— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

Aula 1º - Thalia A.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aula 1º - Thalia A.

Mensagem por Thalia A. em Qui Out 09, 2014 7:05 pm


First Class: The Mental Block...

Não faz muito tempo dês de que entrei no Instituto. Bem, acho que foi há alguns dias, não sou boa com datas. Contudo, hoje é o dia em que participarei de minha primeira aula. Mas, deixe-me explicar como funciona: O Instituto Xavier para jovens dotados é subdivido em três classes, são elas: Ultimates, Paragões, e Corsários ── a qual faço parte. Cada qual oferece um tipo de treinamento diferente para os alunos do Instituto.
No meu caso, me inscrevi na turma dos Corsários, pois ela trata justamente de meu âmago: o Psíquico. Pelo que sei, vão nos treinar a bloquear nossa mente contra ataques mentais, ou melhor, vão nos ensinar um bloqueio mental.
Penso que terei uma certa facilidade com isso, devido às minhas habilidades Psíquicas.
Em meu alojamento, peguei em meu guarda-roupa uma saia prateada e uma mini-blusa branca, regata, com uma sapatilha bege. Não me esquecendo do colar de minha irmã, o qual coloco no pescoço o deixando por debaixo da blusa. Assim começaria a me vestir com a roupa que pegara. Logo após, em frente ao espelho, prendi meus volumosos cabelos fazendo um rabo-de-cavalo como penteado usando um laço branco.
── Acho que estou bem ──, indiquei em baixo tom.
Em meio a um sorriso, animada com minha primeira aula, sinto meu coração palpitar em ansiedade.
De repente, um lampejo passa sobre meus olhos, vejo a luz bruxulear. Então um clarão toma conta de minha vista, remetendo-me a um presságio.

── Thalia, venha logo ── ela falou com aquele simpático sorriso.
Nesse momento, uma profunda amargura tomou conta de meu ser. Sinto-me agoniada como nunca antes. Então grito:
── Clarisse, saia daí!
Ela parece não entender o porquê de eu estar pedindo para ela sair.
Desesperada, olho para a direita, então vejo 'aquele' carro vindo em direção à Clarisse. Preciso fazer algo para protege-la.
Ao tentar correr em sua direção, percebo não conseguir me movimentar. Algo está me bloqueando, não consigo mexer meu corpo. O que está havendo?! Não consigo me mexer, apenas enxergar. Mas... Não...!
Em seguida, a tragédia acontece.
Vi, com meus próprios olhos minha ser morta diante de mim. E eu, não consegui fazer nada.
Cai de joelhos no chão, paralisada, sem nem se quer piscar. Meus sentidos estavam lentos. Não consigo me mexer da forma que quero.
De vagarosamente olhei para os lados, então vi feições de espanto em todos os alunos e pessoas ali presentes. Olhei para eles, então comecei a ouvir vozes, vozes em minha mente, como outros pensamentos invadindo os meus.
Coloco minhas mãos na cabeça como forma de abafar a dor, mas estava sendo inútil, pois apenas ouvia mais e mais vozes, fazendo-me perder-me em minha própria cabeça...

── Saiam da minha mente! ── Gritei. ── Mas... O que aconteceu aqui?!
Estava novamente em meu quarto, de frente ao espelho. Ofegante e assustada. Então, aquilo fora uma visão? Se manifestou como uma, mas nunca tive uma visão como esta antes, nunca vi algo do passado... Como pode ser?
── Piiiiiii!!! ── O relógio exclama, sinalizando a hora de sair para a aula.
Não posso me atrasar para a aula, depois penso nessa visão, devo manter minha mente limpa para participar de uma aula psíquica.


Apressei-me pelos grandes corredores do Instituto até chegar a sala dos Corsários. Vejo outros alunos entrando na sala, logo não estou atrasada. Ainda bem. Não suportaria chegar atrasada no primeiro dia.
Soltei um suspiro e logo tentei ficar em uma postura ideal.
── Bom dia ── disse ao entrar na sala.
Reparei na professora assim que entrei. Ela é alta e tem cabelos lisos de um tom bem escuro de roxo. Realmente uma mulher linda.
Após entrar, procurei um lugar nem tão perto nem tão longe da professora, como eu costumava a sentar em minha antiga escola.
Sem delongas, a professora começa a se apresentar. Seu nome é Elizabeth, codenome: Psylocke. Gostei bastante de seu codenome, acho que deveria procurar um para mim, mas não consigo achar um que de certo.
Após Psylocke se apresentar e explicar o funcionamento da aula, ela pega uma espada sobre sua mesa, a qual se parece com aquelas armas japonesas. Acho que se trata de uma ka... tana? Talvez. Não entendo muito dessas coisas, o máximo que devo ter visto fora alguns filmes de ninjas. Infelizmente as escolas não costumam a ensinar a história japonesa, acho que o Japão possui uma cultura muito rica.
Elizabeth chama a atenção de alguns alunos que estavam conversando, e então continua dando as devidas explicações da aula.
O bloqueio mental exige um grande controle. Já imaginava isso, afinal, qualquer coisa que envolva a mente deve ser algo bem mensurado. Chega a ser uma experiência própria para mim...
Conforme a professora vai citando, começo a pensar no quanto a telepatia pode ser usada como um instrumento...
── Terrível... ── Sussurro de forma cabisbaixa, deixando transparecer meu pensamento.
Volto a prestar atenção em Elizabeth, que agora se sentou em sua cadeira. Ela parece nos encarar, então, uma admirável aura cor de rosa se manifesta em seu rosto, tomando uma forma similar às asas de uma borboleta.
Em seguida, começo a sentir uma pequena dor de cabeça, mas não o bastante para me fazer.
Essa borboleta... Essas dores... Ela deve estar utilizando poderes psíquicos para causar essa dor.  E por conta da natureza psíquica de meus poderes, devo ter uma certa resistência mental. Como eu presumia.
Em seguida das dores, a voz de Psylocke invade minha mente, como também deve ter invadido a mente dos demais na sala.
── Treine sua mente para que a mesma esteja completamente consciente de suas ações quando surgir a necessidade, por longos períodos de tempo. Todos nós temos uma fraqueza e tal pode ser crucial, para uma boa defesa mental é necessário tornar suas fraquezas fortes, controlar sua indisciplina e exigir o máximo de concentração de si mesmo e irei ajuda-los nessa parte. ── A professora continua, enquanto novamente se levanta nos encarando.
A dor de cabeça passa. Psylocke começa a afastar as cadeiras e pede ajuda à todos na sala para formarmos um círculo no chão. Isso está me dando nostalgia, pois me lembro quando fazia esse tipo de coisa na escola em algumas dinâmicas.
Junto dos demais, sentei-me no chão de pernas cruzadas. Novamente aquela aura em forma de borboleta se forma no rosto da professora. Devo me preparar pois provavelmente ela novamente usará seus poderes.
── ... Neste exato momento estou dentro de suas mentes e podem ter certeza que estou mexendo em suas memórias, fraquezas e tudo mais... ── Após tais palavras de Psylocke a ficha de meu presságio cai. Arregalo os olhos ao perceber o porquê de minha visão. Agora entendo porque eu tive aquela visão. Eu na verdade vi o que Psylocke iria revirar em minha mente. O não-se-mover deve significar seus poderes para comigo.
Agora tudo faz sentido.
Enquanto a professora continuava falando, apalpo o colar de Clarisse ── minha irmã ──, junto de meu peito. Eu definitivamente não posso deixar que Psylocke invada minha mente.
Coloquei os dedos indicadores e médios sobre minhas têmporas, em seguida fechando os olhos e abaixando um pouco minha cabeça. Com um suspiro começo a concentrar meus poderes psíquicos tentando buscar a força mental de Elizabeth em minha mente.
Por Elizabeth ser uma mutante mais forte, provavelmente não conseguirei um grande resultado, porém, devo confiar em mim, tenho que ter determinação. Não vou deixar que Psylocke revire aquela memória.
── Eu... Consigo! ── Afirmo em baixo tom.
Logo, procurando o máximo de concentração, e determinada, começo a desenvolver um espaçoem minha mente. Um campo à céu aberto, com apenas alguns rastros de nuvens pelo limpo céu azul, alguns moinhos no fundo, e coberto por flores arroxeadas pelo chão, como uma linda paisagem da França.
Sem delongas, enquanto concentrando-me na paisagem, tento incessantemente buscar a força mental da professora, de forma a tentar traze-la para esse campo.
Em outras palavras, estou criando uma prisão ilusória em minha mente, na tentativa de prender Elizabeth sem que ela possa revirar o que quer que seja em minha mente.
Accueil, Psylocke.
Psylocke ficaria perdida em um sublime campo florido.


Após o termino da aula, ofegantemente deixo minhas mãos caírem em um suspiro. Acho que nunca senti um cansaço mental tão grande assim.
Parece que Psylocke saiu de minha mente.
Levanto-me e vou até ela, para poder me apresentar:
── Olá, professora. Me chamo Thalia, Thalia Atalla. Gostei bastante dessa aula! ── Exclamaria em meigo tom. Logo após saindo da sala.
Fora uma aula e tanto!

Poderes Usados:
Passivos: “Resistência mental”: Adquire uma resistência mental nata, podendo ter maior defesa automática contra ataques mentais. Recebe +1 de defesa contra todos os ataques mentais. (passiva)
Clarividência: “Visionário”: O clarividente tem a capacidade de prever pequenos acontecimentos tais como se o telefone vai tocar quem estará na outra linha, se algum copo vai cair ou quebrar se algum carro vai bater, se a pessoa vai cair, coisas desse tipo, porem ao se concentrar pode prever acontecimentos perigosos, com isso pode ganhar +1 em quaisquer movimento, bônus possível a cada 2 turnos.
Manip. Psíquica: “Telepatia”: O jogador adquire telepatia, podendo se comunicar com até 2 pessoas ao mesmo tempo, criando um elo empático entre as 3. Além disso, pode induzir ataques telepáticos a seus inimigos, recebendo +1 ponto de ATK a cada 3 turnos.
...I Got It!

Esse é meu post de número {01}. O tempo está {bom}, e estou usando {isso}, estou falando no(a) {Instituto Xavier}. E agradeço a Lari ❥ por esse template.
avatar
Thalia A.

Mensagens : 2
Data de inscrição : 03/10/2014

Ficha X-Marvel
Level : 1
Poderes e Atributos: Clarividência & Manipulação Psíquica
Reputação:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum