[FP] Donatella Gionne / Veronica Castle.

Novo Tópico   Responder ao tópico

Ir em baixo

[FP] Donatella Gionne / Veronica Castle.

Mensagem por Red Queen em Ter Dez 11, 2018 2:56 am

VERONICA CASTLE / DONATELLA GIONNE
Eu sempre soube que vermelho é a minha cor...
Madeleine Petsch / Helena Bonham Carter        .        Sra. Vermelho         .        19 / 48


CHARACTER INFORMATION

SPECIES:  Humano Mutante.

ABILITIES: Mimetismo Fantasmagórico: A mutante possui poderes que remetem aos atributos de um fantasma, como estabalecido pelo conceito humano do tema. Poderes como desmaterialização, intangibilidade, invisibilidade, voo, possessão , telecinese e telepatia em graus menores, são comuns.

SKILLS: Atuação; (Uma exímia atriz, Ronnie é especialista em assumir identidades diferentes das suas, algo que sempre a ajudou a escapar dos próprios problemas, durante sua vida crescendo como uma celebridade infanto juvenil).

FLAWS: Fetiche; (Veronica é obcecada pela cor vermelha, um traço que ela não conseguiu ocultar por muito tempo, mesmo após assumir a identidade da congressista de origem italiana, a Sra. Gionne).

BEGGINNING


    Veronica Castle não era uma menina exemplar, não importava o que seus fãs pensassem. Sentindo o suor escorrer de sua nuca, envolveu os cabelos longos com um puxão habilidoso e os domou em um coque. Arfou no processo, mas nunca perdendo o compasso. O impacto do corpo de Hunter contra o seu era especial. Quando haviam começado a atuar juntos naquele estúpido seriado de vampiros adolescentes que rendia milhões por temporada, sabia que em algum momento eles iriam para a cama. A tensão era visível mesmo em cena, e seus personagens que haviam começado como inimigos, já tinham um caso há mais ou menos duas temporadas com aprovação profunda do público. Seu salário havia sido generosamente ampliado, depois que seu agente tinha mencionado o convite da Warner Bros para que participasse num dos últimos filmes de Animais Fantásticos e Onde Habitam. É claro que ela teve que recusar o papel por causa da série, e isso gerou muito dinheiro.

     Ultimamente, tinha que admitir, sua vida era só sobre o dinheiro. Não falava com sua mãe desde que havia finalmente aberto o jogo sobre a adolescência sofrendo abusos de seu empresário e até então, seu padrasto. O homem tinha sido preso depois que decidiu divulgar as imagens gravadas em mais de uma ocasião com seu celular, nos últimos três anos. Seu irmão, filho do sujeito, também a tinha abandonado. Mesmo entre seu fandom, alguns diziam coisas horríveis ao seu respeito ou duvidavam de sua integridade. Que fossem ao inferno todos eles. Hunter gritou alto quando finalmente gozou, e virou para o lado como um coelho exausto. Esfregando-se contra o lençol de seda escarlate, Ronnie teve que tocar a própria intimidade até sentir-se satisfeita. Não podia dizer em voz alta, mas amava aquela cor. O vermelho era poder, fogo. Era a cor da força vital de todos os seres vivos. Era a cor que ela se forçava a ver quando queria morrer por odiar a si mesma. Cercada de vermelho, era mais fácil evitar os cortes, as feridas escondidas. Era mais fácil sentir paz. E prazer. Levantou-se para olhar a orla da praia de Ipanema. Férias no Brasil não estavam nos seus planos, mas se Hunter precisava despistar a namorada - que também estava no elenco de “Your Blood in My Vain” - ela não via problema algum. Só desejava agora que aquela viagem tão bonita não estivesse condicionada a um sexo tão ruim. Se as fãns de Hunter Matthew passassem uma noite na cama com ele, o seriado estaria condenado.
            Ligou na TV à cabo, zapeando os canais até parar na Fox News Internacional. Estivera isolada nos últimos dois dias, fumando maconha, tirando fotos, transando e fazendo postagens no Instagram para o fandom. Não tivera tempo de ver notícia alguma desde que relatos de uma luta em Nova York com seres extraterrestres foi relatada. Quem ligava se Nova York estava com problemas? Eles tinham os Vingadores, o Quarteto Fantástico, o Homem-Aranha e a droga dos vigilantes de Hell’s Kitchen morando todos no mesmo lugar. É claro que tinha que dar merda! Suspirando, desmaterializou-se para passar da porta de vidro até a varanda. Completamente nua, manteve-se invisível para aproveitar o sol sem se vestir. Gostava daquela liberdade. Principalmente porque era uma mutante ilegal de acordo com o Tratado de Sokovia. Sem ter se registrado, ninguém conhecia seus poderes.  Nem mesmo sua família, pois temia que a entregassem por vingança ao que fizera contra Robert, o marido de sua mãe serpente.
         
           Notou o que estava acontecendo antes que ouvisse os noticiários interrompidos para relatar o fim. O gesto cheio de violência que dizimou metade da população na Terra. Chocada, viu do alto de seu hotel carros invadirem a praia, seus motoristas desparecendo como pó. Ouviu gritos, o som de batidas, xingamentos e exclamações de profundo desespero. Não entendia português, mas o terror era uma linguagem universal. Viu seu corpo revelar-se, quando escutou o esgar dolorido de Hunter. Correu até ele e encontrou-o largado de bruços sobre a cama, gemendo alto de dor. Ele desvaneceu antes que pudesse tocá-lo. Em choque, Ronnie jogou-se no chão e abraçou-se ao lençol vermelho. Esperou a sua vez de morrer. Chorando, aguardou por mais de três horas sem se mover. Quando viu que havia escapado, percebeu que o mundo nunca mais seria o mesmo. De seu lugar acompanhou as notícias terríveis de mortes e destruição. Viu também que os humanos já estavam culpando os Vingadores e os mutantes, inumanos e aliens. Viu que Donatella Gionne, uma Senadora republicana americana de origem italiana, havia sido nomeada pelas Nações Unidas para assumir a liderança da Comissão de Resposta Humana, a CRH. O Tratado de Sokovia tornaria-se então além de obrigatório, mandatório, com direito à suspensão de liberdades civis dos declarantes apanhados.

        Furiosa, mas sobretudo com medo, Veronica percebeu que talvez houvesse um motivo para que não tivesse sido consumida com os outros. Aquele seria o maior papel de sua vida, mas inevitável. Se esperava sobreviver, então primeiro teria que morrer para o mundo. Era uma mutante com os poderes de um fantasma, e pela primeira vez, teria de se sentir como uma. Queimando as roupas de seu corpo, tornou-se completamente invisível. Para seus fãs, seu país e seu mundo, ela teria desaparecido com os outros. Olhando para a TV enquanto a Senadora dava um discurso ao vivo, sentiu-se vazia e compelida conforme começou a concentrar-se. Nunca tentara usar aquela parte de si em um humano antes, mas conseguia controlar animais com muito menos dificuldade.

            Por esforçar-se demais, ficou presa como um arremedo de si no corpo de Donatella, durante os primeiros dias. Não podia raciocinar, quase em coma diante de tanta exaustão. Não usava seus poderes com regularidade, e a possuíra do outro lado do mundo. Levou muito tempo até que tivesse ciência de si novamente, e aí começasse a lutar para fundir seu espírito ao dela. Era uma relação incômoda e inconsistente. A Sra. Gionne era uma viúva religiosa e extremamente intolerante. Mas Veronica passou a a conhecê-la como ninguém. Com o tempo, Donna cedeu. E então, uma mutante passou a ser a maior perseguidora de sua espécie.  Tentara abrandar algumas emendas ao Tratado, mas com as negativas categóricas, tudo que podia fazer era evitar ser pega. Passou a estudar seu papel com afinco. E a, aos poucos, desenvolver um novo senso de moda e sofisticação para a mulher que cada vez mais, recebia os olhares do mundo. Com ódio e adoração na mesma medida. Alguns chegaram a elogiar o novo gosto de Gionne pelo vermelho, a cor radiante da republican party. Veronica não podia ter achado melhor. Enquanto assistia com dor à despedida de seus fãs e os tributos inúmeros à sua imagem, relembrava o alívio de ter se safado e mantinha-se em silêncio. Às vezes, esquecia-se de que era Ronnie. E nesses momentos, seu espírito e o de Donatella eram quase um. Ela já estava sob seu poder por tempo o bastante para não resistir à possesão. Eram quase amigas. Quase.

               Naquela manhã, Donatella daria um discurso sobre a captura complicada de uma gangue de inumanos em Ohio. O incidente terminara com dois deles baleados e um terceiro morto ao perder o controle de suas habilidade e transfigurar quatro policiais em porquinhos-da-índia.  Com os criminosos presos, não podia perder a chance de se dirigir ao público e agradá-los, desviando a atenção do fato de que sua Comissão da Segurança Terráquea não conseguira qualquer resultado em determinar a causa da extinção e uma forma de revertê-la ou contra-atacar. Se tinha aprendido alguma coisa com sua hospedeira, era o fato de que o dom político muitas vezes era mais poderoso que qualquer mutação. Entre aqueles que a criticam ou se opõe à sua nomeação - bem como entre os civis que picham dizeres obscenos sobre seus cartazes nas ruas - seu apelido ficou conhecido como Senhora Vermelho, por causa de suas roupas e porque através dos seus decretos, sangue mutante, inumano e sobre-humano teria sido derramado. Uma grave calúnia, é claro. Afinal, tudo o que fazia era para a segurança de todos, principalmente da humanidade que não tinha poderes para se defender em um momento como aquele, quando Governos democráticos estavam caindo ao redor do mundo. Se tivesse de ser uma Dama de Ferro como  Thatcher, então usaria o título com orgulho, afinal, nada estava acima de sua sobrevivência.
       
ATTRIBUTES


Indique aqui com quantos pontos irá começar em cada atributo. Você poderá dividir 10 pontos entre seus atributos, lembrando que todos os atributos devem ter o mínimo de 1 ponto.

Energia: 2
Conhecimento: 3
ATK: 2
DEF:  3

CAPTAIN MARVEL

___________________________________________________






Excella / Veronica


Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes:
Mensagens :
30

Data de inscrição :
10/07/2014

Idade :
19

Localização :
Unknow.

Ver perfil do usuário
here's Red Queen
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [FP] Donatella Gionne / Veronica Castle.

Mensagem por Steve Ditko em Qua Dez 12, 2018 6:05 pm

FICHA REPROVADA

Depois de uma extensa conversa da ADM sobre a sua história, chegamos à conclusão de que ela entra em aspectos específicos da trama do fórum, interferindo em caminhos que estávamos planejando utilizar (além de ter sido postada no local errado).
No local em que você postou a história, deveria ser postado onde o seu personagem estaria no momento do estalar de dedos o Thanos para começarmos a sua narração dai e te encaminhar para a trama.
Mudando isso, estaremos felicíssimos em aprovar sua ficha. Tente reler o tópico onde está postado o modelo da ficha para ter mais um guia na hora do que postar.
Qualquer dúvida, mande MP pro Excelsior.
Mensagens :
26

Data de inscrição :
09/12/2018

Ver perfil do usuário
avatar

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você pode responder aos tópicos neste fórum