Floresta da Tijuca

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Dez 27, 2018 11:38 am

Floresta da Tijuca 1488_circuito-das-almas


A Floresta da Tijuca é um dos quatro setores em que se divide o Parque Nacional da Tijuca, no município do Rio de Janeiro, no Brasil. O parque, que possui 3 972 hectares, é a quarta maior área verde urbana do país, superada apenas pelo Parque Estadual da Cantareira (7 916,52 hectares), da Reserva Floresta Adolfo Ducke (10 000 hectares) em Manaus e do Parque Estadual da Pedra Branca (12 500 hectares).

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Victor Machado em Sex Dez 28, 2018 12:27 pm

O Despertar

O breu que minha mente estava inundada começou a desaparecer aos poucos. Fachos de luz invadiram meus olhos e me lançaram novamente no mundo que eu conhecia. Infelizmente, eu me lembrava do que havia acontecido, me lembrava da tentativa de assassinato, me lembrava dos projéteis atingindo meu corpo e do soro de controle artrópode penetrando no meu organismo. A dor era quase insuportável e, sem dúvidas, eu estaria gritando ou desmaiado, se já não estivesse desacordado.

O sol no Rio de Janeiro era forte quase todos os dias. A cachoeira onde eu estava caído me refrescava o rosto, contudo, o tronco estava exposto ao sol e já me causava calor. Me levantei devagar, sentindo cada parte do meu corpo doer no processo.

Agachei novamente,apenas para beber água com as mãos. Olhei ao redor e não vi nada além de uma vegetação densa e grande. Um passo por vez, comecei a caminhar por um caminho que eu acreditava ser uma trilha, até que encontrei uma placa que dizia: "Floresta da Tijuca".
"Então eu estou na floresta da Tijuca... Isso torna as coisas menos piores." - pensei, enquanto caminhava pela mata.

Em minha mente, sussurros intermináveis iam e vinham, me deixando tenso a cada onda.

Observações:

- Meu personagem não fazia ideia dos acontecimentos que envolviam Thanos e estava desacordado no momento do estalar de dedos, acordando pouco tempo depois de metade do universo ter desaparecido.

___________________________________________________





Ficha

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
10

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
Victor Machado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Sex Dez 28, 2018 8:14 pm

Bichos escrotos saiam dos esgotos...

Victor desperta ainda meio confuso com tudo que acontecera. Os fatos surgem como flashs em sua mente. Era para ele estar morto, mas além de estar vivo, algo dentro dele fazia com que ele ouvisse os insetos ao seu redor. Ele vaga sem rumo por entre a floresta até localizar uma placa que faz com que ele se situe... Para todos os efeitos ele estava morto e aquilo era bom, caso alguém o tivesse perseguindo... Mal sabia ele que não sobrara muita gente para persegui-lo.

O homem ainda vagava tentando entender como funcionava aquilo dentro de si quando escutou vozes adentrando a floresta.

- Ae leke, os coroa tava lá pagando mó sermão porque tinham achado meu baseado e do nada... puf... viraro pó... Aí mermão, foi sinixxtro... Eu fiquei com maior cara de ué e ralei peito, vai que era alguma doença... Huahuahauha...

- Ah brother, a parada lá em casa foi mais sinixxtra, os PM tava derrubando o bicho lá no Morro tá ligado? Eu tava suave lá na laje só de bituca, daí do nada escutei os pipoco... Parece que um dos gambé virou pó também e os cara achavam que tinha sido alguma bruxaria do Zé Laranja, e sentaram fogo, só que aí uns cara do bando do Zé também viraro pó e ninguém entendeu mais nada... Eu quase pego uns pó daquele para gente cheira um pouco... huahauah... Já terminou de enrolar a ceda?

Os dois rapazes arregalam os olhos ao verem a figura grotesca na qual Victor havia se transformado e começam a andar para trás devagar, até que um deles tropeça em um galho e cai. O outro saca uma arma do cós da calça e efetua um disparo na direção de Victor.

- Sai pra lá aberração... Ce não vai transformar a gente em pó não... – Mais um disparo.

Avisos e demais informações:

Um dos moleques drogados efetuou dois disparos em sua direção. Qual será sua reação? Você tem dois movimentos.

Victor Machado: União Artrópode
Nível 1: 1d2
XP: 0/10
HP: 10/10
Energia: 5/5
Conhecimento: 1/1
ATK: 3
DEF: 2
Perícia: Rastreador
Desvantagens: Mudo, Surdo, Aparência Monstruosa

Drogado 1
HP: 3
Dano: 1d2
XP: 5

Drogado 2
HP 3
Dano: 1d2
XP: 5

Vida de Inseto!!!



Última edição por Excelsior em Sex Dez 28, 2018 8:15 pm, editado 1 vez(es)

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Sex Dez 28, 2018 8:14 pm

O membro 'Excelsior' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D2' : 2, 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Victor Machado em Seg Dez 31, 2018 12:13 pm



Miríade
O infinitona palmada mão
As ondas continuavam inundando minha mente. Pouco a pouco elas passavam de apenas ruídos ou sons sem compreensão para sussurros e até mesmo palavras. Ter aquela sensação na minha mente me deixou eufórico. Eram muitos pensamentos, mas eu percebi que, me concentrando, eu conseguia ouvia apenas um ou dois pensamentos, o que me deixou bastante aliviado, já que eu acreditava que estava ficando louco.

Logo depois de bloquear os pensamentos de "seja lá quem fosse", eu consegui focar em mim mesmo. Olhei meu corpo através de uma poça D'Água no chão e percebi que meu corpo estava com uma estranha coloração pálida e estava repleto de pequenos orifícios que abriam e fechavam.
"Meu Deus, o que eu me tornei?!?!" - pensei, enquanto me afastava da poça.

Não tive muito tempo para pensar no assunto, pois dois jovens pareciam conversar abertamente e pelo estilo extravagante como falavam e moviam os braços, pareciam falar bem alto, o que me alertou para outro problema.
"Eu não estou ouvindo o que eles falam. Meu Deus, eu não estou ouvindo nada!!!"

Me dei conta, naquele momento, que, por estar em uma floresta, ela deveria ser bem barulhenta, com o barulho de água corrente, pássaros cantando, folhas balançando ao vento. Infelizmente eu não escutava nada e, naquele exato momento, eu fiquei muito preocupado.

Ao me avistarem, os jovens ficaram com medo, uma reação óbvia, dada a minha atual condição. Um deles sacou uma arma e efetuou um disparo. Eu não ouvi o som do disparo, mas imaginava que devia ser bem alto. Infelizmente meus temores estavam certos: Eu estava surdo.

Numa reação involuntária, me abaixei para tentar evitar o balaço. Foi exatamente nesse momento que eu tive uma sensação esquisita, como se meu cérebro estivesse em queimando. Foi nesse momento que um enxame de insetos apareceu de vários locais diferentes. Eles voavam de maneira aleatória, mas se mantinham entre eu e os dois rapazes. Estiquei a mão na direção do meu agressor e tentei gritar:
- PARE!! EU NÃO SOU INIMIGO!!!

Nenhuma palavra. Nenhum som saiu. Será que eu também estava mudo?

Como em uma onda, meu cérebro queimou e o enxame de insetos seguiu na direção dos jovens, atacando os dois como podiam. Aproveitei a oportunidade para correr e me esconder atrás de uma árvore. foi então que vi, na palma da minha mão direita, um marimbondo batia suas asas de modo triunfante. Por algum motivo, eu não tinha medo. No meu íntimo, eu sabia que eles tinham me salvado.
"Obrigado amiguinho. Você me salvou." - pensei, incapaz de poder falar.

Como resposta, uma onda em minha mente se fez presente. O marimbondo havia falado comigo em pensamento. Era uma forma bem primitiva de comunicação, mas eu podia compreender e sentir o que sentiam. De alguma forma, estávamos ligados.

Outro disparo aconteceu da arma do rapaz, mas dessa vez eu estaria mais preparado.
"Será que eu posso chamar outros amigos para a festa?" - pensei, enquanto me concentrava.

Não demorou muito para um grupo de formigas começasse a atacar também os rapazes, subindo por suas pernas e desferindo picadas dolorosas. Eu aguardava, protegido pelo tronco nodoso das árvores da floresta. Esperava que aquilo fosse mais do que suficiente para assustá-los para sempre.

Obs:


- Usarei 1 ponto de energia para tentar me defender dos disparos, ao lançar os marimbondos contra os drogados e depois, mais 1 ponto para atacar os dois com as formigas, então vou rolar dois dados.
- Procurei me abaixar e me esconder atrás das árvores como medidas de proteção também, mesmo ciente que pode não ser tão efetivo.




___________________________________________________





Ficha

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
10

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
Victor Machado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Seg Dez 31, 2018 2:39 pm

O membro 'Victor Machado' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 1

--------------------------------

#2 '1D2' : 2

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qua Jan 02, 2019 8:17 pm

Bichos escrotos saiam dos esgotos...

Victor acabou sendo vítima do medo e da situação. Os garotos ao verem aquela aberração reagiram da forma mais insensata possível. Para sua sorte, porém, uma nuvem densa de marimbondos se interpôs entre ele e os rapazes, fazendo com que o primeiro disparo não o atingisse e desse tempo dele se esconder. Contudo, o segundo tiro o acerta de raspão. O que faz com que ele comesse a sangrar.

Victor percebe que pode se comunicar com os insetos próximos dali e numa tentativa de fazer os garotos sumirem ele faz com que um tropa de formigas de fogo comecem a atacar os rapazes. Os garotos começam a se sacudir, e se coçar enquanto as formigas continuam avançando.

- Que porra é essa leke?? Vamo dar o fora daqui, rápido... – Os moleques se levantam e um deles começa a adentrar a floresta, mas o outro está paralisado, pois sofreu um choque anafilático causado pelas picadas das formigas. O outro garoto ao perceber que o amigo havia ficado para trás, apressa ainda mais o paço até desaparecer.

Victor respirava aliviado, ainda meio atônito com tudo aquilo. Ele não fazia ideia do que havia acontecido no mundo, e não ouvir nem falar colaborava ainda mais com a sua falta de informação. Ele de repente se dá conta que o garoto que fugira podia alertar sobre sua presença. Ele precisava sair dali o quanto antes. Mas o que ele encontraria?

Avisos e demais informações:

Você derrubou um dos moleques, mas o outro fugiu. Agora faça um post interpretativo do que você vai fazer. Se permanecerá no mesmo lugar ou tentará sair de onde está. Após isso darei continuidade.

Obs: Na próxima que for usar os dados, você clica em pré-visualizar antes de postar que na parte de baixo você vai ter as opções de dados para rolar. ;)

Victor Machado: União Artrópode
Nível 1: 1d2
XP: 5/10
HP: 9/10
Energia: 3/5
Conhecimento: 1/1
ATK: 3
DEF: 2
Perícia: Rastreador
Desvantagens: Mudo, Surdo, Aparência Monstruosa

Drogado 1
HP: 1/3
Dano: 1d2
XP: 5

Drogado 2
HP: 0/3
Dano: 1d2
XP: 5
Vida de Inseto!!!


___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Victor Machado em Dom Jan 13, 2019 9:03 pm



Miríade
O infinitona palmada mão
Estava acabado. De alguma forma, aquele infortúnio tinha terminado e, com a graça de Deus, onde qualquer outro ser, eu havia saído vivo e apenas com um leve ferimento. Coloquei a mão no ferimento e o forcei até onde a dor me permitia ir,na tentativa de parar o sangramento.

Os jovens que me atacaram haviam fugido quando viram o que eu podia fazer. De fato, esse era um poder bem inusitado. Controlar insetos poderia ser bem útil para mim, afinal, eles tinham habilidades variadas e eram bem numerosos.
"Agora preciso sair daqui. Se alguém ouviu os tiros que aqueles caras dispararam, logo isso aqui vai estar tomado de policiais. - pensei, enquanto caminhava mais para dentro da floresta.

A medida que caminhava, percebi que estava cada vez melhor na arte de dominar meus poderes. Pouco a pouco, eu podia entendê-los mais e mais. Eles simpatizavam comigo sentimentos de proteção e coragem, acima de qualquer coisa.
"Nunca foram tão incríveis, meus amigos."

Já cansado e com sede, voltei para o pequeno lago formado por água de cachoeira onde eu havia começado minha jornada. Ali, tentei lavar minha ferida, me hidratar e, depois disso, pensar nos próximos passos.

___________________________________________________





Ficha

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
10

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
Victor Machado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Ter Jan 15, 2019 7:35 pm

Bichos escrotos saiam dos esgotos...

Victor decide dar uma volta para conhecer melhor seus poderes e tentar despistar os garotos. Mas por não ter uma ideia clara de para onde ir ele acaba voltando para a cachoeira para se refrescar.

De repente, ele vê um dos garotos que haviam fugido voltar com um homem mais velho, com uma tez negra, porte atlético, alto, com uma cicatriz no rosto e um braço mecânico.

- Aí Tião, é esse mané aqui... Olha essa porrra? Ele fala com os bicho... Olha o Curió como tá estatelado ali... Passa ele... – O garoto não termina de falar, pois o homem o segura pelo pescoço e com um leve movimento quebra seu pescoço. Ele olha para Victor intrigado e expõe um sorriso com dentes metálicos.

- Aê, cê consegue me entender? – Ele gesticula. – Seguinte, os caras tão pagando uma grana para pegar gente como você. Vou te levar por bem ou por mal, o que vai ser?

Avisos e demais informações:

Você pode tentar fugir, se render ou tentar derrubar o cara, agora é com você. Caso você decida lutar você tem dois movimentos de ataque iniciais.

Victor Machado: União Artrópode
Nível 1: 1d2
XP: 5/10
HP: 9/10
Energia: 3/5
Conhecimento: 1/1
ATK: 3
DEF: 2
Perícia: Rastreador
Desvantagens: Mudo, Surdo, Aparência Monstruosa

Adversário
HP: 30
Dano: 1d4
XP: 30
Vida de Inseto!!!


___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Victor Machado em Sab Fev 16, 2019 9:04 am



Miríade
O infinitona palmada mão
Bem que dizem que alegria de pobre dura pouco. O pouco tempo que tive para me recuperar só me rendeu uma saciada na sede e alguns poucos minutos de descanso, logo o rapaz que eu havia atacado estava de volta, trazendo outra pessoa, maior, aparentemente mais forte e mais cruel também.
"Droga... será que meu dia nunca termina?" - pensei, olhando para os dois.
Eles voltaram a conversar entre si, mas estavam falando rápido demais e a minha leitura labial era muito ruim para conseguir entender tudo perfeitamente. Consegui apenas entender que o grandalhão estava sendo pago.
"Sendo pago ou não,eu não posso permitir que vocês me matem."
Novamente, senti uma onda de energia percorrer meu corpo, enquanto algumas formigas saúvas cercavam os dois e começavam a subir pelo corpo de ambos, tentando causar picadas ferozes e dolorosas e enquanto ambos se distraíam com as formigas, pequenas lagartas caíam do topo das árvores nos meus adversários, atacando-os e causando novas dores pelas suas espículas presentes no corpo.
Nesse meio tempo, me escondi na floresta novamente, usando a mata selvagem como aliada.

[spoiler=Informações extras
- Estarei usando 1 ponto de energia para atacar meu novo inimigo, enquanto busco abrigo e proteção na floresta.
[/spoiler]


___________________________________________________





Ficha

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
10

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
Victor Machado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Sab Fev 16, 2019 9:04 am

O membro 'Victor Machado' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D2' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Fev 28, 2019 2:44 pm

Bichos escrotos saiam dos esgotos...

Victor percebe que as coisas estão ficando cada vez mais complicadas. Agora não eram meros garotos que ele devia enfrentar. Agora era um homem maior e, aparentemente, mais sanguinário, visto que ele facilmente elimina o garoto que o trouxe até ali.

Victor não podia deixar-se ser pego e para que isso não aconteça ele decide atacar o negro antes que o mesmo o ataque.  Usando de seus novos dons, o rei dos insetos, faz com que um exercito de saúvas subam no homem e comecem a picá-lo.

- Mas que porrra...ai...é essa? – O homem começa a se sacudir para tirar as formigas de seu corpo. – Pelo jeito... ai... vai ser no modo difícil... – O homem fala, mas nesse momento Victor já estava se embrenhando na mata.

- Volta aqui filho da puta? – O homem realiza um disparo na direção para onde Victor se encaminhara.

Avisos e demais informações:

O inimigo realizou 1 disparo de 1d4

Victor Machado: União Artrópode
Nível 1: 1d2
XP: 5/10
HP: 9/10
Energia: 3/5
Conhecimento: 1/1
ATK: 3
DEF: 2
Perícia: Rastreador
Desvantagens: Mudo, Surdo, Aparência Monstruosa

Adversário
HP: 26/30
Dano: 1d4
XP: 30
Vida de Inseto!!!


___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Fev 28, 2019 2:44 pm

O membro 'Excelsior' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D4' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Victor Machado em Qui Mar 07, 2019 12:16 pm



Miríade
O infinitona palmada mão
Como eu havia previsto, os ataques das formigas foram muito fracos para todo o potencial daquele inimigo. Era horrível depender de apenas um sentido para conseguir ter alguma interação com o mundo ao meu redor, por isso, não conseguia saber se eu estava sendo atacado enquanto me escondia. Pude perceber, somente após me esconder, que aquele homem carregava uma arma. Me abaixei para tentar não ser atingido pela arma, enquanto usava meu poder para chamar uma mosca, que pousou em minha cabeça. Ela seria uma grande aliada naquele momento difícil.
Eu precisava pensar rápido no que fazer. Não tinha muito tempo para fugir e eu não era mais rápido do que uma bala, por isso, precisava usar a minha tão adorada natureza como arma. O que poderia ser letal, até mesmo para o mais poderoso dos homens.
"Minhas amigas..." - pensei, enquanto me concentrava para entrar em sintonia como outros insetos no local."Nós estamos ligados pela mesma energia agora. podemos sentir um ao outro e, por essa razão, quero pedir a ajuda de vocês nesse momento de dificuldade. ajudem-me a vencer este inimigo mais uma vez!!"
Rapidamente, meus novos amigos se prontificaram. De uma maneira bem peculiar, pude sentir a coragem inflamando o corpo de cada pequena criaturinha, que deixavam suas casas sem saber se iriam voltar, apenas para socorrer um amigo em perigo. Mas é isso que a natureza faz, ela protege quem clama por sua ajuda, ela acalanta os corações dos magoados e destrói aqueles que atacam seus protegidos.
Usando meu poder, fiz cair do alto dos galhos das árvores, em cima dos meus inimigos, algumas taturanas (também conhecidas como lagartas) do gênero Lonomia, objetivando que meus inimigos fossem atingidos pelos espinhos das lagartas, recebendo, assim, veneno, que somado ao veneno das formigas, poderia colocá-los em uma situação desfavorável.
"Está na hora de mudar a estratégia e realizar um ataque aéreo." - pensei, quanto via minhas aliadas atacarem.
Apenas por precaução, me mantive perto de outras amigas estigmatizadas, afinal, eu precisava de um plano B, caso o primeiro não desse certo.

Considerações:

- Vou estar usando 1 ponto de energia para fazer as lagartas caírem nos homens e atacarem.
- Ainda estou abaixado e escondido na mata, próximo de uma colmeia de vespas(marimbondos), que podem atacar a qualquer momento.


Última edição por Victor Machado em Qui Mar 07, 2019 12:20 pm, editado 1 vez(es)

___________________________________________________





Ficha

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
10

Data de inscrição :
08/12/2018

Ver perfil do usuário
Victor Machado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Mar 07, 2019 12:16 pm

O membro 'Victor Machado' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


'1D2' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Francisco em Qui Mar 07, 2019 2:54 pm








Canta canta, minha gente



"PENSAMENTOS"     "FALAS"
E


nfim tive um pouco de paz. Subi sem folego para dentro do veículo e rapidamente Roberto me falava de tudo que havia acontecido. E quer saber... Eu não tava nem ai. Uns se fuderam, mas eu não. E era isso que me importava. Nenhum filho da puta se importou comigo ou com qualquer um da comunidade antes, mesmo sendo mutante ou não mutante. É tudo política mesmo. É sempre uns lucrando com a desgraça dos outros. E quer saber... Eu to cagando pra todo mundo.

Mas assim que vi aquela mulher entrar na sala, por um momento sequei aquele corpão, mas, sem poder evitar, me lembrei de Janaína. Já havíamos namorado antes. Eu levava ela para festas, rodas de samba, para os melhores botecos da Lapa e nós nos divertíamos a noite toda. Eu sabia os melhores bares e as melhores comidas e bebidas de cada um deles. Qualquer uma que saísse comigo estava bem servida e não ia faltar nada pra nenhuma princesa. E não foram poucas.

Mas com Janaína tinha sido diferente. ela era muito alegre, festeira, sorridente. O sorriso dela parecia uma colar de pérolas que brilhava na luz dos postes das ruelas lá da vila. Adorava dançar, caminhar pelas ruas, ir para qualquer lugar que pudesse se divertir. Nos apaixonamos e ela começou a falar sobre ser mãe. Puta merda, que assunto chato. Eu era da noite, da rua, dos bares, eu era do samba. Não tinha como escolher entre a vida da esbórnia e ser pai. Então, após esse assunto entrar em pauta, rapidamente nos separamos. Achei que podíamos ser amigos.... hahaha... jura. Havíamos nos amado demais para termos algo que não uma relação de amantes e Janaína não era mulher de se deitar com vagabundo de uma noite.

Agora o que era de Janaína?... Será que ao menos limparam seu corpo, a levaram para um hospital? E o enterro? Se metade da população do planeta morreu e Janaína vivia apenas com mãe, uma velha que mal caminhava. O que vai acontecer coma  mãe dela. Sozinha vai ter dinheiro pro enterro? "QUE MERDA!"... Não consegui prestar atenção a nenhum outro pensamento a não ser a lembrança de Janaína caída, morta, bem em minha frente.

- Eu faço parte desse grupo, na condição de poder matar qualquer soldado que estiver com os contra e quero um bom pagamento por cada serviço prestado. - Precisava continuar na pose, na frente daquelas pessoas. Mas no fundo tudo que eu queria era matar tantos quanto eu poderia para vingar Janaína. Se isso me fizesse ficar em paz e esquecer aquela imagem do corpo dela extendido em minha frente, eu faria isso com todas as minhas forças.

Assim que respondi o veículo deu uma balançada e Roberto fala que precisamos ajudar outro mutante que estava em perigo. Escuto toda a informação necessária e me encaminho até a porta de saída do veículo, com o mesmo em movimento. Peguei um comunicador que havia na mesa, o coloquei no ouvido e me levantei da poltrona do avião.  Coloquei um paraquedas e abri a porta, fazendo o vento e um forte barulho de corrente de vento entrar pelo local.

- VOU TRAZER ESSE CARA PRA VOCÊS E, UM DIA, VAMOS ATRAZ DAQUELES CARAS QUE ME CAÇARAM, FESHOW? - Falei isso e logo após saltei do avião.

Assim que pousei no chão abri um canal de comunicação para que me dissessem onde encontrar o rapaz que estava sendo atacado. Fui correndo através da mata, sem muita dificuldades, pois conhecia quase todas as florestas e matas ao redor e dentro do Rio de Janeiro. Corri até próximo do local e fui caminhando mais cautelosamente assim que ouvi um disparo. Me escondi atrás de uma arvore e consegui identificar meu alvo. um homem armado, disparando contra outro que havia recém se escondido.

Dupliquei uma vez meu corpo e fiz minha cópia tomar distância de mim. Ela então vem correndo de um lado da mata, segurando um pedaço de tronco enquanto gritava e o balançava. Assim que ela chama a atenção do alvo, minha cópia se joga para trás de uma árvore e assim pude chegar mais próximo do inimigo. Apareci atrás dele, após tirar sua atenção com minha cópia e golpeio sua cabeça com qualquer objeto que havia no loca, pedra, galhos, etc...

- AI FILHO DA PUTA! -


Francisco:

Nível4
Pontos de energia: 6/7
Pontos de Conhecimento: 3/3
Pontos de ATK: 3
Pontos de DEF: 1

MOVIMENTOS:


1 - Criar cópia para chamar sua atenção - 1 ponto de energia = 1d4 + 2 de atk
2 - Golpear o inimigo pelas costas - Movimento normal = 1d2 + 2 de ATK



Eu bebo sim Eu tô vivendo
Tem gente que não bebe
E tá morrendo



Última edição por Francisco em Qui Mar 07, 2019 2:57 pm, editado 1 vez(es)

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes:
Mensagens :
549

Data de inscrição :
25/07/2012

Idade :
31

Ver perfil do usuário
here's Francisco
Francisco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Mar 07, 2019 2:54 pm

O membro 'Francisco' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D4' : 4

--------------------------------

#2 '1D2' : 1
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Sharon den Adel em Qui Mar 07, 2019 6:14 pm

Missão 1 - O Resgate

1 mês que eu existo, eu mesmo: Reckoning. Só estou em um corpo com mais memórias de vida. Tudo que eu sei, que eu aprendi é basicamente é 30 anos de Sharon e 1 Mês de eu mesmo. Não sei nada da minha existência praticamente, mas sei que eu não sou Sharon, sou algo...mais poderoso, por isso decidi começar do zero.
Após algum tempo no Brasil vendo lugares, descobrindo as coisas, 2 pessoas me encontraram num bar na Lapa.
- “Gostei disso em. Se chama cerveja? Disse para o barman ali, mas sinceramente as cervejas holandesas são melhores.
Os 2 ao entrarem sentam perto de mim e começam a conversar. Diziam serem mutantes – pessoas com dons. Eles já eram mal vistos pelas pessoas, mas a situação piorou ainda mais. Metade do universo havia morrido e agora o governo os culpava por isso.
- “Isso explica a sensação que tive a pouco tempo como se emoções deixassem de existir em um raio de alguns quilometros.”
Agora eles estavam em uma missão. Resgatar quem precisa de ajuda.
- “Isso parece interessante...Por que não?

Fomos até uma nave onde a usamos para primeiramente ir logo ali, salvar um outro mutante de novo Francisco. Sentia a raiva de seus inimigos, assim como de Francisco por vingança.
Mancha e Magma conseguiram o ajudar e ele veio com a gente. Próxima parada: Floresta da Tijuca atrás de Victor.
Eu entro na sala e observando Francisco dando atenção a situação, e Roberto explicava a situação e procuro me sentar.
- “Realmente sou bem diferente dos seres humanos Roberto, mas sendo sincera...também não sou uma mutante. Na verdade, ainda não sei o que sou.” Digo enquanto rio.

Após o grito do piloto (engraçadão ele heim? Haha), pego o comunicador com Roberto e…
- “Aff...ele nem esperou pousar. Bom Roberto, é como ele disse. Fique atento aos nossos comunicadores.”
Peguei outro paraquedas e também saltei seguindo Francisco ali.
Ele era determinado e parecia que não pensava tanto. Talvez eu precisasse ficar de olho caso as coisas ficassem fora do controle.
Pousando na floresta, ele segue disparado como que conhecendo o local.
- “Então ok né...hora da ação!”
Sigo ele pela aquela floresta um pouco volumosa até ouvir um disparo.
- “Tomara que não tenha morrido.” Dizia preocupada.
Aquele momento era de tensão. Era possível sentir cada sentimento atrás do outro, uma verdadeira confusão.
Respirei fundo por alguns segundos procurando me acalmar. Minha vontade aumentou diante da situação e, enquanto Francisco ficava atrás de uma das árvores, notei a direção em que o homem estava concentrando seu foco.
Francisco usa seus poderes e leva seu clone para causar uma distração.
Momento perfeito para agir. Os sentimentos de raiva pelas sua variações que Francisco e o homem com arma tinham procuro utilizar para transformar isso em shurikens energéticas avermelhadas. Miro no homem e atiro elas torcendo para que o atingisse (Ação #1).
Enquanto Francisco parte pra cima dele, faço o mesmo e após a ação do meu parceiro. Procuro enforcar o homem por trás (Ação #2).

”Movimentos”:
1° Mov: Uso 2 pts de Energia para converter a raiva dos envolvidos ali em shurikens para atacar o adversário. (1d2 + 2 ATK)
2° Mov: Movimento sem uso de E/C tentando enforcar o adversário por trás. (1d2 + 2 ATK)
Credits: ○ Masquerade Girl by Sugar Avatars

___________________________________________________






Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
9

Data de inscrição :
26/04/2014

Idade :
20

Ver perfil do usuário
Sharon den Adel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Mar 07, 2019 6:14 pm

O membro 'Sharon den Adel' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D2' : 2, 2

--------------------------------

#2 '1D2' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Seg Abr 01, 2019 3:57 pm

Bichos escrotos saiam dos esgotos...

panorama:
Ataque de Victor: 1 + 3 ATK = 4
Ataque de Francisco: 4 + 2 ATK + 1 + 2 ATK = 9
Ataque de Sharon: 2 + 2 + 2 ATK + 1 + 2 ATK = 9
Soma dos ataques: 22
HP do Inimigo: 26 – 22 = 4 HP

Victor acaba sendo atingido mesmo estando escondido e percebe que sair dali não seria tão fácil. Ele sentia a dor, mas aquilo não podia impedir que ele continuasse lutando por sua vida. Rapidamente ele se comunica com algumas lagartas taturanas e faz com que elas se joguem do alto das árvores em cima de seu inimigo aplicando-lhe ferroadas a cada contato. Parecia algo como uma chuva de taturanas em cima do homem que se debatia para se livrar daqueles bichos.

Ao estabelecer vínculo com um vespeiro fincado na árvore a qual ele se escondia, Victor foi avisado da chegada de mais duas pessoas. Mas, para sua sorte, se tratavam de Francisco e Sharon que haviam vindo em seu resgate, embora ele ainda não soubesse disso.

Francisco que a essa altura já havia se duplicado, faz com que seu clone chame atenção do adversário, enquanto, ele próprio o ataca pelas costas com um tronco de madeira, fazendo com que o homem arqueie um pouco sentindo a pancada nas costas.

Já Sharon, aproveitando o sentimento de raiva que emanava do inimigo devido o ataque das lagartas, transforma essa energia em shurikkens e as lança contra seu inimigo, aproveitando o ataque realizado por Francisco. E antes que o homem pudesse se recuperar ela o agarra por trás lhe dando uma chave apertando seu pescoço a fim de enforcá-lo,

O homem sente muita dificuldade, mas consegue se desvencilhar de Sharon acertando-lhe uma cotovelada no estômago. Assim que se vê livre o homem efetua dois disparos sequenciais, um em direção à Francisco e outro em direção à Sharon. Por fim ele se lança contra Francisco dando-lhe um soco no rosto com o braço mecânico.

Avisos e demais informações:

O inimigo realizou 2 disparos de 1d4, primeiro em Francisco e depois em Sharon
O inimigo desferiu 1 soco com o braço mecânico de 1d4 em Francisco
Sharon e Victor ganham dois níveis para o próximo turno. Me digam onde colocar os 2 pontos que ganharam.
Francisco ganhou mais um nível. Me diga onde colocar o ponto a mais que ganhou.


Victor Machado: União Artrópode
Nível 3: 1d4
XP: 20/30
HP: 28/30
Energia: 5/5
Conhecimento: 1/1
ATK: 3
DEF: 2
Perícia: Rastreador
Desvantagens: Mudo, Surdo, Aparência Monstruosa

Francisco: Clonagem
Nível 5: 1d6
XP: 60/90
HP: 50/50
Energia: 7/7
Conhecimento: 3/3
ATK: 3
DEF: 1
Perícia: Combate corpo-a-corpo/artes marciais
Desvantagens: Delírio, dívida de sangue, vício, dívida

Sharon den Adel: Reckoning
Nível 3: 1d4
XP: 20/30
HP: 30/30
Energia: 5/5
Conhecimento: 2/2
ATK: 2
DEF: 2
Perícia: Lábia
Desvantagens: Obsessivo, vício, debuff

Adversário
HP: 4/30
Dano: 1d4
XP: 30
Vida de Inseto!!!


___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Seg Abr 01, 2019 3:57 pm

O membro 'Excelsior' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D4' : 4, 4

--------------------------------

#2 '1D4' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Francisco em Qua Abr 10, 2019 7:19 pm








Canta canta, minha gente



"PENSAMENTOS"     "FALAS"
O


fio da égua não demorou muito pra sacar sua arma e disparar contra nós. Sem muito tempo para reagir apenas utilizei mais uma vez minha clonagem. Criei mais uma cópia e fiz esta e a outra que já havia criado se jogar contra o inimigo para tentar abafar os disparos contra mim e contra a outra garota (1 - 2 de energia para criar cópia e comandar as duas cópias em campo para defender os ataques contra mim e contra Sharon). Além disso, antes que ele pudesse fazer qualquer outro ataque me joguei contra ele e junto com minhas cópias tentamos segurar seus golpes contra nós (2 - 1 de conhecimento para imobilizar o soco contra mim).  



Francisco:

Nível 5
Pontos de energia: 4/8
Pontos de Conhecimento: 2/3
Pontos de ATK: 3
Pontos de DEF: 1

MOVIMENTOS:


1 - 2 de energia para criar cópia e comandar as duas cópias em campo para defender os ataques contra mim e contra Sharon:  1d6 +1d6 +1 DEF
2 - 1 de conhecimento para imobilizar o soco contra mim: 1d6 +1 DEF



Eu bebo sim Eu tô vivendo
Tem gente que não bebe
E tá morrendo


Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes:
Mensagens :
549

Data de inscrição :
25/07/2012

Idade :
31

Ver perfil do usuário
here's Francisco
Francisco

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qua Abr 10, 2019 7:19 pm

O membro 'Francisco' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D6' : 1, 5

--------------------------------

#2 '1D6' : 6
Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Sharon den Adel em Qui Abr 11, 2019 12:41 pm

Missão I – O Resgate
Aquela cotovelada doeu um pouco. Ja levei algo assim em algumas brigas que fiquei envolvido(a)…aaaaaaaaa no Inglês é mais fácil me referir em algo…continuando.
A pessoa em questão tenta efetuar um disparo com aquela arma de fogo. Por intuição procuro me jogar no chão pra não ser acertado(a), mas o Francisco da uma mãozinha ali. - “Nesse caso então vamos aproveitar e acabar logo com isso.”
Sinto um rastro de medo vindo do local, pelo visto vinha do mutante que a gente iria salvar. Aquele sentimento creio eu que era o suficiente para fazer algo naquela situação. Manipulo essa energia abstrata obtida pelo medo e emito contra o adversário, no intuito de pelo medo lhe causar algum dano mental.(Ação #1)

“Observação”:
Vi que to no lvl 3 mas eu n decidi onde colocar os 2 pontos antes.
Coloca os 2 em Energia :naldinho:
“Movimentos”:
1° Mov: Me jogo no chão pra escapar do disparo. Sem uso de E/C (1d3 + 2 DEF)
2° Mov: Atingir o inimigo com energia abstrata proveniente do medo para lhe causar dano mental. 1pt de Energia (1d4 + 2 ATK)
Credits: ○ Masquerade Girl by Sugar Avatars

___________________________________________________






Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
9

Data de inscrição :
26/04/2014

Idade :
20

Ver perfil do usuário
Sharon den Adel

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Excelsior em Qui Abr 11, 2019 12:41 pm

O membro 'Sharon den Adel' realizou a seguinte ação: Lançar Dados


#1 '1D3' : 1

--------------------------------

#2 '1D4' : 1

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

Floresta da Tijuca Empty Re: Floresta da Tijuca

Mensagem por Conteúdo patrocinado

here's Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum