— x мαrvєℓ υทivєrsє
Faça parte do nosso RPG e seja aquilo que sempre sonhou! Herói, vilão, mercenário ou benfeitor independente, temos uma vaga para você! Libere sua imaginação e realize grandes ou terríveis feitos em nosso Universo XMarvel!

Aula 4º - Chandler James Broome

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Aula 4º - Chandler James Broome

Mensagem por Chandler James Broome em Seg Set 08, 2014 9:00 pm


Depois de aprender técnicas de como sobreviver na selva, ter que se esconder de um professor insano armado com uma pistola de paintball e nadar em um piscina podre com polvos e sanguessugas para salvar um relógio do Mickey, finalmente eu havia chegado à última parte das aulas, finalizando a etapa da sobrevivência. A última aula aconteceria ainda naquele dia - um dia depois do nado na piscina suja - e, para a minha sorte e felicidade, o nosso professor voltaria a ser o Wolverine. Tudo bem que nós havíamos aprendido bastante nas aulas do Deadpool - mesmo com aquele jeito estranho de ele ser - mas o Logan era realmente um ótimo professor. Todo mundo gostava dele e eu tinha certeza de que ele havia preparado uma coisa muito mais elaborada, legal e complicada para a finalização das aulas. O que seria?

Após mais uma noite longa de sono depois da aula na piscina, levantei-me e tornei a tomar mais um banho, verificando se mais nenhum bicho havia se alojado em alguma parte do meu corpo e se toda aquela sujeira havia saído. Depois do banho, vesti uma camisa verde-claro e uma calça jeans, colocando meu coturno novamente. Caso eu me saísse bem na aula que aconteceria em instantes, seria a última vez que eu usaria meu coturno, já que ele estava bem gasto e já estava na hora de comprar um novo. Desci para o refeitório, onde fiz uma refeição rápida - alguns sanduíches com geléia de uva e um suco de maracujá - indo até o mural e verificando onde seria a aula. Tentei conter a ansiedade, o que era natural em mim nos momentos como aquele. Finalmente eu estaria acabando as aulas de sobrevivência, o que era algo realmente bom. Para meu espanto e curiosidade, a aula seria realizada no hangar do instituto. Iríamos andar de avião?

Sem perder tempo, fui até o elevador mais próximo que me levaria até o local da aula. Alguns outros alunos também entraram junto comigo, rumando para a aula do Wolverine. Ao chegarmos no hangar, notei que já haviam vários outros alunos ali, completando nossa turma para a última aula. Todos pareciam estar curiosos e ansiosos assim como eu, aguardando as instruções do nosso professor, que parecia examinar-nos com seu olhar para ter certeza de que todos os alunos já haviam chegado. Finalmente, o professor começou a falar sobre a aula, contando-nos que iríamos para uma "terra selvagem". O espanto foi total. Para onde estaremos indo? Com certeza enfrentaríamos vários perigos naquele lugar, por´m teríamos que sobreviver aquilo tudo para cumprir a tarefa. O nosso objetivo era chegar até um determinado lugar na ilha, onde seria o ponto de encontro para a volta pro instituto. Caso tivéssemos algum problema, era só ativar o sinalizador para que o nosso professor fosse nos encontrar. Recebemos dele uma mochila com um cantil vazio, um facão, fósforos e uma lata de feijão enlatado e poderíamos usar nossos poderes e habilidades para sobreviver naquele lugar inóspito. Aliás, aquele lugar abrigava dinossauros. DINOSSAUROS. Se sobrevivêssemos à terra selvagem, poderíamos sobreviver à tudo.

Assim que o Wolverine distribuiu os kits para o resto dos alunos e deu as últimas orientações, entraremos no Jato-X, que nos levaria para a terra selvagem. Eu estava um pouco apreensivo mas também confiante. A única coisa que eu precisava fazer era sobreviver, apenas isso. Matar dinossauros grandes estava realmente fora de cogitação, mas eu faria o que fosse preciso para cumprir meu objetivo naquela ilha, custe o que custar. Não demorou muito para que o jato começasse a deixar os alunos em lugares diferentes pela ilha. O jato me deixou próximo a algumas árvores na praia, fazendo com que eu fosse me esconder imediatamente para evitar algum perigo iminente e me orientar naquele lugar. Segundo o mapa, eu precisava seguir para o noroeste, onde o jato estaria nos esperando para voltar pro instituto. Peguei meu facão com uma das mãos enquanto segurava o mapa com a outra, fazendo o mínimo barulho possível e começando a me deslocar pela ilha. Aparentemente, nenhum dinossauro estava fora de sua toca. Ou estava bastante escondido, à espreita e pronto para atacar.

Enquanto eu me deslocava, notei que havia uma grande quantidade de lama junta em meio às árvores, fazendo-me lembrar o que o professor havia falado. "É preciso disfarçar seu cheiro de um jeito ou de outro para que os dinossauros não o achem tão cedo", disse ele. Sem hesitar, fui até a lama, passando-a por toda a minha pele e em minha roupa, com a intenção de evitar ter um encontro indesejável com algum animal. Como já estava anoitecendo e era claro que eu não chegaria até o destino do mapa em apenas algumas horas - ou em um dia - , cortei algumas taquaras com meu facão com a intenção de montar algum abrigo para passar a noite e fazer uma fogueira que iria afastar os animais mais próximos. Amarrei as madeiras com alguns cipós caídos que eu havia achado durante o percurso e algumas trepadeiras fortes, montando o abrigo improvisado a dois metros do chão. Como não havia lona, eu iria passar a noite sem proteção alguma, mas pelo menos eu poderia fazer uma fogueira. Peguei as brasas e montei a fogueira com as madeiras e todo aquele processo que eu havia aprendido na primeira aula com o Wolverine, acendendo-a e abrindo a lata de feijão enlatado que eu iria comer como janta. O gosto daquilo não era nada bom, mas pelo menos iria encostar o estômago antes que eu achasse algo mais saboroso para comer. Já era noite e eu precisava achar água no dia seguinte para não me desidratar, sempre mantendo o cuidado com o corpo.

Fechei os olhos um pouco após me alimentar e me aquecer com o calor da fogueira, descansando para a jornada que eu faria nas próximas horas assim que amanhecesse. Caso eu estivesse caminhando naquela ilha à noite, era mais provável que eu acabasse morto virando janta de dinossauro. Assim que o sol raiasse, eu poderia utilizar minha super velocidade para chegar mais rápido ao ponto demarcado, o que seria de extrema utilidade e importância. Deitei-me após mais algumas horas de guarda, acompanhando o horário com o meu leal relógio do Mickey que havia sobrevivido àquela água podre no dia anterior. Ele ainda funcionava e me ajudaria muito naquela tarefa. Fechei os olhos novamente, dormindo. Aquilo não era muito aconselhável, mas eu precisava descansar o máximo que pudesse. Os perigos iriam se revelar no dia seguinte, o que não seria nada bom se eu estivesse cansado e indisposto para lutar.

Assim que amanheceu, desmontei o acampamento improvisado e recolhi meu objetos, usando a super velocidade para me deslocar alguns metros para meu destino. Para que eu não me cansasse muito, usei meu poder apenas um pouco, já que eu poderia ter que utilizá-lo mais à frente para fugir de uma situação inusitada. Foi então que, enquando eu caminhava estando quase na metade do caminho, deparei-me com uma cena não muito legal: um dinossauro enorme e pescoçudo estava virado de costas na minha frente, devorando algum animal. Rapidamente, atirei-me atrás de uma moita, permanecendo imóvel e quieto até que ele se retirasse do local. Por sorte, minha ideia de passar lama no meu corpo havia funcionado, já que ele não estava dando importância alguma para meu cheiro humano. Assim que ele retirou-se dali e foi para longe, continuei meu caminho, afastando um pouco a mata com meu facão e achando uma fonte, onde bebi um pouco de água e enchi meu cantil para o resto da jornada. Foi então que senti algo parado atrás de mim, sentindo sua respiração. Tentei virar-me para atacar, mas era tarde demais. Algo me jogou para frente, fazendo-me cair em meio a algumas árvores. Fui encontrado.

Antes que eu pudesse me orientar e descobrir o que havia me atingido, dobrei o mapa e peguei meu facão, arrastando-me para o lado para que eu pudesse me levantar e descobrir quem era meu inimigo. Uma enorme cabeça apareceu em minha frente, abrindo sua boca cheia de dentes para me morder. Por um momento, pensei em ativar o sinalizador que daria minha localização para nosso professor, que iria vir me ajudar e me resgatar. Mas eu precisava cumprir meu objetivo. Precisava sobreviver e lutar mesmo com meu corpo estando dolorido. Por instinto, cravei meu facão na boca do dinossauro, que urrou de dor e se afastou de mim. Aproveitando a oportunidade, levantei-me e comecei a correr, iniciando uma perseguição. Usei minha super velocidade novamente, me deslocando mais rápido sempre para o noroeste e encontrando mais daquelas criaturas: algumas pequenas, outras nem tanto, umas até maiores do que eu havia cravado meu facão. Ainda assim, eu continuava correndo, fugindo daquelas criaturas que queriam me pegar e sendo lançando para a frente e derrubado por algumas que surgiam no caminho. Foi então que percebi que, de tanto correr, eu havia chegado ao ponto sinalizado no mapa e comecei a caminhar em direção à aeronave, feliz. Porém fui derrubado novamente, iniciando uma batalha contra um dinossauro pequeno, porém forte.

Enquanto ele tentava me comer e me morder, eu tentava bater nele com toda minha força para me desvenciliar daquele obstáculo. Por sorte, consegui sair de seus domínios, correndo até a aeronave e entrando no jato, onde o professor e outros professores me deram água, comida e trataram dos meus ferimentos. Wolverine me parabenizava por ter sido tão rápido, corajoso e forte. Eu era um sobrevivente. Eu estava pronto para tudo.

avatar
Chandler James Broome

Mensagens : 5
Data de inscrição : 28/08/2014
Idade : 28
Localização : New York

Ficha X-Marvel
Level : 2
Poderes e Atributos: Maestria Marcial e Super Velocidade (+2 em ATK)
Reputação:
0/0  (0/0)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum