5th Avenue - Isadora

Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Excelsior em Ter Dez 18, 2018 7:35 pm

5th Avenue - Isadora Ir-as-compras-fifth-avenue-1024x703

A Fifth Avenue ou 5th Avenue é uma avenida extremamente movimentada de Manhattan, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América. Vai desde a rua Norte da praça Washington Square Park/Waverly Place(6th Street)em Midtown até a 143rd Street/Harlen River Drive, Harlem e devido às propriedades caras de particulares e mansões históricas que possui em toda a sua extensão, é um símbolo de riqueza de Nova Iorque.

___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty Re: 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Black Queen em Qui Dez 27, 2018 7:34 pm

A
ngel for
convenience!
That's my prerogative!


Isadora, poucos a conheciam bem, e os que viam acreditavam que a bondade que pairava em seus olhos existia em seu coração, mas ao contrario que pensam, a menina nasceu má, filha de dois sujeitos ruins e que após a morte de sua mãe, foi entregue para uma organização que aproveitava crianças, ou melhor, meninas para fazer armas letais e sem coração. E foi assim que a menina cresceu bonita, cheia de cuidados e finezas, com a conta de seu pai e sem nenhum coração.

Aquele momento, Isa passeava por entre o centro da grande Nova Yorque, tratando de assuntos de suma importância, que envolviam morte pesadas e de pessoas poderosas, e que ela tiraria de letra, porém, enquanto ela escutava atentamente as palavras do homem um som estranho é notado, e coisas começam a cair do céu, como aviões,  jatos e etc. Pessoas começam a gritar e o carro no qual estava segue em direção a um prédio, e antes mesmo que pudesse sair, sente a pancada da colisão. E nada existe ...

Os olhos da menina se abriam de forma confusa e indefinida, como se a luz e as trevas estivessem a brincar diante de si, e que seus olhos, apesar de gradualmente estarem a se abrir, não faziam sentido algum. Os pés, astutos, da loira fazem-na ficar de pé e ir em direção de um pobre sujeito que tremia de dor. Mas, meus caros, não pensem que a bela moça se entristecia por tal ato, não! Ela só queria compreender de fato o que estava a acontecer, o porquê de tantas criaturas estarem a sumir diante dos seus olhos, e não se diferiu em verdades, nem mesmo quando a falsa anja tocou-lhe o corpo sujo e simples.

Isadora abre a boca e pisa para trás, torcendo, dentro de si, para que Tess, sua melhor amiga estivesse ali. Mas, sabia que não estava à separação de ambas fora de forma tão imprevista e triste. Nunca havia se sentido tão só, nem mesmo quando sua mãe pereceu e seu pai a deixou para os cuidados e ensinamentos da seita, a mesma que acabará com sua vida. A treinará para ser o que é hoje, e não se via de outra forma, talvez por isso, talvez por nascimento. Nem mesmo as asas, que as pessoas ligavam a seres tão bons a ajudavam ou lhe filtravam daquilo, daquele sentimento, e as saudades, o medo, de sua amiga estar em apuros não ajudava a questão.

A loira dá as costas para o acontecido e deixa que suas asas brotem, brancas e o dobro de sua altura, e levanta voou para averiguar lá por cima o que estava a acontecer e o que faria a seguir. Os mafiosos para qual trabalhava havia desaparecido todos,  então, não existia no momento mais aquela morte, o que mais teria sobrado?


Can somebody please tell me why do men try to be
Something they could never be
'cause us woman our totally different pedigree


___________________________________________________





5th Avenue - Isadora Tenor
Angel
Deliver me into my fate. If I'm alone I cannot hate..I don't deserve to have you...Ooh, my smile was taken long ago..If I can change I hope I never know
Isa Herondale

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
84

Data de inscrição :
18/10/2014

Ver perfil do usuário
Black Queen

Voltar ao Topo Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty Re: 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Excelsior em Qua Jan 02, 2019 7:31 pm

Anjo e demônio

Após os acontecimentos estranhos e todo aquele caso, Isadora alçara voo sem perspectiva de para onde ir ou a quem encontrar. Ela acaba pousando em um prédio próximo à Quinta Avenida, quando sente seu celular vibrar, mas antes que pudesse atender o celular vai para a caixa de mensagens. A loira então acessa a secretária eletrônica e escuta a mensagem:

- Alô? Isadora? Talvez você não se lembre de mim, mas... Como posso dizer isso... Sou seu padrinho, Enzo Periconne!!! Seus pais se afastaram de mim depois que as coisas começaram a desandar nos negócios e só bem recentemente soube notícias suas... Bem, o que posso te dizer... Eu não ligaria se não fosse realmente necessário... Será que você poderia me encontrar no Starbuks da Trump Tower em 30 minutos? Lá te explico melhor porque te procurei... Bem, é isso... Biip. Mensagem encerrada.

A garota não podia acreditar. Afinal, quem era esse homem de verdade? E essa história de padrinho? O que ele realmente queria? Seria uma armadilha? Muitas coisas passavam por sua cabeça naquele momento. Seu passado novamente batera em sua porta. Até quando viveria à sombra dos fantasmas de Baron e Alice, seus pais? A curiosidade tomava conta da “anja” naquele momento. Mas seria uma boa ideia encontrar esse homem?
Avisos e demais informações:

Vamos começar com uma parte interpretativa. Você decide se irá ou não encontrar com o homem. Dependendo do que você fizer eu traço os novos rumos... Boa postagem.
Não se engane com as asas...




___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty Re: 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Black Queen em Seg Jan 07, 2019 3:58 pm

A
ngel for
convenience!
That's my prerogative!



Então nada ali lhe fazia sentido, o que restava era ir embora para sua casa, ver o que havia sobrado e seguir o plano. Continuar fazendo o que fazia de melhor. Justamente nessa hora sentiu seu telefone tocar. Deu um suspiro um pouco entediado e parou em meio a um telhado de prédio da Quinta Avenida. Fechou suas asas e pegou o aparelho dentro do bolso de sua calça jeans, extremamente linda, cara e provocante. Isadora era dada as futilidades, apesar de ter passado um bom tempo em sua vida presa na instituição, onde foi treinada para ser nada mais que uma arma, sua raiz rica e mimada jamais tinha se afastado, então, tudo que era caro lhe dava prazer. Ainda mais quando o dinheiro gasto vinha de algo extremamente ilícito.


A loira enfim pega o telefone e nota que a ligação tinha caído em sua caixa, o que a fez digitar rapidamente a senha para acessar. A voz que soa trás recordações sórdidas para a menina, fazia tanto tempo que não escutava aquela voz... um tom italiano prepotente e extremamente sedutor. Esse era o padrinho da menina. Baron e Alice tinham contatos horrorosos e tão péssimos quanto eles próprios, nunca ninguém havia entendido porque da à menina para o batismo para esse mafioso e o pior, não confiável, ele havia sumido sem deixar pistas, ao menos era isso que a Isa pensava.


A cara da anja demonstrava preocupações, ele nunca, jamais tinha lhe procurado, nem muito menos quando o maníaco e louco de seu, pós-morte de sua mãe, a deixou em um lugar para ser treinada como uma coisa que ele achava que ela deveria ser. Então porque ele lhe pedia ajuda? Por quê? E como ele sabia que ela tinha dado para tais ações maléficas. Isadora segurou o telefone com uma força absurda, na linha de quebrar o aparelho, mas esforçou-se mais um pouco.


Não era justo quebrar seu telefone por gente que nem deveria ter reaparecido, ela não queria ir... Poderia ser simplesmente uma piada, uma armadilha. Seu pai poderia ter entrado e contado com ele e pediu para que a executasse... E o pior é que só lembrava-se da voz, como se defenderia, como saber de onde viria o ataque? E como recusaria tal coisa, já que um de seus muitos defeitos era a curiosidade.


Ela ficou confusa, andou de um lado para o outro, odiava quando seu passado respingava em si, odiava ter que lembrar-se dos seus pais, de tudo que um dia eles haviam significado. Engoliu a seco e guardou o aparelho de celular e abriu as asas indo em direção ao local de encontro.



Can somebody please tell me why do men try to be
Something they could never be
'cause us woman our totally different pedigree


___________________________________________________





5th Avenue - Isadora Tenor
Angel
Deliver me into my fate. If I'm alone I cannot hate..I don't deserve to have you...Ooh, my smile was taken long ago..If I can change I hope I never know
Isa Herondale

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes:
Mensagens :
84

Data de inscrição :
18/10/2014

Ver perfil do usuário
Black Queen

Voltar ao Topo Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty Re: 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Excelsior em Sex Jan 11, 2019 1:13 pm

Anjo e demônio

Isadora é tomada pela curiosidade e resolve ir ao encontro do seu padrinho. Ela lembrava muito pouco dele, mas sabia que não era confiável, como todos que ela conhecia, exceto Tessa. Ela decide seguir para o local indicado pelo homem e tirar logo essa história a limpo.

Mas ao se aproximar do local, um frio começa a percorrer a sua espinha logo que ela avista o homem com cabelos negros penteados para trás, um bigode ralo, uma postura charmosa em um terno garboso cinza escuro com riscos de giz. De fato era o homem do qual se lembrava, e pior, memórias de sua adolescência começavam a surgir, memórias essas que ela havia trancado em um local seguro e sombrio. Ela se lembrara que por mais de uma vez esse homem havia lhe aliciado, tentara tocá-la em locais íntimos e só não o fez porque Isadora já não era tão inocente ao ponto de permitir. Era o mesmo desgraçado que ela ouvira conversar com seu pai, ainda quando criança, dizendo para que o homem se livrasse de sua mãe.

O ódio começa a percorrer as veias de Isadora, a ponto de ela pensar em dar meia volta e deixar aquele homem asqueroso esperando, porém, a expressão no rosto do homem era de alguém realmente preocupado, alguém que realmente precisava de ajuda. Além disso, Isadora via nele uma oportunidade de buscar um pouco de vingança, uma forma de se aproximar do seu passado e quem sabe encontrar a peça chave do quebra cabeça que se tornara sua vida: seu pai.

- Oh, olá. Você está linda, como sempre, e como você se parece com sua mãe?
– O homem se levanta para cumprimentar Isadora. – Sente-se. – Ele puxa a cadeira para a moça e depois senta-se à sua frente. – Bem, não sei nem por onde começar... Na verdade sei sim, gostaria de pedir perdão, bela... Perdão por ter sido um padrinho miserável, perdão por ter desaparecido e perdão por não ter impedido seu pai de manda-la para aquele local horrível. – Lágrimas começam a escorrer dos olhos do homem, mas até que ponto eram verdadeiras? – Olha, não sei se você sabe, mas seu pai morreu uns meses atrás. – A notícia pega Isadora em cheio, como se alguém lhe tivesse acertado um soco no estômago. Alguém tirara seu direito de vingar-se daquele puto. – Até o momento ainda não sabemos a causa da morte, mas sabemos que aconteceu na África. De qualquer forma, esse não é o motivo de eu te procurar. Na verdade, depois desse caos, nem sei mais se será necessária sua ajuda... Enfim... Eu preciso que você encontre um artefato para mim. Eu sei do que você é capaz e o quanto você foi treinada... Eu mesmo faria isso se não tivesse com um alvo bem grande em minhas costas... Não se preocupe que você será bem recompensada. – O homem esboça um meio sorriso e dá uma piscada para a loira enquanto acaricia sua mão. Aquilo faz com que Isadora se arrepie num misto de medo, nojo, raiva, mas ao mesmo tempo algo no homem a faz sentir-se seduzida. – Além de uma bela quantia posso lhe dar informações privilegiadas sobre as pessoas que fizeram isso com você e o paradeiro da sua amiga... – Como ele sabia sobre Tessa? O quanto aquele homem sabia e o que ele escondia? Isadora resolveu entrar naquele jogo. – O artefato está em um museu aqui próximo, preciso que você o tire de lá e traga pra mim. Como disse darei o que você quiser e muito mais... – O homem novamente faz uma cara de sedução e beija as costas da mão da moça. – É isso. Muito simples não? – Algumas gotas de suor brotam em sua face. – Ah, você terá ajuda lá de uma guia ela saberá quem é você.

Cabia agora a Isadora decidir se entrava no jogo do homem e descobria coisas sobre seu passado e sobre a sua amiga ou se acabava com a vida daquele verme ali mesmo, naquele momento e enterrava de vez seu passado, agora que descobrira que seu pai estava morto.

Avisos e demais informações:

Novamente o destino está em suas mãos. O que você irá fazer? Caso aceite a missão, você deve concluir a conversa e se direcionar para a entrada do museu, poste até o momento em que você adentra o museu e de lá eu te guio. O artefato é esse:
Artefato:
[img=https://os-reis-das-espadas.weebly.com/uploads/1/0/8/4/10843856/417900.png[/img]
Caso não aceite você pode optar por atacar Enzo ou ir embora e aí eu busco outra coisa para você.
Boa postagem...
Não se engane com as asas...




___________________________________________________





Mensagens :
733

Data de inscrição :
20/04/2014

Ver perfil do usuário
here's Excelsior
Excelsior
Administrador

Voltar ao Topo Ir em baixo

5th Avenue - Isadora Empty Re: 5th Avenue - Isadora

Mensagem por Conteúdo patrocinado

here's Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum