar as seguintes sete formas:

1 - O Lobisomem > Físico e sentidos aprimorados > lobo humanoide
2 - Boitatá > Pirocinese > serpente em chamas
3 - Capelobo > Físico aprimorado, grande aumento na velocidade > humanoide coberto de pelos, cabeça e focinho de tamanduá-bandeira, patas redondas
4 - Corpo-seco > Contato/toque putrefato > assume a forma de um morto-vivo, ligeiramente lento
5 - Ipupiara > Todos atributos melhorados na água, seu canto pode encantar > Forma de um homem-peixe
6 - Mapinguari > Superforça e resistência aprimorada > símio, pele de jacaré, garras pontiagudas
7 - Saci > Manipulação de magia, nível médio > garoto negro com uma única perna
Perícias:
✦ Rastreador
Desvantagens:
✦ Marcado [Possui uma tatuagem negra nas costas que simboliza seu exílio da tribo];

✦ Devoto [É devoto às entidades/criaturas místicas que fazem parte do folclore brasileiro, particularmente da região amazônica];

✦ Ponto fraco [A marca nas costas foi fruto de uma magia druídica lançada pelo Pajé de sua tribo, tornando a região mais vulnerável que o comum].



////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Mutante 1
HP:1
dano: 1d2

Mutante 2
HP: 2
DANO: 1d2

////////////////////////////////////////////////////////////////////////

INIMIGO(S):

Irom Monger Armor
HP: 10/90
Nível: 9
Dano: 3d10
exp: 90

Soldado 1
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 2
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 3
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 4
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5


CAPTAIN MARVEL

Ficha X-Marvel
Level : 20
Poderes:
Mensagens :
297

Data de inscrição :
12/05/2015

Ver perfil do usuário
here's Jack Kirby
Jack Kirby
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Ter Jan 08, 2019 12:48 am

O membro 'Jack Kirby' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 1, 1

--------------------------------

#2 '1D2' : 2, 1

--------------------------------

#3 '1D2' : 1, 1

--------------------------------

#4 '1D2' : 1, 2
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Davi Rocha em Sex Jan 11, 2019 12:57 am

Pátria amada, Brasil  
Ouviram do Ipiranga às margens plácidas de um povo heróico um brado retumbante, e o Sol da liberdade em raios fúlgidos brilhou no céu da pátria nesse instante.


___________________________________________________________________


— Ô, da sunga. Cuida dos guardas que eu vou terminar de acabar com esse treco.

Os reféns estavam em perigo, os mutantes escondidos também estavam e perigo. Derrotar os soldados parecia ser uma tarefa mais urgente, entretanto, se caso o robô se levantasse e disparasse novamente seus tiros e mísseis aleatoriamente como já fizera uma vez, seria muito mais perigoso.

Eu já havia testemunhado os poderes do rapaz, e sabia que ele poderia lidar mais facilmente com os soldados, já que contra orobô gigante ele havia lutado muito bem, sem falar que suas habilidades pareciam perfeitas para a ocasião. E a figura, do que me pareceu um índio, envolto em uma cortina de fumaça negra, causando uma dispersão de todos os alvos, reféns e inimigos, de um lado, bom para o loirinho, que teria uma melhor vantagem contra os inimigos, mas horrível em termos de agrupar os reféns.

Olhando mais atento, os soldados inimigos estavam aterrorizados com a imagem de meu parceiro, caído no chão após ter pulado da armadura Stark, e além disso, um refém estava na linha de tiro, e mais dois estavam correndo para lugares onde correriam perigo.

"Merda, Eles tão indo se matar!"

Mudando meus planos, pulo do guindaste onde estava, não muito longe da ação, e caio, fazendo o famoso pouso de super-herói na frente do refém na linha de tiros e bloqueio os projéteis com meu braço metálico e em seguida, atiro contra as ferragens do monge de Ferro, tentando danificar mais ainda aquela criatura.

— Porra, se levanta daí, termina o serviço ali com a armadura e vai salvar o refém indo se afogar, eu cuido desses caras aqui. — viro minha cabeça procurando o cara da fumaça — Não sei se você é amigo ou inimigo, mas se você machucar um desses civis, você vai ser o próximo a morrer.

"Caralho, se eu tivesse com as minhas armas isso tinha acabado lá em baixo".



MOVIMENTOS:

1 - Pouso de Super-Herói na frente do civil, protegendo-o dos tiros em sua direção. Sem gastar Pontos. DEF +3
2 - Puxar uma arma e disparar no Monge de Ferro. Sem gastar Pontos.






Ficha X-Marvel
Level : 6
Poderes:
Mensagens :
54

Data de inscrição :
04/05/2014

Ver perfil do usuário
here's Davi Rocha
Davi Rocha
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sex Jan 11, 2019 12:57 am

O membro 'Davi Rocha' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D3' : 1

--------------------------------

#2 '1D3' : 3
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Spectrum em Sex Jan 11, 2019 1:56 pm


In nomine patris
Que Deus nos proteja


E
u sentia que a luta estava se encaminhando para seu fim, assim como sentia o espírito de Mathias se desvencilhando querendo retornar para o além vida. Logo após o ataque na cabeça do robô eu salto novamente para a plataforma para não ser acertado pelo contêiner arremessado contra o robô pelo homem com braço mecânico, fazendo com que o monstro venha a cair sobre vários outros contêineres.

Mas algo inesperado acontece. Uma figura surge detrás dos contêineres, uma espécie de índio e sem que pudesse entender direito uma fumaça cobre onde outrora alguns guardas armados estavam localizados. Quando a fumaça se dissipa percebo que uma série de luzes vermelhas estão apontadas em minha direção. Há também um outro rapaz, um tanto confuso e perdido na linha de tiro, mas Mathias não se importava com ele. Não havia o que fazer a não ser rolar para longe e torcer que não fosse atingido severamente.

Por alguns segundos sinto a dor invadir meu corpo e minha consciência recobrava ao lugar enquanto a personalidade de Mathias parecia cada vez mais distante. Eu precisava agir rápido se quisesse contar com as habilidades do assassino ainda. O homem com braço mecânico fala alguma coisa, mas não conseguia distinguir, já que Mathias voltara a tomar conta da minha mente com toda a força, como num último suspiro do espírito.

Com um olhar arregalado e um sorriso sádico no rosto corro na direção da armadura e vibrando minhas mãos em alta frequência lanço-me contra seu peito na intenção de arrancar seus circuitos por dentro e por fim àquela batalha. Após o ataque arqueio e sinto a minha consciência retornar, afastando de vez os instintos psicopatas de Mathias. Eu me afasto da máquina e faço um panorama geral da situação: os aliados, os inimigos, as vítimas. Ainda não podia me dar o luxo de não utilizar o poder enquanto não estivéssemos em segurança, mas quanto aquilo me custava? “Perdoa-me Senhor. Mas se tu me destes esse fardo preciso usá-lo para ajudar os que precisam. Abençoa-me. Amém.”

Me aproximo do homem com braço metálico. – Prazer, sou o padre Thiago Gatti, e aprecio sua ajuda, espero que possamos nos livrar logo dessa situação. – Fico em posição de combate e já começo a invocar um novo espírito para continuar a batalha.

Movimentos:

Movimento 1: Rolar para o lado para fugir dos disparos. + 2 DEF

Movimento 2: Saltar contra o Robô e tentar perfurar seu peito arrancando seus circuitos. +3 ATK

Vou lançar 1d8 para invocar uma nova personalidade, mas pode descontar um movimento nesse turno. É só para adiantar a interpretação.

- Padre Thiago com perícias em armas brancas e pontaria. (1)

- Um anjo celestial com asas, superforça. (2)

- Um lutador de MMA com 4 braços com habilidades aprimoradas: força, destreza, sentidos e raciocínio. (3)

- Um psicopata assassino com a capacidade de ressoar as moléculas do corpo fazendo mudar de fase permitindo atravessar qualquer material. (4)

- Um músico bêbado com gravitocinese. (5)

- Um político corrupto com capacidade de controlar as emoções e sentimentos das suas vítimas. (6)

- Um soldado paranóico com pirocinese. (7)

- Um ninja com supervelocidade. (8 ).



#GloriaaDeuxxx

Lorde, The Hunger Games.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes:
Mensagens :
19

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
here's Spectrum
Spectrum
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sex Jan 11, 2019 1:56 pm

O membro 'Spectrum' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D3' : 3

--------------------------------

#2 '1D5' : 2

--------------------------------

#3 '1D8' : 7
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Bira em Seg Jan 14, 2019 4:25 pm


AWAETÉ
gente de verdade
J
á havia virado baderna no ponto de vista de Bira, mas ele conseguiu piorar. Se houvesse um prêmio de pior herói, ele estaria no pódio. Sequer teve tempo de aproveitar suas decepções, pois a máquina louca de combate continuava sendo golpeada e agora passava a ser o saco de pancadas daquelas duas figuras heroicas. De certo ele não entraria de bom grado naquela batalha insana, preferia cuidar dos quais conseguiria: os reféns. A decepção maior foi ter conseguido resgatar apenas um dos reféns, não se importava realmente em tê-los envolvido na magia e por isso não foi mais cauteloso.

- Eu vou pegar o nadador! - Gritou de volta para a figura que o ameaçou. As palavras daquele homem o inspiraram, pois soube que a humanidade ainda não estava perdida. Aproveitou a forma de lobisomem e o físico aprimorado, então lançou-se em direção ao refém que estava prestes a se afogar. Enquanto corria, transformava apenas suas cordas vocais nas do monstro Ipupiara para, em seguida, gritar um breve canto mágico para despertar de maldições qualquer um que o tenha ouvido.  

O índio havia esgotado parte de sua energia, sentindo seu corpo voltar à forma humana enquanto saltava na água para agarrar o refém e saírem os dois da água o mais rápido possível. Seria mais fácil para nadar e remover o homem da água usando a forma original de índio, percebeu.  






Ações:


1° Movimento: Canto do Ipupiara: clarear a mente. Invocou a voz do ser aquático para liberar da magia qualquer um a ouvir. +1 ATK – 2 Energia.
2° Movimento: Saltar na água e resgatar o refém se afogando. Nenhum ponto gasto.


Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
49

Data de inscrição :
05/05/2013

Idade :
1760

Ver perfil do usuário
here's Bira
Bira
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Seg Jan 14, 2019 4:25 pm

O membro 'Bira' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 2

--------------------------------

#2 '1D2' : 1
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Jack Kirby em Qua Jan 16, 2019 10:16 am


FUGA DAS DOCAS
Resgate abaixo de tiros.


Monge de Ferro:

Docas do Rio de Janeiro 8462946_orig

Davi sata do guindaste para defender o refém que estava na linha de tiro entre os soldados, um dos reféns que haviam corrido e Thiago que, ao ver que corria risco, saltou para se desviar dos disparos. Com o braço biônico Davi consegue segurar grande parte dos disparos, enos dois deles que atingem as pernas do refém e o fazem cair no chão sem poder andar. Thiago, ao se lançar ao chão, consegue desviar dos disparos com agilidade, além de ter sido auxiliado pelo braço biônico do Capitão Brasil.

Ubiratã, após ver que suas medidas não tinham sido muito eficazes, se lançou no mar para salvar o refém que estava se afogando. Enquanto corria na direção do refém, o índio invocou a habilidade de uma das criaturas folclóricas e utilizou seu canto para retirar a todos do encantamento do medo. Logo que iniciou a canção todos os soldados e reféns pararam por alguns segundos e uma breve dor de cabeça os atingiu.

Nesse momento Davi viu uma brecha e, sabendo que o inimigo mais mortal estava prestes a se levantar, mirou contra o monge de ferro assim que o mesmo havia saído debaixo dos containers. Com uma mira certeira, Davi dispara na abertura do reator de energia no peito do Iron Monger, fazendo com que diversos raios elétricos saíssem do peitoral da armadura. Uma reação em cadeia se deu no robô, o fazendo se contorcer e entrar em curto-circuito por todo o corpo. Uma imensa explosão então se deu, fazendo com que todos os containers do local fossem arremessados para todos os lados, passando por cima da cabeça dos heróis.

Assim que todos se levantaram após a grande explosão, soldados, reféns e os heróis viram containers e outros veículos do lugar espalhados para todos os lados. Rapidamente os 4 soldados identificaram Davi, Thiago e Bira, agora ambos mais próximos, se levantaram e iniciaram uma onde de disparos, mas dessa vez com a mente limpa dos encantamentos da névoa de bira. Eles fazem uma linha de disparos, uma atrás do outro e, um de cada vez, entre os disparos de suas metralhadoras, lançaram granadas contra os 3 rapazes.


mensagem aos viajantes:


✦ Objetivo 1: Vencer Iron Monger (objetivo concluído) ;

✦ Objetivo 2: Salvar os reféns;

✦ Objetivo 3: Fugir com os reféns das docas (dois mutantes escondidos detrás da câmara criogênica e 4 reféns que foram retirados dos furgões;

//////////////////////



✦ Os três reféns estão em:
         - > 1 correu para um estacionamento cheio de carros para se esconder (um carro irá explodir e irá matá-lo caso ele não seja salvo em 1 turno);
         - > 2 Correu apavorado e caiu do pier da doca. (salvo pelo Bira. TA BOM THIAGO?)
         - > 3 imóvel no chão após ter sido aitngido nas pernas pelo disparo dos inimigos;


Refém 1 - 5/5 hp
Refém 2 - 5/5 hp
Refém 3 - 3/5 hp

✦ Cada um dos soldados, além dos disparos, irão lançar um granada. Para isso, além do dano normal, cada um irá gerar 1d10 e o resultado final será dividido entre vocês três;

✦ Vocês estão livres para decidirem quem salvará os reféns, quem lutara contra os soldados e quem protegerá o refém que está na linha de tiro;

✦ Para salvar 1 refém, o personagem que for salvá-lo terá que utilizar um de seus movimentos para isso;


#paz



//////////////////

Capitão Brasil: Aperfeiçoamento físico
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 16/40
C: 1/8 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3 (dano em todos os movimento de ataque)
DEF: 3 (proteção em todos os movimento de defesa)
Itens: Nenhum

#turno 12!

Perícias:
COMBATE CORPO-A-CORPO/ARTES MARCIAIS
O personagem, por qualquer que seja o motivo, é expert em combate desarmado e tem um conhecimento muito amplo acerca de artes marciais e técnicas de luta. Os personagens com essa perícia dominam o combate direto como ninguém, infligindo dano com mais eficácia em seus inimigos do que as pessoas normais.
Desvantagens:
✦ CÓDIGO DE HONRA
Você segue um código de honra muito rígido e específico, e ferir qualquer uma de suas cláusulas é passível de auto-punição. Seu código de honra é o de sempre defender as pessoas, e de não deixar ninguém para trás, amigo, refém e cidadão em perigo. Ele deve sempre se erguer contra injustiça, independente de quem esteja sendo opressor.

✦ VÍCIO
Você é viciado em algo e isso lhe consome, a necessidade do seu vício faz você muitas vezes sair do seu caminho. Capitão Brasil é viciado em seu remédio analgésico, pois os experimentos com ele foram feitos com tecnologia roubada e ainda não muito masterizada, então ele sofre de muitas dores, e apenas essa droga minimiza os efeitos.

✦ PONTO FRACO
Você possui um ponto fraco que ao ser atingido lhe causa um dano maior e bastante dor. Devido aos experimentos de reconstrução da coluna vertebral, o Capitão Davi Rocha possui uma fragilidade muito grande em sua lombar, que é sustentada por implantes robóticos, mas que caso seja atingida com força, lhe causa dores insuportáveis.

///////////////////////////////////

Thiago Gatti: Possessão espiritual
Valor dos dados por movimento: Nível 4 - 1d5
EXP: 30/60 (necessário para subir de nível)
HP: 30/40
Energia: 3/6 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 1/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 3
DEF: 2
Itens: Nenhum

#Turno  6


Poderes:
✦ O padre foi acometido por uma maldição na qual ele sofre possessão de  espíritos diferentes com diferentes poderes e personalidades. A princípio são conhecidos 7:

✦ Um anjo celestial com asas, superforça. (2)
✦ Um lutador de MMA com 4 braços com habilidades aprimoradas: força, destreza, sentidos e raciocínio (3)
✦ Um psicopata assassino com a capacidade de ressoar as moléculas do corpo fazendo mudar de fase permitindo atravessar qualquer material. (4)
✦ Um músico bêbado com gravitocinese. (5)
✦ Um político corrupto com capacidade de controlar as emoções e sentimentos das suas vítimas. (6)
✦ Um soldado paranóico com pirocinese. (7)
✦ Um ninja com supervelocidade. (8 ).

Para ser possuído por um dos espíritos é necessário o gasto de um ponto de energia e a escolha de qual espírito irá surgir é feita de forma aleatória através de rolagem de dados, inicialmente 1d8. Caso o resultado seja 1, a possessão falha e o padre precisa aguardar no mínimo 2 turnos para tentar novamente. Em batalha cada possessão dura exatamente 5 turnos, pois há um desgaste espiritual para mantê-las, mas no dia a dia a posse pode acontecer sem que o padre invoque, podendo durar dias e ele não consegue lembrar de nada que os espíritos fazem.
Perícias:
✦ Quando não está sob possessão, pois as vezes falha, o padre teve que aprender a se virar e com isso adquiriu habilidades com armas brancas e pontaria para utilizar a sua besta. Para cada espírito existe uma perícia diferente:

(2) Mestre das curas
(3) combate corpo-a-corpo/artes marciais
(4) Caçador
(5) Jogo Sujo
(6) Lábia
(7) Armas de Fogo
(8 ) Furtividade
Desvantagens:
✦ Amaldiçoado: A possessão ao mesmo tempo que é um dom é uma maldição e como revés, ao acessá-la tem que ser gasto um ponto de energia, sendo que nem sempre funciona.

✦ Marcado: O padre possui a marca de uma cruz no peito devido a um ritual que foi submetido para retirar a maldição.

✦ Devoto: O padre é devoto à sua religião Católica Apostólica Romana e sempre que ele vê um dos objetos sagrados da igreja ele faz o sinal da cruz, mas quando está sob posse ele não consegue

///////////////////////////////////

Bira: Mimetismo do Folclore Brasileiro
Valor dos dados por movimento: Nível 1 - 1d2
EXP: 0/10 (necessário para subir de nível)
HP: 10/10
Energia: 4/4 (vezes que pode usar seu poder)
Conhecimento: 3/3 (vezes que pode usar sua perícia)
ATK: 1
DEF: 3
Itens: Nenhum
#Turno 4


Poderes:
✦ Mimetismo do Folclore Brasileiro

Ubiratã foi abençoado com o gene mágico (mutante) de sua tribo, nascendo com habilidades de transformação, ou mimetismo. Em específico, seus poderes tornam-lo capaz de se transformar em seres místicos do folclore brasileiro e incorporar seus poderes. Até agora, consegue controlar as seguintes sete formas:

1 - O Lobisomem > Físico e sentidos aprimorados > lobo humanoide
2 - Boitatá > Pirocinese > serpente em chamas
3 - Capelobo > Físico aprimorado, grande aumento na velocidade > humanoide coberto de pelos, cabeça e focinho de tamanduá-bandeira, patas redondas
4 - Corpo-seco > Contato/toque putrefato > assume a forma de um morto-vivo, ligeiramente lento
5 - Ipupiara > Todos atributos melhorados na água, seu canto pode encantar > Forma de um homem-peixe
6 - Mapinguari > Superforça e resistência aprimorada > símio, pele de jacaré, garras pontiagudas
7 - Saci > Manipulação de magia, nível médio > garoto negro com uma única perna
Perícias:
✦ Rastreador
Desvantagens:
✦ Marcado [Possui uma tatuagem negra nas costas que simboliza seu exílio da tribo];

✦ Devoto [É devoto às entidades/criaturas místicas que fazem parte do folclore brasileiro, particularmente da região amazônica];

✦ Ponto fraco [A marca nas costas foi fruto de uma magia druídica lançada pelo Pajé de sua tribo, tornando a região mais vulnerável que o comum].



////////////////////////////////////////////////////////////////////////

Mutante 1
HP:1
dano: 1d2

Mutante 2
HP: 2
DANO: 1d2

////////////////////////////////////////////////////////////////////////

INIMIGO(S):

Irom Monger Armor
HP: 00/90 (fora de combate)
Nível: 9
Dano: 3d10
exp: 90

Soldado 1
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 2
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 3
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5

Soldado 4
nível 1
HP: 5
dano: 2d2
exp: 5


CAPTAIN MARVEL


Última edição por Jack Kirby em Qua Jan 16, 2019 11:26 am, editado 1 vez(es)

Ficha X-Marvel
Level : 20
Poderes:
Mensagens :
297

Data de inscrição :
12/05/2015

Ver perfil do usuário
here's Jack Kirby
Jack Kirby
Narrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Qua Jan 16, 2019 10:16 am

O membro 'Jack Kirby' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 2

--------------------------------

#2 '1D2' : 1

--------------------------------

#3 '1D2' : 2

--------------------------------

#4 '1D2' : 1

--------------------------------

#5 '1D10' : 10

--------------------------------

#6 '1D10' : 9

--------------------------------

#7 '1D10' : 2

--------------------------------

#8 '1D10' : 1
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Davi Rocha em Qua Jan 23, 2019 5:41 pm

Pátria amada, Brasil  
Ouviram do Ipiranga às margens plácidas de um povo heróico um brado retumbante, e o Sol da liberdade em raios fúlgidos brilhou no céu da pátria nesse instante.


___________________________________________________________________


BOOM.

Tudo foi pelos ares assim que a enorme armadura, aparentemente deu um curto circuito e se explodiu, jogando fragmentos de sua lataria, baterias e outros tipos de circuito por todos os lados. Barris, contêiners mais leves e outros objetos "leves" também foram arremessados, o que fez com que ninguém estivesse a salvo naquele raio.

Fui arremessado, como previsto. Bati com as costas no chão, sentindo um dor terrível, que não poderia ser descrita de nenhuma maneira em qualquer língua existente ou extinta. Com sorte, vi uma mão amiga, e a segurei, buscando apoio para me levantar, já que aparentemente a batalha não estava ganha ainda.

— Prazer, sou o padre Thiago Gatti, e aprecio sua ajuda, espero que possamos nos livrar logo dessa situação. — Me levantei e olhei da cabeça aos pés para o homem que me ajudava.

Eu há muito não ia para a igreja, mas havia frequentado a instituição desde que me entendia por gente até os 18, e não me recordava de ter visto um padre desse jeito, que se pudesse, poderia ter escolhido uma carreira de modelo, ou simplesmente ter arrumado qualquer mulher que quisesse no mundo. E por que diabos ele parecia tão mais calmo, sendo que durante todo o combate ele estava agindo de maneira completamente diferente?

— Sou o Capitão Davi Rocha, forças especiais. — apertei a mão dele — Escuta, padre, eu confio nas suas habilidades. Ainda tem um refém pra ser salvo, eu tou indo lá agora, segura isso aqui — Entreguei minha arma em sua mão — E acaba com esses filhos da pu...

Foi rápido demais. Tão rápido que eu quase nem percebi.

Cortei minha fala pela metade e puxei o padre para trás comigo, tentando bloquear as explosões e tiros que os soldados inimigos estavam desferindo contra nós. Senti meu braço começando a ficar mais pesado, como se estivesse começando a apresentar mais defeitos. Eu precisava de um longo descanso em berço esplêndido.

Após me recuperar, saio correndo com dificuldade, até o civil que estava ainda, desesperado na direção de um carro prestes a explodir. Dei aquele pique, forçando todos os meus músculos a trabalharem pra mim no ritmo em que eu queria e ao chegar perto pulei nele, para derrubá-lo antes de chegar ao veículo que, aparentemente explodiria em breve.

Levantei-me e fui arrastando ele pra longe, torcendo para que o padre, e o índio, que aparentemente era amigo, resolvessem o problema com os agentes.




MOVIMENTOS:

1 - Me defender das granadas e tiros. DEF +3
2 - Ir salvar o refém. Sem gastar Pontos.






Ficha X-Marvel
Level : 6
Poderes:
Mensagens :
54

Data de inscrição :
04/05/2014

Ver perfil do usuário
here's Davi Rocha
Davi Rocha
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Qua Jan 23, 2019 5:41 pm

O membro 'Davi Rocha' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D3' : 1

--------------------------------

#2 '1D3' : 3
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Bira em Qui Jan 24, 2019 8:06 pm


AWAETÉ
gente de verdade
O
efeito do feitiço foi poderoso o suficiente e alcançou os ouvidos dos amaldiçoados, tornando-os lúcidos uma vez mais. Mas a lucidez duraria pouco para aqueles soldados, dependendo de Bira. O índio já estava puto o suficiente com todas aquelas explosões e sirenes aleatórias para tudo quanto era lado. Quase foi arremessado nessa última, agora, quando a máquina mortífera foi estraçalhada em pedacinhos. Teve de se jogar ao chão e afundar a cabeça do morador de rua no concreto para salvá-lo, também.  

Agora teria de lidar com os caras de uniforme preto, novamente. Dessa vez tentaria ser mais agressivo e tentaria acabar de vez com eles. Quando levantou, percebeu que estava mais próximo dos homens que estavam lutando ao seu lado, aparentemente. - Vou lhes mostrar a força de um Awaeté! - Anunciou enquanto se preparava para receber os disparos que os soldados estavam prestes a efetuar. Viu que o parceiro de braço metálico tomou a frente para os defender, então aproveitou para avançar, também, já mimetizando seu corpo na Sexta Forma, o Mapinguari.

Sua pele transformou-se rapidamente em uma couraça de jacaré, coberta pelas escamas flamejantes da Segunda Forma, o Boitatá, tornando-se muito resistente a danos. E agora só havia um dos olhos, grande e centralizado, como se fosse um ciclope enorme. O Mapinguari possuía força tremenda, capaz de levantar um carro grande com facilidade, além de utilizar as poderosas garras para desferir golpes devastadores.

Com todo o poder de duas criaturas folclóricas em sua posse, Bira deu um grande salto em direção aos soldados, almejando ser atingido pelas granadas no ar para repeli-las ou explodi-las. Ao pousar, atingiu o chão com as duas mãos, usando toda a força, almejando criar um impacto pirocinético poderoso entre os quatro soldados, em uma tentativa de queimar todos.






Ações:


1° move: transmutar o corpo nas formas de Mapinguari (Superforça e resistência aprimorada) e Boitatá (Pirocinese) para defender as granadas/tiros. + 3 Def - 2 Energia.

2° move: atingir o meio dos soldados com um golpe envolto em chamas. + 1 Atk – 2 Energia.



Obs: ainda tem 4 de energia no template que tu usou, mas se for erro, uso 1 de energia para cada ação


Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
49

Data de inscrição :
05/05/2013

Idade :
1760

Ver perfil do usuário
here's Bira
Bira
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Qui Jan 24, 2019 8:06 pm

O membro 'Bira' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D2' : 1, 1, 2, 1
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Spectrum em Sex Jan 25, 2019 4:08 pm


In nomine patris
Que Deus nos proteja


A
o conseguir esquivar das balas e acompanhar a completa destruição do robô, através de uma explosão,  finalmente me apresento para o companheiro de batalha, já percebendo que um novo espírito começava a se manifestar. Ao ouvir que o homem, a quem a essa altura podia chamar de aliado, era um capitão do exército, percebo instantaneamente quem assumiu a personalidade:


-Sargento Martins se apresentando para o serviço Capitão. – Falo isso batendo continência para Davi, ao tempo que rapidamente o mesmo se interpõe à minha frente para segurar os ataques dos soldados.

O ato heroico do Capitão mexia com o brio de Martins. O espírito pertenceu a um jovem sargento do exército que acabou morto em uma intervenção nos morros do Rio de Janeiro. O garoto sempre sonhou em servir o país em uma luta armada contra outras nações, nunca imaginara que seria morto por seus próprios compatriotas. O fato dele ser mutante, o fez esconder por muito tempo suas habilidades com medo de represálias, mas meses antes de morrer ele havia assumido sua condição para seus comandantes que viram uma oportunidade de transformá-lo em uma arma secreta. Pena que nem todos no batalhão pensavam dessa maneira, e Martins acabou caindo em uma emboscada armada por um de seus colegas de farda junto aos traficantes.


Logo que os tiros e explosões cessam um pouco. Vejo o homem com aspecto indígena se transformar em uma figura grotesca e atacar os soldados. Parecia um soldado de grande valia. Nesse momento percebo um dos civis caídos próximo de onde ocorria toda a batalha e sentindo que ele acabaria sendo morto caso não fosse retirado dali, eu me aproximo do mesmo e o coloco nos ombros correndo para o mais distante possível como numa cena de Platoon, salvando um soldado ferido.


Após colocar o civil em segurança sinto minhas mãos flamejarem enquanto o fogo começa a surgir em labaredas cada vez mais fugazes. Corro na direção dos nossos atacantes e colocando as duas mãos pra frente lanço uma torrente de fogo como se fosse um lança chamas percorrendo toda a extensão de onde os homens estão para fazer com que queimem em brasas.

Movimentos:

Movimento 1: Salvar o civil que havia levado um tiro e leva-lo para longe da batalha.

Movimento 2: Atacar os soldados com uma rajada de fogo, usando 2 pontos de energia. +3 ATK




#GloriaaDeuxxx

Lorde, The Hunger Games.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes:
Mensagens :
19

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
here's Spectrum
Spectrum
Vingadores BR

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Excelsior em Sex Jan 25, 2019 4:08 pm

O membro 'Spectrum' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D5' : 3, 3
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Docas do Rio de Janeiro Empty Re: Docas do Rio de Janeiro

Mensagem por Conteúdo patrocinado

here's Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum