— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Dom Mar 01, 2015 4:22 pm

Cassino Las Vegas.
Trama Atemporal.(Durante a Restauração Shi'ar nas Grandes cidades da Terra).
Clima: 5º Graus. Ventos Constantes.
Noite Nublada, ruas muito movimentadas.






___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Dom Mar 01, 2015 7:55 pm


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

Adoro Las Vegas,  em Vegas as noites não existem. As luzes de neon afugentam todos os fantasmas, a cidade brilha como um diamante róseo na noite do deserto e, depois da aurora, o sol quente queima todas as almas penadas que escapam ao neon. Nada era melhor do que isso para alguém como eu, cujo trabalho consiste em eliminar pessoas. Pensou viktor soulstone assim que avistou pela janela do avião,  a cidade brilhando na noite.
    Mal colocara para os pes no chão e já sentia em seu sangue toda a euforia da cidade, Showgirls se mostrando para os grandes apostadores, apostadores jogando seus dinheiro fora para serem notados pelas garotas e o circulo vicioso de droga e sexo que fazia da cidade a perola do deserto.
     Viktor não era muito diferente de todos os outros senhores ali, viera para a cidade a procura de divertimento e de gastar boa parte da grana que tinha conseguido em seu ultimo trabalho. Se dirigia ao bar Xanadu.
Primeiro um pouco de álcool para esquecer os rostos dos que matei, depois uma garota e então apostas Pensava alegremente enquanto entrava no bar.

Entrou no bar com passos firmes e um sorriso no rosto se dirigiu ao balcão Hey, barman! traz ae um Black Russian Gritou abanado uma nota de cem dólares, e sorrindo com todo o Charme que sabia possuir, enquanto o barman preparava o seu cocktail olhou em volta procurando uma "presa", e sua atenção logo foi roubada, por uma garota loira sentada no balcão. Viktor Soulstone ao vê-la sentada ali, sentiu um choque. Ela era muito mais bela que qualquer garota ali, ou qualquer garota que ele já vira, Seus olhos eram profundos em um tom de azul, seu corpo movia-se com graciosidade violenta como o corpo de um grande felino. seus cabelos longos revoltos e dourados,coroavam sua beleza. As pernas eram longas em proporção ao torso. Mas foi o olhar inteligente em seu rosto, a tenção concentrada quase maligna que mais o impressionou. Como tomado por um desejo febril se aproximou dela antes que pudesse perceber estava diante dela e disse quase sem pensar   Tenho certeza que e a garota mais linda do mundo depois ficou em silencio fitando-a, lembrou das palavras de seu pai O dinheiro pode protege-lo de tudo neste mundo, exceto de uma bela mulher . Sorriu tentando parecer o mais atraente possível Droga, o velho estava certo  

          

Las Vegas, Baby.


copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Ter Mar 03, 2015 1:20 am


Caçada Noturna

A forma como aquela bebida ardia, era prazerosa. O jeito com que o meu corpo respondia, contorcendo-se sob minha pele e vibrando em todas as direções com as rotinas do álcool, era insaciável. Com prazer, sorri comigo mesma. Aquelas pessoas não faziam ideia. Não tinham a menor noção de que a mesma mão que lhes estendia trégua, trazia uma faca sob a manga. O grande Império Shi’ar, salvadores da Terra. Uma piada de mal gosto. Piada esta, repetida de maneira muito convincente por Sebastian Shaw e Norman Osborn, atuais mestres do crime do planeta. Os dois tinham colhões, eu devia admitir. Enganar todos os governos e convencê-los a apoiar a recuperação indevida de um ataque criado por eles próprios, era o ápice da manipulação. Senti a garganta arder com o amargor daquele momento. Eles haviam recebido minha ajuda para tal. Uma grande ajuda. Não fazia muito tempo desde que Mística, a terrorista mutante, a criminosa Blake do Clube do Inferno e eu, havíamos com sucesso disparado as bombas que ceifaram as vidas de milhares de pessoas, talvez milhões. Tantas vidas... Pendendo da minha mão como pétalas de uma rosa negra, fluindo através de mim como o sangue arrancado pelos seus espinhos. Eu só queria sentir algo novamente...

Confusão... Ela fizera parte de mim a vida inteira. Poucas coisas podem ser tão ruins, quanto crescer num berço de ouro cercada de pessoas bondosas, quando se é repleta de escuridão. Minha mãe escondeu bem o que havia feito. Um pacto com o rei das dimensões infernais, Mephisto. Pacto este que salvara minha vida, mas com um grave preço. Eu jamais sentiria novamente. Não como as pessoas normais. O amor era uma exceção à regra. Mas conquistá-lo, quando todo o resto é fúria e vontade, é difícil. Uma dívida dessas, para com uma criatura tão desprezível, cobra o seu preço. A magia negra é como um hóspede insidioso, uma lembrança constante de quem realmente sou. Durante toda a minha trajetória, tentei ater-me à um único objetivo. Desde que meus irmãos estivessem vivos e bem, eu poderia continuar em frente, obedecendo aos planos de Norman, e de Mephisto que deseja acima de tudo, o caos. Nenhum deles seria importante, ainda que às custas da minha humanidade. Desde que minha família estivesse de fora. Meus irmãos... tão diferentes de mim.

Acho que este foi o motivo para que a notícia afetasse tão profundamente minha consciência turva. Oliver estava morto. Zeus havia ido embora do planeta Terra, unindo-se aos Guardiões da Galáxia. Eu estava sozinha, e desta vez de verdade. Isso não estava certo. Oliver não merecia morrer. Era um agente da S.H.I.E.L.D., uma pessoa que sempre pensava na segurança das outras, antes da sua. Era um altruísta. Um tolo. Morrera durante a guerra contra os gigantes de gelo, para derrotar Encantor. Maldita. Uma cúmplice dos planos de Shaw e Norman. Era tudo culpa deles. Os vilões da Terra, meus líderes. Meus inimigos. Suas ações impiedosas e sua sede pelo poder haviam tocado naquilo que de mais precioso havia, para mim. Minha família, ou o que sobrara dela. E eles iriam pagar. Mas eu não agiria sozinha, nem de maneira impensada. Sabia que as coisas estariam mais difíceis com o Império no comando, e sabia que meu rosto já era conhecido pelos maiores heróis da Terra, depois da brutalidade que eu ajudara a ganhar forma. Os anos como filha adotiva de Shaw haviam concedido-me um nome. Rainha Vermelha. E agora, muitos o conheciam, também. Movendo meu corpo com intensidade, absorvi as luzes pulsando no cassino ao redor. Aproximei-me do bar mais próximo, sequer notando o seu nome. Rindo, comecei a dançar como não fazia há muito tempo, mas não estava ali por acaso.

O Clube do Inferno e Norman desejavam trair o Império Shi’ar. A mensagem criptografada de Osborn era bem clara quanto ao sigilo necessário à cerca de tais informações. Em breve, Shaw terminaria o recrutamento do trio designado para acompanhar-me na empreitada. Acabei rindo, amarga. Mal sabiam que se eu pudesse, invocaria Balerion, e permitiria que o meu dragão das chamas os devorasse na velocidade de um piscar. Mais uma vez, confiariam à mim uma missão. É bem fácil enganar a todos, quando se é uma feiticeira voodoo. A última da Terra, para ser mais exata. Quando se encontra a maneira correta de esvaziar sua mente e transformar seu coração em pedra, nem mesmo a morte de quem você mais ama pode nublar seus sentidos. Nada removeria a frieza do meu plano. Eu seguiria as ordens de meus superiores. Mas não faria isso sozinha. E ali, estava o meu primeiro alvo. Um predador que, ao menos naquela noite, seria a minha presa. Jogando charme para o bar tender, curvei o corpo em sua direção enquanto oferecia uma nota de cem dólares entre os dedos indicador e médio. Rindo embasbacado, ele entregou-me uma garrafa de uísque barato, e num salto, sentei sobre o balcão atraindo os olhares masculinos do local. Engraçado como uma casca vazia ainda podia ser atrativa.

Apoiando os saltos finos das minhas botas, virei a garrafa de bebida, bebendo no gargalo enquanto a música eletrônica começava a inundar a noite. Então avistei-o. Ansioso e claramente preparado para a ação, o homem moreno parecia exatamente como eu imaginara. Viril, violento e ingênuo, a julgar pelo modo como era hipnotizado pelos quadris das dançarinas no pole dance. Ri internamente, compondo meu papel de garota sexy, misteriosa e problemática. Jogando meus cabelos para trás, bebi outro gole, movendo o ventre no ritmo da música. Não demoraria muito agora...

- Tenho certeza de que é a mulher mais linda do mundo. – Tive que me controlar para não contorcer-me de prazer. Ele mordera a isca. Viktor Soulstone era conhecido como um mercenário brutal, mas com um fraco por mulheres. Shaw pedira que eu o contratasse para a invasão ao cruzador Shi’ar, e que o matasse ao fim da missão. No entanto, eu tinha minhas ideias... Compraria a lealdade daquele assassino profissional, pagando o preço necessário pelos seus poderes a meu dispor. Ele me teria, também. Simples assim. Devoção instantânea. Qual a surpresa dos grandes Norman e Sebastian, quando perdessem sua nave para mim, e descobrissem que eu também tinha aliados leais? Viktor seria o primeiro. E por isso, minhas ações deviam ser calculadas. Aquilo tinha de dar certo.

- Não chegaria tão longe. – Ri, amarga. – Acho que não sou sequer a mulher mais linda nesse cassino, mas sei que sou aquela com quem você quer dormir hoje à noite. – Travessa, abri levemente as pernas, sobre o balcão. Sorri como uma menina indefesa, ainda que minha expressão fosse cheia de luxúria. Viktor estava de frente para mim, e quando levantei-me, permiti que minhas coxas roçassem de leve nas laterais de sua cintura. Fiquei de pé, de frente para ele, largando minha garrafa no balcão. – Russian Black? Ou Black Russian? Eu nunca sei a diferença... – murmurei, tomando o copo de sua mão. Eu lera seus lábios, mas não havia compreendido bem o seu pedido. Beberiquei, devolvendo-o. – Delicioso. Acho que vamos nos dar bem. Sou Melinda May Folks. Pode me chamar de Mel. – Peguei na mão dele, ciente de que meu toque frio devia ser um choque contra sua pele extremamente quente. Reflexo de seus poderes cinéticos? – Quer dançar?





___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Qua Mar 04, 2015 7:12 am


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

Ela esta brincando comigo. Viktor Soulstone sorriu, afinal essa era Vegas, nunca se podia saber quem era caça e quem caçador, mas foi um choque, o sorriso dela era inocente como de uma virgem, no entanto seus olhos atraentes como de uma odalisca, ele era a caça naquele jogo. Isso o amedrontava, pois crescera em um ambiente onde uma garota nunca poderia oferecer perigo, perceber que ela fingia o deixava desconfortável e desconfiado. Ela esta brincando comigo, usando sua extrema beleza para me usar, a grande questão é porque? Seus pensamentos voavam enquanto a garota o conduzia para a pista de dança, duas possibilidades, ou sabe minha identidade e esta aqui para me matar ou simplesmente esta atras de um idiota com dinheiro. Ele estava disposto a ser esse idiota se isso significasse uma noite com ela. Mesmo se ela souber quem sou, acho difícil que possa me matar, de toda forma seria melhor eu dar o fora daqui, mas droga ela é bonita demais. Provavelmente quer só  dinheiro, como toda boa menina em Vegas quer. Decidiu não se importar e entrou no jogo, afinal estava na capital das apostas, porque não tentar a sorte?
        - Com certeza quero dormir com você - Olhou ela nos olhos com um sorriso feroz, e então se inclinou num movimento que sugeria um beijo mas desviando no ultimo segundo, somente para sussurrar próximo ao ouvido dela - E tenho certeza que você quer o mesmo, Mel - disse musicalmente, quase um sussurro bem próximo ao rosto dela, deixando que suavemente  a pele dos dois se tocassem, depois se endireitou enquanto olhava para ela, tomou mais um gole de seu drinque. - Meu nome e Viktor Hyde - mentiu, tentando notar alguma reação em Melinda. - Pode me chamar como quiser - começou a se mover levemente ao ritmo da musica, encostou os dedos na cintura dela. Melinda Folks parecia frágil, um corpo fácil de quebrar, mas por trás de seus olhos se escondia uma chama escura, Viktor Soulstone percebia isso quase inconscientemente, e como uma mariposa para o fogo, era sutilmente atraído para ele, sabia que corria perigo. Deixarei que ela me use, não importa, satisfarei todos os seus desejos e vontades. Quando ela se der conta sera dependente de mim, viciada em meu calor. sorriu mais uma vez, desta vez despreocupado, tudo que tinha que fazer era entrar naquela dança maligna, ate começar a ditar o ritmo.


          

Las Vegas, Baby.


copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Qui Mar 05, 2015 5:32 am


Caçada Noturna


Eu estava dançando com Viktor e, mais do que simplesmente sentindo-o tocar minha cintura, podia antever as reverberações de seu toque através do meu ventre, da minha espinha, do meu pescoço... Da minha virilha. O que tinha de anormal naquele homem? Além da beleza e da evidente tensão sexual em saber todo o tipo de coisa que ele era capaz de fazer. Ainda assim... Por que todo aquele calor era capaz de afastar meus pensamentos nebulosos e chacoalhá-los como geleia? Era fácil ater-me ao verdadeiro problema. Eu não era capaz de sentimentos, não tanto quanto os outros seres vivos. Mephisto tirara isso de mim. Mas deixara para trás o desejo, a paixão... E nenhum filtro moral que pudesse temperar meus sentidos. Nenhuma hesitação, pudor ou insegurança. Eu fora reprogramada para tomar o mundo, se necessário. E naquele instante, sentia-me exatamente daquela forma.

Sorri, movendo a cintura de encontro à sua mão. Um nome falso? Viktor Hyde... Não muito criativo, especialmente considerando o seu porte. Viktor não tinha nenhuma cara de Sr.Hyde, não mesmo... Sorri timidamente, remoendo o pensamento de que ele não confiava em mim. Não que eu esperasse o contrário de um mercenário. Lentamente, envolvo seu pescoço com minhas mãos, aproximando-me. Continuo a me mover no ritmo frenético da música, pouco ciente dos olhares ao nosso redor. Femininos e masculinos. Viktor não era mesmo de se jogar fora. Suspiro, e aliso a base de sua nuca com minhas unhas pintadas de preto. Curvo os lábios num sorriso quase sincero, ao fitar seus olhos profundamente lascivos. Mordo o lábio inferior, num gesto mais erótico do que eu esperaria. E, como uma onda de maré alta, disperso minha investida frustrante, esperando ter enviado o sinal certo às partes de seu corpo que me beneficiariam naquela noite. Virando-me de costas para ele, continuo a dançar enquanto puxo seus braços ao meu redor, envolvendo-me no ritmo do seu corpo forte. Encosto-me contra o seu peito, arfando enquanto o fôlego começa a faltar, dada a minha animação com o álcool e a música. Como eu amava aquelas batidas frequentes, penetrando o meu cérebro. Era fácil sentir-me como uma humana normal, esquecer toda a loucura infernal e intergalática da minha história.

- Sabe, Viktor, suas habilidades para ler as mulheres são lendárias... – sussurro em seu ouvido, movendo-me contra ele, e rindo. – De fato, você está certo. Eu também quero. – Viro-me novamente, e meu nariz fica a centímetros do dele, só que um pouco mais baixo pela diferença de altura. – Mas antes de chegarmos lá, temos algumas coisas a conversar... Questões a debater... Não acha, Sr.Hyde? – o beijo profundamente, com intensidade assustadora até para mim. Suspiro, e mordo levemente seu lábio inferior, quase sufocando com o calor no hálito daquele homem. Seu gosto e seu cheiro bombardearam meu corpo como uma onda sísmica, afastando o frio constante do meu interior. Maldição. Isso não devia acontecer, não quando minha situação com relação à sua lealdade era incerta. – Ou devo dizer, Sr. Soulstone? – Sugiro, erguendo uma sobrancelha. – Sei quem você é, Viktor. E não quero matá-lo, confie em mim. Na verdade, tenho algo muito melhor para você. E acho que deveríamos sentar, e conversar a respeito. O que me diz? – Dou um passo para trás, fitando-o de forma quase inocente, cheia de expectativa dissimuladamente infantil. Apesar disso, queria muito que ele me levasse até uma das mesas afastadas, e que escutasse-me. Era o tudo ou nada. Nervosa, prendi parte do meu cabelo atrás de uma orelha, revelando o brinco em formato de dragão que abraçava boa parte dela. A espera estava me matando.





___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Qui Mar 05, 2015 10:52 am


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

Quão sublime era a arte de sedução usada pela mulher, como um caleidoscópio hipnótico ela se movia, cada seu movimento era extremamente sensual, suas investidas, seus olhares. Para Viktor Soulstone tudo em volta sumia, como um borrão descolorido que existia somente para destacar o brilho de Melinda M. Folks. Ela o provocava até o limite, excitando ao máximo, frustrando no ultimo momento e continuando sua dança sem dar possibilidades ao mercenário de se retrair de suas gélidas chamas negras.
                  Viktor porem sabia "caçar", portanto evitava o toque frio da garota, não porque não a desejasse, mas porque sabia que deveria deixar ela procurar o toque dele, enquanto fornecia o minimo de calor possível, pareceu funcionar, quando ela se girou de costas em sua dança sensual, ele continuou afastado dela, não se agarrou a ela como diletantes fariam, simplesmente a segurou com mais força, firme porem sem apertar.  Quando ele menos esperava ela se voltou e quase antes dele entender o que estava ocorrendo já estavam se beijando, um beijo frio, frio como a morte, não frio por falta de sentimento mas o sentimento que ela deixou passar pelo beijo eram violentos e malignos, isso mais que todas as coisas deram prazer ao garoto, ele por sua vez deixou que todo o calor que seu corpo produzia ser liberado, era um contraste muito grande, como gelo e fogo se encontrando, um sentimento fervendo e congelando ao mesmo tempo e isso foi mais prazeroso que qualquer outra coisa que ele já havia feito.
                O choque que veio logo apos o beijo foi também muito grande, ela se afastou subitamente e pronunciou o nome dele de maneira quase luxuriosa -Ela sabe meu nome, esta aqui por mim, deve morrer -, e então simplesmente como se tivesse lido o pensamento dele ela garantiu que não pretendia mata-lo.  piada, todos querem me matar, o corpo dela é pequeno Sorriu sarcástico se aproximando dela lentamente. - Certo, vamos conversar. Disse  para ganhar tempo Ela é muito poderosa, percebo isso em seus olhos. Mas a uma distancia tão pequena a vantagem é minha, se eu quebrar seu pescoço com velocidade suficiente, provavelmente poderei sair vivo. Viktor então colocou um dedo no ombro da garota, e lentamente, de maneira suave e carinhosa deslizou seus dedos pelo ombro dela, subindo pelo pescoço e tocando em seus lábios, deixou a mão ali por alguns instantes e então segurou o pescoço de Mel. Sentiu o frio da pele dela que tanto o atraia, sentiu a pele suave se retrair ante seu toque e então apertou levemente. Tenho que mata-la e dar o fora daqui mas não conseguiu  faze-lo - Poderia esmagar seu pescoço sem muita dificuldade- disse gentilmente sorrindo me diga, porque esta aqui? - Ela era bonita demais, ele a desejava demais, para simplesmente amassar sua traqueia,  mesmo agora ainda se sentia excitado a ideia de dormir com ela. Não sei o que ela pode fazer, não deveria deixar ela falar mas deixou, olhou ela nos olhos, a situação era estranhamente excitante.  

          

Las Vegas, Baby.


copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Sex Mar 06, 2015 3:05 pm


Caçada Noturna

 A mão em meu pescoço era quente, mas não de maneira cálida. Era como uma garra infernal, fechando-se ao meu redor como uma condenação eterna. Algo saíra errado, e eu sabia o motivo. Aquele assassino de aluguel conseguira interferir na minha já fragmentada armadura. Tudo ruíra quando eu havia permitido que os meus lábios tocassem os dele. Agora, eu estava exposta. A máscara da luxúria caída aos meus pés. Será que ele sabia com quem estava lidando? O que faria quando descobrisse minha verdadeira natureza? Desconfiava de que ele já sabia. E conhecia muito bem. Como uma represa rompendo-se, permiti que a maldade e a frieza em meu interior surgisse, qual torrente avassaladora de neve e sombra. Senti minha temperatura baixar uns cinco graus, enquanto uma expressão enfurecida surgia em meu rosto. Não restavam resquícios da Melinda bêbada ou da Melinda sedutora. Eu agora, era nada menos que a Rainha Vermelha. E tão vermelho quanto meu nome, era o sangue daqueles que ousassem tocar em mim. Eu já matara inocentes por menos. Viktor, no entanto... Era diferente. E era um espanto contemplá-lo, sem a menor intenção de arrancar o seu braço.

- Sr. Soulstone... – deixei seu nome pairar no ar, saboreando-o em minha língua, respirando fundo enquanto continha minha raiva e trazia de volta boa parte de minha leveza. Sabia que ele sentiria o frio da minha pele aumentar. Sua mão se tornara mais quente ao redor do meu pescoço. Algumas pessoas começavam a notar, saindo de perto e esvaziando a pista de dança. Aquilo tinha potencial para virar um escândalo, e eu não tinha a menor intenção de revelar a algum herói sobre minha localização, invocando dragões em Las Vegas. – Eu não estou aqui para fazer-lhe mal. Acredite em mim, eu poderia simplesmente convencê-lo de que nem me conhece, com minha voz. Mas estou aqui, deixando sua mão no meu pescoço. Não vim para machucá-lo, mas para oferercer-lhe uma proposta capaz de mudar sua vida pra sempre. – Apertei os olhos, e toquei o rosto de Viktor, gentilmente. Seu aperto já não me incomodava mais. – Mas outros virão, em breve. Existem pessoas muito poderosas interessadas em usá-lo. Eu? Eu quero que você me ajude a usá-los, ao invés disso. Um único movimento, e nunca mais teremos que nos submeter a ninguém. Nem aos heróis, nem aos vilões. Liberdade. É isso o que eu ofereço. E muito dinheiro, é claro... Mais do que você poderia gastar. – Mordi o lábio inferior, sensualmente. – Acredito que seja o suficiente, mas caso não seja, consigo pensar facilmente em outras formas de compensação.

Livrei-me de seu aperto, afastando sua mão do meu pescoço ao concentrar o frio gélido de minha magia negra na região das mãos. Para alguém tão quente, o contraste seria um espanto. Afastei-me levemente, mas não recuei. Não tirei meus olhos dos dele. Aos poucos, os civis ao redor retomavam a rotina, um pouco menos apreensivos. Mas ninguém se atrevera a chegar perto de nós. Alguns seguranças já faziam cara feia. Amarrei os cabelos num coque desajeitado, e deslizei minhas unhas do rosto de Vitkor até o peito, pousando-as ali. Poderia esmigalhá-lo como ossos de galinha na boca de um cachorro. Mas não faria isso. Mesmo depois de sua audácia. Por que? Não tinha ideia.

- E então? Vai conversar comigo como um cavalheiro, ou teremos que demolir esse lugar? – Direta, cruzei os braços, com o humor estranhamente feliz. Sabia que aquele cara era desconfiado, reflexo de uma vida traindo e sendo traído. Mas se as coisas saíssem como eu planejava, ele nunca mais precisaria se preocupar com isso novamente. E nem eu.





___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Sex Mar 06, 2015 4:14 pm


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

A pele da "fragil" garota se tornou fria, seu olhar cruel, o sorriso desaparecera dando lugar a uma mascara de perigo. Ela emana morte. Viktor soltou o pescoço dela, Merda, ela sabe meu nome, sabe quem sou, provavelmente sabe de meus poderes. Filha da puta, quer oferecer um trabalho, mas esta implícito que se não aceitar ira me matar lentamente levantou as duas mãos, as palmas para frente, como a oferecer rendição. Ela é poderosa, posso sentir isso, mais do que eu? Provavelmente não. Posso tentar mata-la.  Sorriu -Claro, como cavaleiro, gosto tanto de Vegas seria uma pena destruí-la, e o mesmo vale pro seu belo corpo - disse amigavelmente, Não vale a pena, ela só quer me oferecer um trabalho, não importa quanto pague com certeza vale mais que a perda de minha vida . Toda a demostração de poder o deixou ainda mais desejoso de entrelaçar seu corpo ao dela.      
-Vamos falar de negócios - Pegou gentilmente a mão fria dela, e a conduziu para um canto mais afastado. Alguns casais se agarravam muito ocupados para ouvir conversas. Vamos tentar ganhar o Massimo de dinheiro possível nessa, já que não tenho alternativa, e quem sabe, uma noite com a loira não seria nada mal Em um movimento suave porem firme Viktor passou uma mão pela cintura de Melinda e a puxou juntando os seus corpos, depois sussurrou muito próximo a seu rosto - Não me interessa quem vai me usar, não me interessa a liberdade. Sou um cão de guerra, você sabe disso, a unica coisa que me interessa  é essa quantia de dinheiro.- Parou enquanto um segurança passava, para disfarçar beijou muito levemente o pescoço dela, Merda, se ela me pedir com esses olhos, é capaz de eu fazer de graça. Como se nada tivesse acontecido continuou - De quanto estamos falando exatamente? .
    Passou a mão pelos cabelos dela e antes que ele pudesse saber porque a beijou, outra vez intenso e quente, transmitindo a ela todo seu calor e desejo, sua língua procurava a dela O momento é agora, se eu quiser matá-la, é o momento de soltar minhas chamas esmeraldas diretamente na garganta dela Mas não o fez, simplesmente se deixou levar pelo desejo, e então tão súbito como a agarrar a soltou, olhando-a ainda nos olhos. - E estou interessado no bônus - PiscouÉ, com certeza não vali a pena.
          

Las Vegas, Baby.


[/color]copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Sex Mar 06, 2015 6:09 pm


Caçada Noturna

 O que senti em seus braços me era raro. Uma sensação que eu quase esquecera, mas que nunca poderia deixar completamente de lado. O medo. Como meus dragões, Viktor era capaz de cuspir fogo, e poderia ter deixado-me gravemente ferida, se não morta. Tensa, permiti que o susto e a surpresa fossem suplantados pela expectativa de sua língua ardente tocando a minha. Era como morder um pedaço do fruto proibido. Como sentir o gosto do sol na minha boca, explodindo e ardendo mil vezes. Toda a conversa sobre ser um cão de guerra, todos os elogios vazios, toda a desconfiança... Importavam muito pouco, diante daquele toque. Mandando ao inferno meu bom senso, pressionei-me contra ele, abraçando-o pela cintura. Agarrei sua blusa justa com minhas unhas, segurando-o junto a mim. Eu não esperava por aquela absurda atração. Não sei se seria capaz de matá-lo agora, mesmo que recusasse minha oferta. Olhei para ele sentindo-me frágil pela primeira vez desde a morte do meu irmão. O que Oliver diria dos meus crimes? Provavelmente tentaria me prender, me entregar à S.H.I.E.L.D., mas jamais deixaria de me amar. Ser amada? Eu ainda era capaz disso?

 Ainda estava sem fôlego, quando ouvi a proposta de Viktor sobre o bônus de nossa parceria. Acabei sorrindo, mesmo contra a minha vontade. Gentilmente, mordi o lábio inferior e o puxei pela mão, aproximando-me da “zona proibida”, onde vários casais se pegavam em assentos confortáveis e acolchoados em couro vermelho. Sentei-me, trazendo Viktor comigo. À vontade por ter o controle da situação, coloquei as pernas sobre as dele, praticamente deitando-me no sofá. Um garçom aproximou-se de cara feia, provavelmente para reclamar dos meus saltos na mobília cara. Revirei os olhos e ergui o dedo indicador para Viktor, pedindo um segundo.

- Olá, querido. O que acha de ir buscar uma garrafa de Bourbon, para nós? Mamãe e o amigo dela precisam mesmo conversar... – ronronei, piscando por trás dos cílios, como todo o charme de menininha. Em minha voz, os comandos claros de uma dominadora de dragões. O garçom ficou de olhos arregalados, olhando de mim para Viktor, antes de acenar e sair apressado, totalmente esquecido do que iria dizer. – Humanos são fáceis de convencer, comparados à dragões... – Fitei Viktor por mais alguns instantes, mordendo os lábios ao notar os músculos firmes por baixo da camisa justa. Deuses... – Como eu ia dizendo, sobre todo o dinheiro que você poderá conquistar... O que acha de alguns milhões? É o que o Clube do Inferno pretende pagá-lo, para que participe de uma missão “especial” numa nave Shi’ar na órbita da Terra  – fiz aspas com os dedos, rindo – É claro, minha proposta inclui que você aceite este dinheiro, e que ajude Sebastian Shaw e seus pupilos a conseguirem seu intento, que é dominar o veículo. Mas quando estiver lá, e quando finalmente atingirem seus objetivos, quero que você o traia. Por mim.

 O garçom chegou com meu uísque, e dois copos com gelo. Atenta, removi as pedras do copo de Viktor. Ele estava bebendo sem, quando nos encontramos. Dispensei o pobre homem com um gesto, e servi o meu homem. Entreguei o copo em sua mão, enquanto tomei um gole direto da garrafa, lambendo a ponta como se o gesto não fosse proposital. Coloquei o recipiente sobre a mesa, e flexionei as costas, esfregando as coxas em seu colo, “por acidente”.

- Shaw foi meu pai adotivo durante alguns anos. Sou a Rainha Vermelha do Clube do Inferno. Essa é a sua garantia sobre o dinheiro. Seja lá o que meu pai lhe ofereça, darei o dobro. Com bônus dos quais ele não é capaz. – Ri, animada com as linhas de meu plano. – Quando li seus arquivos na mansão, sabia que devia encontrá-lo primeiro. Seu passado... Deixaria o Capitão América sem palavras... A questão, Sr.Soulstone, é que preciso de você. Fui afastada desta missão. Meu pai teme que eu esteja abalada demais pela morte do meu irmão, e me entregou uma tarefa menor. Mas quero ter certeza de que meu plano funcione, e preciso de você para isso. Um de meus amigos do Clube, Nickolay, está ciente do meu plano. Vocês conseguirão o que Sebastian pedir, mas no fim da missão, o prêmio será nosso. Existe algo nessa nave, Norma Osborn não ajudaria o Clube por nada. E nós, seremos mais espertos que todos eles. – Levantei-me, encarando Viktor mais de perto, fitando-o intensamente. Ele tinha que perceber como aquilo era importante. – Se tivermos o que está lá, seja o que for, possuiremos algo que todos os criminosos mais poderoso desejam. E será nosso. Imagine quanto dinheiro conseguiremos com isso? Só a nave deve valer uma fortuna. O bastante para que eu nunca mais tenha de vê-los de novo. O bastante para que eu possa matá-los, e deixar a ambos sem nenhum aliado. Vou vingar o meu irmão, e você ficará rico.

Apoiando-me em seus ombros, passei as pernas ao redor de sua cintura, sentando sobre ele no sofá vermelho. Ninguém prestava a menor atenção em nós, a música vibrando através das paredes do cassino. Estava escuro, e não poderiam ver perfeitamente os nossos rostos da pista de dança. Sebastian e Norman nunca esperariam que eu os traísse. Talvez esse fosse o primeiro erro dos poderosos. Achar que os ratos embaixo dos seus pés nunca arriscarão uma mordida. E eu morderia. Com muita força... Sentindo os lábios de Viktor sob os meus, soprei levemente contra sua boca, antes de tomá-la. Afastei-me rapidamente, meu humor aceso pela agressividade e poder daquele homem.

- Por favor, me diga sim. Diga sim, e poderemos ter tudo. Inclusive um ao outro. Até assino um contrato. – Ri, apoiando as mãos contra seu peito. – Ajude-me, Viktor, e serei sua. O mundo será nosso. E quando meus inimigos morrerem, seremos donos do império que deixarão para trás. Seremos mais do que criminosos, do que mercenários. Seremos Mestres do Terror.





___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Sab Mar 07, 2015 6:19 am


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

A tensão sexual que se criou entre os dois era papável no ar, Viktor não sabia se o que ela demostrava era sincero, mas não se importava. Pensou um pouco sobre o plano Isso é suicídio, trair e roubar os dois maiores vilões da terra. Sorriiu e olhou a garota sobre ele, os olhos inocentes dela que tentavam esconder aquela chama negra de ódio e morte, eles tem bilhões no bolso,  inteiras organizações para proteger os próprios interesses. O plano em si não é um problema, o problema é  depois, a retalhação será pesada e sangrenta, colocou uma mão sobre a coxa da garota subindo lentamente enquanto acariciava sua pele macia, Por outro lado o pagamento é bom, o bônus melhor ainda, Deu mais uma olhada nela, Ela é a rainha vermelha do clube do inferno, se eu disser não, ela me mata, merda, entre a panela e o óleo quente Beijou outra vez o pescoço gélido de Melinda e então o mordeu forte o bastante para provocar dor, mas não o bastante para machuca-la. Mordiscou a orelha dela e sussurrou com voz rouca - Sim, eu aceito -
    Ele podia pensar nisso quanto quisesse, era muito perigoso, - Vou te dizer, se esse plano louco seu funcionar nada mais vai ser como costuma ser, nada vai ser fácil para nos, agora ainda da tempo de se arrepender, apos esse ato não tem volta. - colocou a mão por baixo da blusa dela, e começou a passear com os dedos pela suas costas. - Nada que você já não saiba, alem do inferno e do tempo ruim eu não sei o que esperar desse plano. Riu enquanto se sentiu arrepiar de excitação tanto por ela quanto para o perigo que ela representava - Eu acordava todo dia ouvindo tiro, minha mãe na janela e o meu pai no meu quintal trocando bala com os vizinhos, nasci e cresci em meio ao perigo, não vai ser agora que eu vou fugir dele estava extremamente interessado no pagamento mas não era só isso, o perigo sempre o excitara - Nunca ouvi minha mãe dizer: deixa a arma em casa que é melhor, nem meu pai falar: fique longe do perigo que é melhor. pelo contrario o único conselho útil daqueles merdas foi: aprende a atirar pirralho que se não de noite tu leva a pior, Não sera um pouco de perigo que vai me manter distante de teu corpo Sorriu enquanto a puxou com força, encostou o corpo dela no seu proprio - Mas te direi uma coisa e você tem que se lembrar disso muito bem, Não vai querer me trair, todos que tentaram pro inferno mandei, não farei exceção por você, eu prometo que você vai sofrer se o fizer, nem o diabo poderia te proteger de mim, nem que demore a eternidade eu irei te pegar, se você fizer de mim um de seus muitos inimigos, vai perceber que tudo pode ficar pior Sorriu ferozmente, os olhos emanando perigo. A tensão se desfez de seu rosto e a beijou mais uma vez, acariciando a parte interna da coxa dela, afastou seus lábios dos dela,  com voz sensual sussurrou - E outra coisa, Seu corpo é meu, se alguém mais tocar nele, está morto, e você também morre, essas são minhas condições.

Las Vegas, Baby.


[/color]copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Dom Mar 08, 2015 3:43 pm


Caçada Noturna


Notei facilmente a hesitação em seus olhos. O nevoeiro de luxúria provocado pelo meu corpo pressionando sua ereção, no entanto, tinha outros planos. Ele aceitou, mas eu sabia o quão difícil era confiar, para um homem com um passado como o dele. Os arquivos do Clube não haviam sido exagerados. A coisa era séria. Lentamente, inclinei a cabeça deixando que meus cabelos caíssem sobre meu tórax. Sua mão estava dentro da minha blusa, enquanto ele tentava demonstrar as implicações do meu plano. Todas exaustivamente flexionadas por mim, que já as conhecia bem. Viktor por sua vez, tinha razão em estar com medo. Eu também estaria. É claro que como o macho alfa que era, ele jamais diria explicitamente que estava com medo da reação de Norman e Shaw. Sua mordida em minha clavícula ainda vibrava, e meu fôlego lutava para manter-se estável. Deus, será que ele senti ao quanto minha pele estava esquentando? Aquele homem era como um dragão, fogo contra fogo. Ele até mesmo comportava-se como uma das minhas feras, sua respiração de fogo incendiando-me sem de fato ferir-me. Soulstone... Queria tê-lo encontrado antes. Talvez Oliver ainda estivesse vivo, e eu nunca tivesse aceitado o convite para os Vingadores Sombrios. A maioria já havia sido morta pelos “heróis”, e eu era aparentemente a única vilã do grupo em atividade. Dominando, agora que meus superiores tinham o governo na palma da mão. Por pouco tempo.

O encarei intensamente, em total silêncio enquanto ele fazia suas ameças e pedia por suas garantias. Era sensato. Não que ele tivesse alguma chance real de me matar, de provocar algum tipo de dano permanente. O problema, é que havia algo em sua atitude rústica, bruta, que me fazia querer fazer exatamente o que me pedia. Não, nenhum outro homem tocaria o meu corpo. Não que eu me importasse em cumprir qualquer acordo, mas porque simplesmente não era o tipo de coisa que me dava prazer. Eu não tinha qualquer gosto especial pelo sexo, então, não havia problema algum em limitá-lo a uma pessoa só. Talvez fosse reflexo da maldição de Mephisto, eu não saberia dizer. Confesso, que quase soltei uma gargalhada ao fim do discurso de Viktor. Deuses, de onde aquele homem tinha vindo? Era machista, dominador, e totalmente charmoso. Cobri a boca com as mãos, tentando impedir que ele me visse rir como uma garotinha. Senti algo como um tremor no peito, e descobri que era alegria. Uma risada verdadeira. Só meus irmãos podiam me fazer rir de verdade. Até aquele momento. Concordei, acenando com a cabeça, enquanto ele tocava sensualmente a minha coxa. Eu não estava acostumada a sentir aquele tipo de vibração pelo meu corpo. Nunca sentira até então. A verdade é que a virgindade nunca me incomodara tanto quanto naquele momento. Embora eu atuasse como uma vadia, nunca havia dormido com um homem. Não que ninguém tivesse tentado. Mas nenhum deles continuava vivo, então. Curvei-me na direção de Viktor, e beijei de leve seus lábios, tocando seu nariz com o meu. Baixei meu tom de voz, para que somente ele pudesse ouvir meus sussurros.

- Viktor, eu prometo que jamais irei traí-lo. Precisaremos um do outro, depois que a primeira parte do nosso plano for concluída. Quando os Mestres do Terro nascerem, sei exatamente o que fazer para me livrar de Norman, e de Shaw. Um grande golpe. – Rindo, tirei suas mãos de dentro do meu vestido, prendendo-as com as minhas, e pousando-as sobre minha cintura. – Vou expor todas as armações dos dois, e da H.Y.D.R.A. Vou divulgar todos os documentos que comprovam a contratação da Mística pelo Clube do Inferno, e vou fazer com que sejam todos, incluindo eu mesma, responsabilizados pelas mortes daquelas pessoas. Vou revelar os acordos de Osborn com o Imperador Shi’ar. E vou enviar os dois malditos de volta pro lugar a que pertencem. A cadeia. E não precisaramos levantar um dedo. Os heróis farão isso por nós quando souberem da localização de ambos. E os Mestres do Terror serão os novos donos do pedaço. – Fiz uma reverência de modo estúpido, como se tivesse revelado o enredo de uma engenhosa peça de teatro. – Deixe os planos com sua Rainha, Soulstone, e seja meu carrasco. Meu amante. Meu amigo. – Toquei seu rosto delicadamente, odiando a mim mesma por ser tão sincera. – Deus sabe que eu precisarei de todos que puder conquistar. Parceiros leais, ainda que sob contrato. – Pisquei, deslizando as mãos sobre os músculos rígidos do seu ventre.

Tão rápida quanto o “ataquei”, saí de cima dele, cruzando as pernas e fitando-o provocativa. Peguei a garrafa de uísque e tomei um gole, divertida com a expressão em seu rosto. Ele ficaria muito frustrado, tadinho. A verdadeira razão para interromper as carícias era óbvia. Eu conseguira o que tinha ido buscar. E estava morrendo de medo. Sabia o que teria de fazer, mas não estava ansiosa para apressar as coisas.

- Agora, espero que você tenha terminado de ameaçar a minha vida. Eu adoraria passar o resto da noite com você. Quem sabe nos conhecermos melhor? O relatório sobre você era muito frio. Quero que você me conte mais sobre sua vida. A infância, por exemplo. Parece ser uma época difícil para a maioria de nós, vilões. – Belisquei a barriga dele, rindo. – Também pode me contar como ficou enorme, assim. Eeee, realmente seria legal se gostássemos um do outro, agora que vou te tornar rico e você vai me ajudar a chutar uns traseiros. – Acho que Viktor ficaria surpreso com meu senso de humor, uma vez que conhecera outro lado meu, agora.

E, pelas determinações de nosso contrato, provavelmente essa seria só a primeira das minhas muitas facetas que ele iria desnudar... Deus. Eu estava tão ferrada. Ser responsável por aquilo que cativei nunca fora tão intimidador. Seria bom que o sacrifício da minha virgindade valesse à pena. A morte de Norman, a prisão de Shaw. Sonhos. A linha no horizonte que eu seguiria de modo voraz. A qualquer custo.






___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Viktor Soulstone em Seg Mar 09, 2015 6:39 am


Viktor Soulstone


i don't experience the fear and i don't back down

E então tão rápido como começou, todo o clima entre os dois acabou, foi tão subito que Viktor não conseguiu disfarçar a surpresa, por alguns segundos ficou sem entender, mas logo apos se recompôs e achou desprezível a mameira como ela tentou parecer engraçada. -Garota, você comprou meus serviços, não o direito de conhecer meu passado, - falou sem esconder a irritação, estava frustrado por ter sido enganado, mesmo que soubesse desde o começo que era um jogo, a garota não teve a decência de pelo menos fingir uma saída decente depois de conseguir o que queria, -Desculpe, "rainha" - fez o sinal de aspas com as mãos pronunciando a palavra com desprezo - Seu plano é ingenuo, se Norman e Shawn fossem tão facilmente derrubáveis, eles já teriam caído a muito tempo. -  
                      Fez sinal para o garçom, e enquanto este vinha ate a mesa ficou em silencio olhando para a pista de dança, Merda, estou em Las Vegas, tratando de negócios, quebrando minhas próprias regras,  e ainda por cima tratando de um mal negocio, trair dois potenciais clientes desse calibre, por essa garota. pensou Soulstone enquanto o garçom se aproximou para receber os pedidos, - Traga um "black Russian" para mim, - depois apontou para uma garota sentada sozinha no balcão - e um "Manhattan" para aquela garota no balcão,- olhou novamente para Melinda M. Folks, não sorriu,  pensar com a cabeça de baixo, sempre foi o meu problema .  
                     O garçom chegou trazendo a bebida, Soulstone esperou que ele voltasse para o balcão e continuou -Sim, claro, serei seu carrasco pelo dinheiro certo, até sua puta se me oferecer o bastante, mas não me peça para ser seu amigo, não e disso que você precisa, - bebeu metade do seu drinque sem esforço, para alguém acostumado a cuspir chamas o arder do álcool não era nada,  - E não acho que tenha dinheiro suficiente para obter minha amizade. Você quer um escudo de carne, pois bem, irei pensar sobre a sua proposta.- Se levantou ainda olhando a garota sozinha no balcão, - agora, se acabou de desperdiçar meu tempo, tenho coisas melhores a fazer.- Pegou dois pedaços de papel e anotou em ambos o numero do quarto em que ele estaria hospedado, deixou um sobre a mesa de Melinda, bebeu o resto de seu drinque - Vamos continuar as negociações lá, mas tenho que ser sincero - olhou para ela friamente -Estou tentado a aceitar a proposta, obviamente matar Shawn e Osborn, será péssimo para meus negócios, mas acho que você pode compensar isso - encolheu os ombros e sorriu - quem, sabe, provavelmente iria se divertir mais do que eu Virou as costas e foi até a garota a qual oferecera o drinque, deixou o outro papel com ela enquanto ainda olhava para Mel
                     Começou a subir para seu quarto habitual, era um cliente fixo pois vinha pelo menos duas vezes ao ano a Vegas para lavar dinheiro, tinha um quarto com seu nome na porta e com as comodidades que escolhera pessoalmente, Agora, ela vem atras de mim, ou para me matar, ou para conseguir minha lealdade de maneira satisfatória, ela esta mais desesperada do que eu, embora não queira deixar eu perceber, por outro lado meu preço esta claro, entrou no quarto, tirou sua roupa e se jogou na pequena piscina gelada que tinha em seu banheiro, Vamos ver o quanto ela precisa de mim. Sorriu Deus do céu, desde quando posso apostar assim com minha vida? fechou os olhos e esperou, havia deixado a porta aberta, uma das duas iria subir com certeza nem que fosse para mata-lo e morrer realmente nunca fora um problema para ele.
   
           
          

Las Vegas, Baby.


copyright 2013 - All Rights Reserved for [url=http://cupcakegraphics.forumeiros.com/u1] ✖ Lari

___________________________________________________





Soulstone Fire
avatar
Viktor Soulstone
Independentes
Independentes

Mensagens : 16
Data de inscrição : 15/02/2015

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Absorção Cinética e Sopro Esmeralda. (+1Atk & +1Def).
Reputação:
0/-6  (0/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Red Queen em Qui Mar 26, 2015 3:32 pm


Caçada Noturna


Se Viktor achava que podia forçar a mão de uma Rainha com tamanha facilidade, estava enganado. Sorrindo diante de minhas próprias conjecturas, conclui que de fato, eu parecia desesperada. Só que não estava. Matá-lo significaria para mim, o mesmo que COMPRAR um novo par de Louboutin. Seria banal, e prazeroso. Apenas para provar minha superioridade perante um homem que julgava ter o mundo aos seus pés. Mas Soulstone era repleto de violência. E muito belo, além de delicioso de uma forma que nenhuma mulher normal apreciaria. Era sanguinário, e não temia jogar com a própria vida. Um consorte feito para uma Rainha Vermelha. O problema era que eu sabia muito pouco ou quase nada dos sentimentos humanos, e temia ser suplantada por eles. Não compreendia a forma viril com que a essência daquele homem se sobrepunha a minha, de modo que me parecia quase encantada, a forma com que meu corpo respondia a ele.

Dessa forma, não foi difícil entender que meus pés moveram-se mais por seu próprio e irrefreável ímpeto, do que por minha vontade. Longe de tomar qualquer responsabilidade naquela loucura, caminhei em direção ao quarto indicado por Viktor. Esperava que ele realmente estivesse esperando por mim, e não fugindo ou preparando uma armadilha. Gostava demais daquele cassino, para destruí-lo. Lenta, mas progressivamente, alcancei o corredor indicado aos clientes Vips do local. Nenhum dos seguranças recusou minha entrada, depois de doces palavras ditas no pé do ouvido. Mansos como meus dragões, eles guiaram-me na direção do recinto, que julguei vulgar o bastante para um mercenário. Paredes acolchoadas em vermelho, espelho no teto. Jacuzzi. Toda a canalhice inerente aos motéis. Desprezando o clichê com um dar de ombros, imaginei que aquele momento poderia ser pior. Fechei a porta atrás de mim com telecinese, e finalmente avistei Viktor, deitado sobre a cama. Seus braços estavam cruzados atrás da cabeça, e o soprador de fogo estava sem camisa. Seu corpo brilhava sob a luz parca, mantida numa flâmula decadente pelos abajures no recinto. A sensação lânguida que me tomou foi além de coquete, reveladora. Eu também estava ali por vontade própria. Com ou sem contrato, desejava aquele assassino, aquela criatura terrível. Não mais terrível do que eu, cúmplice na morte de milhões de inocentes. Se eu sentia culpa? Sim. Mas naquele momento, sentindo as vibrações que arrebentavam as terminações nervosas ao redor do meu corpo inteiro, só queria regozijar-me no carnal. No supérfluo.

- Não espere obter plena satisfação comigo, esta noite. Você entenderá Viktor Soulstone, que não sou o tipo de mulher que cede a ameaças. – Sorrindo delicadamente, ergui a mão na direção de Viktor. Infringindo a ele meus poderes mentais, o mantive preso à cama, os lábios selados à força. – Quando quero algo, eu tomo. Ou pelo menos, garanto que não fique em meu caminho. – Caminhei em sua direção, e sem avisar, subi em cima dele, sentando-me sobre sua cintura. – Não adianta fazer força. E também não precisa ficar preocupado. Se eu o quisesse morto, você estaria. Apenas quero esclarecer as minhas condições. Não efetuo pagamentos antes do serviço concluído. Ajude-me a conquistar o Cruzador Shi’ar, e então conversaremos novamente. Hoje, você será meu boneco.

Com o álcool fluindo ao redor de minha consciência como uma serpente preguiçosa, lambi os lábios de Viktor lentamente. Segurando seus cabelos lisos e negros em minhas mãos, permiti que elas passeassem pelo seu corpo dócil. Tocando lugares nunca explorados por mim antes, fiquei surpresa ao notar seu desejo evidente por mim. Ele estava excitado, e aproveitando minhas investidas. Aquilo de certa forma encorajou-me, e no segundo seguinte, as mãos de Viktor estavam ao meu redor, também. Liberado de sua prisão telecinética pela minha distração, ele poderia lutar contra mim. Mas não o fez. Puxando-me mais forte, nos entrelaçamos numa dança mortal e divina. Antes que eu percebesse, minhas roupas estavam no chão, e minha determinação no inferno. Juntos, meu corpo e o de Viktor apertaram-se um contra o outro. O ato sexual em si, frustrado e urgente. Nunca fizera algo do tipo antes, mas sabia que o sexo em si envolvia muito mais. Ainda assim, o mercenário de fogo tomou meu corpo frio como a morte em seus braços, e aqueceu-me com sua violência e perdição. Beijamos-nos infinitas vezes, até que minha frieza e seu fervor eram um só. Fogo e gelo. Morte e vida. Enroscando-se como um vórtice ascendente, cheguei a um novo tipo de ápice quando seus dedos tocaram meu corpo de forma surreal, e profana. Sua respiração tornou-se igualmente acelerada, quando juntos alcançamos um tipo de êxtase sem precedentes. Cheia de surpresa, constatei que minha virgindade continuava intacta. Ao menos literalmente.

- Qualquer tipo de acordo entre nós, parece suficientemente selado, não acha? – Ri, beijando-o mais uma vez. – Só um pouco mais, meu mercenário, e serei totalmente sua. De todas as formas que desejar. – Em sussurros, deslizei meus dedos pelo seu peito, acariciando novamente seus lindos cabelos. – Só precisa ser paciente, e competente. Lealdade também não faria mal.

Com um sorriso sacana em seu rosto, Viktor dormiu em meus braços. Uau. Ele era mesmo bonito, e confiara em mim, para dormir na mesma cama. Com uma terrorista confessa. Fiquei mais chocada com aquele gesto, do que com qualquer coisa que havíamos feito antes. Era mesmo surpreendente. Quais as chances de algo assim ocorrer com pessoas como nós? Acostumados a fugir, a trair e matar? Quais as chances? Eu não sabia, mas lentamente, permiti que os beijos leves de Hipnos levassem-me até as bordas da consciência. Adormeci ali, com meu corpo menor sobre o peito largo de um mercenário que eu mal conhecia. Por alguma razão, tal pensamento não me causou asco, nem receio. Eu sentia uma conexão além da carnal com aquela criatura perdida, sem modos, e repleta de RESERVAS. De um jeito assustador, senti que seria dele. E ele, meu.

OBS: Narrei pelos dois de modo a encerrar a narrativa, mas nossas ações foram combinadas por Mensagem Privada, de modo que não invadi a autonomia de Viktor sobre seu personagem.








TP encerrada.

___________________________________________________






Melinda M. Folks


Tunderbolts U.u
Red Queen

avatar
Red Queen
Thunderbolts
Thunderbolts

Mensagens : 29
Data de inscrição : 09/07/2014
Idade : 21
Localização : Unknow.

Ficha X-Marvel
Level : 4
Poderes e Atributos: Magia Vodu & Conjuração|Controle Dimensional de Dragões (+4 Atk).
Reputação:
-5/-6  (-5/-6)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: TP Fechada - Melinda M. Folks & Viktor Soulstone.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum