— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

Aula 2º - Vitali Vincenzo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aula 2º - Vitali Vincenzo

Mensagem por Vitali Vincenzo em Qua Nov 19, 2014 5:44 pm






EU…

LOUCO?


– Hoje a abordagem vai ser diferente. Vou ver no que dá prestar atenção à aula. – Fiquei um pouco pensativo desde a última aula com Shaw. De certo a aula havia sido útil. Aquilo iria me ajudar muito em um futuro próximo. Nos preparamos para comparecer à sala de aula, já estava tarde e talvez iríamos nos atrasar. Shaw não iria gostar de esperar por alguém como eu, mesmo que eu fosse carismático e tão apreensivo quanto qualquer um. Ainda com a mente aberta à novos aprendizados e possibilidades, me locomovi até a sala de aula. Um sentimento frustrante estava sentindo, era como se eu tivesse esquecido de algo... algo... John! Não me dei conta tão cedo, aparentemente dormi por alguns segundos, minha boca estava com um corte aberto e sangue escorria. John estava em pé ao meu lado, observando o sol com seus óculos de sol vermelhos, sem camisa e suando. O desgraçado ia ficar fedendo na sala. Levantei, mas esqueci de limpar o sangue, mesmo assim entrei na sala. Shaw estava esperando.

Sentei em qualquer cadeira, e cruzei as pernas. Então a aula começou, Shaw explicou e eu estava novamente voando em qualquer mundo. Não que eu não estivesse prestando atenção, toda aquela explicação me deu inspirações para iniciar diversos tipos de aventuras, conseguindo enganar qualquer um, tendo o que eu quisesse em mãos. Nada seria fácil e simples quanto em minha cabeça, ou seria? Tentaria quando tivesse a primeira oportunidade, ouvi dizer que a NASA gosta de ser enganada. Eu, como humano, imediatamente percebi que ele estava falando a verdade, nada daquilo era mentira, o puro instinto da mentira pulsava em meu sangue. Mas, ainda assim, me senti um pouco confuso, não sabia que tinha toda aquela capacidade, mas isso entra no ato e potência. No ato eu sou um ninguém, na potência eu sou alguém. De acordo com Shaw, eu teria que aprender a controlar meus sentimentos, reações e emoções. Ações involuntárias poderiam me tirar do jogo, mas eu sei que não consigo me controlar, então preciso aprender a driblar de algum jeito. A criatividade passou a morar em mim, assim que John nasceu.

Não queria enrolar muito mais. Shaw deu-me a folha com o questionário e eu o li. Diversas questões, mas pelo menos nenhuma era sobre discurso ou porcaria de notas máximas. Eu não poderia ignorar John durante toda a aula, afinal, ele era eu. Ficaríamos alternando quem responderia as questões.

1 – Cite características que podem acabar com sua mentira.

A mentira é composta por finitas coisas, entre elas está a criatividade. Fantasiar a mentira não é recomendável, mesmo que um pouco, pelo menos cheguei à esta conclusão. Usar outros componentes, rechear com algumas verdades podem driblar a fantasia que poderia ser usada. Nervosismo, gaguejar, contradição e improviso são outras características que acabam com qualquer mentira.

2 – Qual a parte mais difícil de mentir?

Insistir nela até o final. Seria necessário manter muito bem o controle da situação, almejando ao máximo não cair em contradição em sequer um ponto. Também pode ser difícil fabricar certas verdades, caso não haja mais cartas na manga isso será fundamental, portanto é bom ter feito uma boa pesquisa antes de mentir sobre qualquer coisa. Talvez acreditar em sua mentira possa ser um tanto difícil, dependendo do emocional e psicológico, é necessário manter os exercícios mentais em dia.

3 – Qual o princípio que diz que você só deve mentir quando realmente precisar?

Parcimônia. Mentir só vai te levar ao poço, portanto, é essencial mentir somente quando for preciso. Em um alvo importante, ter créditos é uma vantagem boa, não deve-se desperdiçar com lorotas que no final podem-se juntar peças e descobrir toda a sua farça.

4 – Qual o princípio que diz que quanto mais real for sua mentira, mais fácil ela será de ser contada e engolida?

Believe in yourself. Essa pode ser a maior arma de um mentiroso que possui alguma habilidade. Como disse, fantasiar não é a melhor opção. Contar mentiras que parecem ser verdades é o melhor a se fazer. Acredite no fundo de seu ser em sua mentira, só assim ela vai ser real para seus alvos.

5 – Qual a importância que as pessoas envolvidas em seu plano fiquem o mais próximo possível de você?

Observar os envolvidos e aprender sobre eles é a chave para o sucesso. Saber seu gostos e costumes, pois na hora que for mentir sobre algo precisa ter cuidado em não levar à um assunto que o mesmo é craque. É importante ressaltar que com os alvos por perto vai ser mais fácil controlar seus passos para que suas mentiras não sejam descobertas tão facilmente.

6 – Porque às vezes é importante admitir que errou?

Admitir que errou não vai arrancar um braço seu, vai dar segurança à quem você mente. A sensação de saber que você admitiu qualquer coisa pode lhe ajudar muito em questões de credibilidade, pois mentir leva ao poço devagar. Tenha o alvo na palma de sua mão, seja sincero e ao mesmo tempo um sacana.

7 – Ao que se refere a teoria “caixa de bombons”?

Se refere a ter várias verdades encobrindo a sua mentira. Com isso é possível “mascarar” a verdadeira face da mentira e até dar segurança ao alvo. A caixa de bombons lhe provê muitas possibilidades para se safar de encrencas caso descubram o seu bombom envenado. Geralmente é bom colocar um bombom saldável que ajude na ampliação do envenenado.

8 – E como fabricar bombons?

Use qualquer verdade à disposição. Com certeza tem alguma para contar, então só precisa alterá-la um pouco e pronto, seu bombom está pronto.

9 – Se mentir de improviso é muito arriscado, então o que é necessário fazer?

Primeiramente, saber o que está fazendo. Treine antes de tudo para não cair no improviso, ele pode te levar ao chão em um instante. Use os bombons, eles são feitos para esses casos.

10 – Qual o melhor jeito de fazer uma mentira ser aceita?

Contando-a perfeitamente, recheada de verdades saldáveis. Aproveitando a situação do alvo, usando seus pontos fracos de conhecimento, usando coisas mais prováveis de se acontecer. Amplie sua lábia ao máximo e talvez nunca vá falhar.

Levantei da cadeira, me alongando e entregando o questionário todo respondido à Shaw. O mais importante daquela aula foi com certeza o ensinamento da caixa de bombons. Mais uma vez Shaw me impressionara, fiquei imaginando o que aquele cara já teria feito usando somente palavras. Saí sem cerimônias da sala e chamei John.


SIM! EU SOU MUITO LOUCO!

avatar
Vitali Vincenzo

Mensagens : 42
Data de inscrição : 05/05/2013
Idade : 1758

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Loucura mental e Eletromagnetismo
Reputação:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum