— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

Locomotiva da morte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Locomotiva da morte

Mensagem por Cloud em Seg Mar 23, 2015 8:20 pm

“Locomotiva da morte”: Um trem de carga esta armado com inúmeros explosivos que estão indo em direção a uma cidade na Rússia. Com o objetivo de destruir uma cidade próxima Moscou, uma das dezenas de cidades vitimas da tragédia nuclear, um grupo de terroristas russos querem impedir que os militares organizem um posto avançado, que está sendo utilizado para resgate e programação de equipes de salvamento para salvarem os cidadãos que estavam nas mediações de Moscou, entre outras cidades vitimas do atentado. Para parar esse trem, um agente especial da SHIELD deverá ir de helicóptero até o trem, que estará em grande velocidade, pousar na locomotiva e instalar um equipamento sinalizador, o qual irá assegurar que um míssil de alta precisão exploda o veículo terrorista. Além disso o agente deverá lidar com 8 terroristas que estarão no trem, o protegendo de qualquer ameaça contra seu atentado. Desça no trem, acabe com os terroristas, instale o dispositivo e saia de lá antes que o míssil destrua o veículo.

___________________________________________________





Just a shot in the dark

"Eu admito que não sou anjo, eu admito que não sou santo.  Eu sou egoísta e eu sou cruel e eu sou cego. Se eu exorcizar meus demônios, bem, meus anjos podem sair também.  Quando eles saem são tão difíceis de achar..."
avatar
Cloud
Independentes
Independentes

Mensagens : 144
Data de inscrição : 13/03/2015
Idade : 34
Localização : Classified

Ficha X-Marvel
Level : 7
Poderes e Atributos: Pulso Mortal dos Ossos e Super Velocidade (+2 ATK / +1 DEF / +1 ARMAS))
Reputação:
3/10  (3/10)

Ver perfil do usuário http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Locomotiva da morte

Mensagem por Cloud em Qui Abr 23, 2015 12:04 pm

[



Locomotiva da Morte


Cloud
Vincent Eldoras
Meio-Anjo
Não existe fé sem razão
S.H.I.E.L.D.
]


Mais um dia chuvoso em meados de maio começava e a base aérea da S.H.I.E.L.D já estava a todo vapor, agentes e recrutas já estavam a todo vapor e não eram nem oito da manhã. Vincent saía de seu alojamento, cumprimentando alguns conhecidos pelos corredores. - "Agitação demais para uma quarta feira." sussurrava ele para uma recruta que passava por ele enquanto virava em um outro corredor, se dirigindo para a área de academia.

Trajava jeans e botas, com uma camisa de malha branca e uma jaqueta de couro cinza e vermelha. Quando se preparava para tirar a jaqueta, um anúncio de som chama sua atenção:
"ATENÇÃO TODOS OS AGENTES ALOJADOS NO SETOR F7, COMPARECER AO HANGAR PRINCIPAL IMEDIATAMENTE.

REPETINDO...

ATENÇÃO TODOS OS AGENTES ALOJADOS NO SETOR F7, COMPARECER AO HANGAR PRINCIPAL IMEDIATAMENTE. "


Já jogava seus braços pra cima e resmungou: -" Assim não tem como um agente manter a forma decente". Em meio a algumas risadas de recrutas e agentes presentes ali, Vincent sai da sala, indo em direção ao hangar principal.

No caminho para o Hangar, Vincent reparava que muitos agentes tomavam o mesmo destino que o meio-anjo. Antes de chegar, Vincent ouvira o anúncio mais umas três vezes, e o número de agentes só aumentava ao se aproximar do corredor principal.

Ao passar pelo arco principal que levava ao Hangar Vincent fica estarrecido com o número de agentes convocados e caminha junto a um grupo de cinco ou seis agentes recém chegados no local. Cerca de 100 agentes estavam no Hangar e Vincent arrumou um local próximo a parede esquerda do pequeno palco improvisado no final do Hangar.
Alguns minutos de burburinho e burocracia se passaram, até a microfonia fazer com que todos olhassem para o palco, e deslumbrante, lá estava ela, Natasha Romanov.

-"Silêncio......  O diretor Fury tem ordens a dar."

Simples e direto, esse foi seu discurso. Vincent até achou graça, mas quando Nick Fury se aproximou do microfone o silêncio banhou o local.

Com as mãos para trás, ele começou a falar:
"Senhores, hoje recebemos um chamado de urgência da ONU e teremos de dividi-los em treze equipes, para suprir as necessidades solicitadas. Então serão chamados por seus líderes e serão informados sobre sua missão por eles. Só tenho uma coisa a acrescentar, FALHAS NÃO SERÃO TOLERADAS."

E assim se virou e saiu, sumindo em meio aos agentes ali. Então os líderes de equipe foram chamando os membros de suas equipes, um a um. O meio-anjo era torturado pela angustia e ansiedade. Já no décimo terceiro time a ser chamado, nada de seu nome e o líder, um homem moreno de cabeça raspada e expressões fechadas, chamava seu último nome, fechando sua pasta e virando as costas, deixando Vincent sem entender porque fora chamado.

"Hey, Esqueceram de um agente aqui, não que isso seja importante mas vai que precisam de alguém para carregar as malas... "
Já dizia Vincent levantando o braço, com todo seu sarcasmo incluído. Mas ninguém da atenção a ele, deixando o jovem sozinho em meio aos olhares dos últimos agentes a deixar o local.

-"Não foi esquecido, agente Cloud. Apenas foi designado para uma outra missão. Mais específica para você. "

Falava uma voz vinda de trás de Vincent, que virava-se para olhar. Um homem de meia idade estava ali, em seu elegante terno cinza riscado e sapatos lustrados, cabelos penteados para trás com gel e um sorriso no rosto, Vincent nunca havia visto aquele homem.

Levando suas mãos aos bolsos de sua jaqueta,  Vincent já olhava para o homem desacreditado, então é surpreendido quando o homem lhe mostra um tablet, e Vincent o pega com a mão esquerda, arcando a sobrancelha, estampando a desconfiança em seu rosto.

"Pode me chamar de Lucian, e aí estão todos os dados da missão, só me diga quando estará pronto para a missão. Seu traje e veículo já estão à sua espera e tempo é o que não temos. " Dizia Lucian, aguardando a reposta de Vincent com um sorriso amigável.

" Veículo? Começo a despertar mais interesse. " disse o jovem agente já analisando os dados. Alguns minutos depois Vincent entrega o tablet a Lucian, coloca suas mãos no bolso da calça, jogando a cabeça para trás e pegando fôlego, Vincent responde:
-" Entrar e sair limpo você diz? Eu sou o seu homem. Só espero que esse traje não seja muito apertado. " e assim toma a dianteira, sendo logo alcançado pelo homem de terno.

Vincent é conduzido à um hangar isolado, onde havia um helicóptero militar, negro como petróleo e é apresentado a seu novo traje. A roupa cobria mais de noventa por cento de seu corpo, deixando apenas sua boca e maxilar expostos, o resto era negro e azul, mas ao olhar mais atentamente, dava pra notar partes com vários equipamentos eletrônicos, da cabeça aos pés.

"Vou parecer o Ciborgue, mas é perfeito para a infiltração. Vamos começar com isso." Vestir o uniforme foi a parte fácil e levaram apenas quinze minutos. Dois minutos depois Vincent já estava no ar, pilotando o helicóptero supersônico já em aproximação de seu alvo.
Falando em alvo, o trem cargueiro era enorme, parecia ter mais de um quilômetro de cumprimento e a noite parecia uma visão do paraíso.

"Hora de agir" disse pra si mesmo naquele momento, então a distância diminuir e baixou a altitude até chegar a vinte metros do último vagão, como de cliché. Atirou um guincho, que se prendeu na fuselagem do vagão, e deslizou pelo ar após ligar o piloto automático.

Primeira parte concluída com sucesso, estava com o trem sob seus pés. Seus movimentos eram rápidos e silenciosos como um lince atrás de sua caça. Se aproximou da lateral esquerda do vagão, inclinando-se para ter acesso visual da janela do trem, mas não viu nenhum movimento ou guarda ali. Segurando na borda deslizou seu corpo para fora do trem em alta velocidade, com os pés impulsionou seu corpo como se fosse saltar de volta mas deixou seu corpo voltar de encontro ao trem. Mas não houve impacto, vibrando seu corpo rapidamente, Vincent transpassa a lateral do vagão, rolando e parando no meio do vagão de carga. Automaticamente sua visão era adaptada, graças ao seu traje, assim consegue visualizar o que havia dentro do compartimento. Caixas e mais caixas, Vincent andava no meio das caixas em direção ao próximo vagão, mas ao se aproximar da porta leva um chute no peito, jogando o meio anjo para trás, o elemento surpresa não existia mais e um guarda estava a sua frente, com um bastão negro em sua mão, mostrando algumas descargas elétricas. Finalmente a diversão tinha começado e Vincent abria suas mãos para frente e de seus pulsos surgem duas facas de combate, sendo seguradas com as lâminas para baixo. O ataque foi rápido, mas Vincent esquivou com destreza dos três primeiros golpes, e no terceiro bloqueou o avanço do braço do guarda, apunhalando suas costelas com uma das facas, girando sobre seu corpo, desliza uma das facas em seus pescoço, segurando o corpo para não fazer barulho com o impacto do chão. Deixando o corpo entre as caixas, e segue em frente.
Os próximos vagões estão repleto de caixas, mas sem guardas até passar pelo sexto vagão, que estava vazio.

Logo pensa que seria um ótimo lugar para a implantação, mas se os demais vagões estavam cheios, porque logo este estava vazio? Mas a resposta foi rápida e quatro homens apareceram a frente de Vincent, vindos do vagão a frente. Estranhamente, nenhum usava armas de fogo, mas estavam munidos de cacetetes, facas e facões, e Vincent começava a desconfiar daquilo.

A investida era rápida e Vincent jogou seu corpo para o lado no primeiro ataque desviando-se de uma facada, aparando o segundo ataque do cacetete, usando a investida do terceiro para acertar o guarda com cacetete, incapacitando-o e já arremessando sua faca no quarto homem, que ainda avançava na retaguarda. Dois estavam a sua frente e provável que o som já chamava a atenção de outros.

O tempo era seu inimigo também e Vincent partia pra cima dos guardas com chutes e socos, desviando das laminas no processo, após desarmar um deles, Vincent espera um soco direto que se faz desviar por um tapa do agente, fazendo o homem desequilibrar, ainda puxa-o pelo braço, passando para trás dele e envolvendo seu pescoço com os braços, girando rapidamente e só ouvir o "creck", largando o corpo no chão. O combate agora era um contra um, e Vincent abre uma das mãos, de sua palma saindo um osso pontiagudo, parecendo uma pequena lança de aproximadamente 40 cm. Ambos corriam na direção do outro, no primeiro embate, as faíscas voavam pelo ar, como se metal encontrasse metal, e os golpes se anulavam e ambos se afastam após alguns golpes. Vincent observava seu oponente, que lançava mais um ataque direto. Desta vez Vincent não rebateu o golpe, apenas esquivou-se para o lado, deixando sua lamina de osso trespassar o corpo do guarda, que caía com a barriga perfurada.

O agente já tomada a dianteira e estava ao lado da porta do vagão, quando um novo guarda passa, com uma pistola a mão. Pareceu não notar Vincent encostado na parede, aproveitando a distração, Vincent corta a garganta dele, atacando-o por trás. Logo sente o impacto, e milhares de voltz passam por seu corpo. O guarda não estava sozinho e Vincent se precipitou com o ataque, agora estava no chão. Ao tentar levantar já levava um chute nas costelas, rolando para o lado, já visualizando seu oponente, um guarda, mas esse parecia de patente maior, com um bastão elétrico na mão e Vincent já sabia que não poderia ser atingido novamente, ou seria seu fim. Por acaso parava ao lado do guarda que estava com seu osso atravessado, ainda agonizando, Vincent virava-o de lado e arrancara seu osso afiado das entranhas do homem. Agora estava pronto para o combate.

O guarda atacava com fúria e Vincent usava um pouco da sua velocidade para esquivar dos golpes cheios de eletricidade.
Não havia como rebater aquilo, mas Vincent via uma brecha nos ataques, por usar muita força, haviam alguns segundos para o bastão voltar a posição defensiva e esse tempo foi o que Vincent usou para atacar por baixo, fincando o osso no queixo do guarda, deixando atravessar sua cabeça. O som do bastão caindo foi rápido, assim Vincent puxou de volta os osso e passou pela porta, chegando ao novo vagão.

Aparentemente era igual aos demais, caixas e mais caixas e Vincent encontrou um canto entre três caixa onde instalou o dispositivo para o míssil, que marcava três minutos em contagem regressiva e subiu pelas caixas, até chegar próximo do teto. Não havia ninguem ali, então Vincent vibrava seu corpo rapidamente, trespassando pelo teto em um salto, parando em cima do vagão, já do lado de fora.

Missão concluída, agora era voltar para a nave-base da S.H.I.E.L.D e seu helicóptero estava no fim do trem, quase invisível na noite fria. Ao chegar no ultimo vagão, Vincent usa um dispositivo para controlar seu helicóptero remotamente, trazendo-o para perto do vagão, mas é surpreendido com um tiro na lataria da aeronave, que ricocheteia, chamando a atenção do agente. Um guarda com um fuzil de assalto mirava em Vincent, que não havia notado sua presença. Usando sua super velocidade, Vincent corre para o lado do homem, numa velocidade humanamente impossível de acompanhar com os olhos. O homem se assusta quando vê Vincent ao seu lado, já o golpeando com os dois punhos, jogando-o para fora do trem.

-"Com os cumprimentos da S.H.I.E.L.D." Dizia ele enquanto o homem sumia em meio a floresta congelada. Já se direcionava para o final do trem novamente, mas ao chegar próximo ao helicóptero, se ajoelha e começa a rezar pela alma dos homens mortos ai, ao terminar, embarcava em sua aeronave e se distanciava do trem. Ainda ouvindo disparos de tiros, que provavelmente seriam em sua direção, que se silenciaram após a grande explosão, que destruíra o trem e iluminava a noite russa.

Vincent Eldoras-Cloud


[Informações Adicionais.]
Post #000
Local: Russia
Notas: Missão One Post
Evite acidentes, Faça tudo de propósito.











Habilidades Utilizadas


"Vibração corporal"
Pode vibrar todas as moléculas de seu corpo, fazendo-o vibrar por completo, em grande escala. Dessa forma, é capaz de transpassar uma parede solida de até 50 centímetros de espessura.

“Punição Divina”
Modificando um de seus ossos do braço para criar uma curta espada de óssea e a empunha. Ele então apunhala caoticamente e de forma contínua, a velocidade se assemelha a imagens residuais, a mão com a espada é visivelmente projetada repetidas vezes. E ainda assim, o movimento é irregular, tornando difícil de prever. Com cada investida a trilha da espada é capaz de mudar. O ataque vem de ângulos inesperados, provocando reação de defesa delicada de uma pessoa a sair da guarda. Embora se possa ter grandes reflexos e habilidade de movimento, é quase impossível manter-se esquivando do ataque feroz até que ele pare. Assim, se mostrar uma abertura, um golpe final será desferido por uma facada em um instante

"Super velocidade”
É capaz de chegar à 300km/h.

 “Ataque supersônico”
Pode aumentar a velocidade por um breve momento e podendo gerar mais dano em seu ataque.


Vincent Eldoras - Agente Cloud - S.H.I.E.L.D




___________________________________________________





Just a shot in the dark

"Eu admito que não sou anjo, eu admito que não sou santo.  Eu sou egoísta e eu sou cruel e eu sou cego. Se eu exorcizar meus demônios, bem, meus anjos podem sair também.  Quando eles saem são tão difíceis de achar..."
avatar
Cloud
Independentes
Independentes

Mensagens : 144
Data de inscrição : 13/03/2015
Idade : 34
Localização : Classified

Ficha X-Marvel
Level : 7
Poderes e Atributos: Pulso Mortal dos Ossos e Super Velocidade (+2 ATK / +1 DEF / +1 ARMAS))
Reputação:
3/10  (3/10)

Ver perfil do usuário http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Locomotiva da morte

Mensagem por Viúva Negra em Qui Abr 23, 2015 1:12 pm

Cloud - Eu particulamente gostei muita da sua missão. Como eu disse, sabia que tinha potencial de fazer algo muito interessante, muito mesmo. E foi o que eu vi, soube lidar muito bem com a missão e cumpriu perfeitamente com sua exigências. Com isso ganhou 25 EP's ;



Adicionado : 25 EP's
Descontado:150 reais


___________________________________________________





drop by drop by drop
avatar
Viúva Negra
Avenger
Avenger

Mensagens : 126
Data de inscrição : 21/03/2015

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Locomotiva da morte

Mensagem por Cloud em Qui Abr 23, 2015 1:27 pm

Valeu Tia! ops, sobrinha!

___________________________________________________





Just a shot in the dark

"Eu admito que não sou anjo, eu admito que não sou santo.  Eu sou egoísta e eu sou cruel e eu sou cego. Se eu exorcizar meus demônios, bem, meus anjos podem sair também.  Quando eles saem são tão difíceis de achar..."
avatar
Cloud
Independentes
Independentes

Mensagens : 144
Data de inscrição : 13/03/2015
Idade : 34
Localização : Classified

Ficha X-Marvel
Level : 7
Poderes e Atributos: Pulso Mortal dos Ossos e Super Velocidade (+2 ATK / +1 DEF / +1 ARMAS))
Reputação:
3/10  (3/10)

Ver perfil do usuário http://apocalipse.rpgwars.net

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Locomotiva da morte

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum